quarta-feira, 24 de agosto de 2011

URGÊNCIA DE UM ÉTHOS MUNDIAL: O ÉTHOS MUNDIAL DE QUE PRECISAMOS.




"""UM HOMEM DE MORAL NÃO FICA NO CHÃO, LEVANTA, SACODE A POEIRA E DÁ A VOLTA POR CIMA"""






Urgência de um éthos mundial: o éthos mundial de que precisamos
Boff, 2000

Aduzir: apresentar;
Robotização: emprego de robôs na produço industrial;
Status: (palavra latina), posição social: lugar ocupado por um sujeito na sociedade: prestígio.
Civilizatório: determinante de civilizaço;
Plasmadora: modeladora;
Demiurgo: segundo Platão, é o artesão divino ou o princípio organizador do universo.
Axial: essencial, fundamental;
Alteridade: natureza ou condição do que é distinto;
Biótica: que é própria da vida, das funções e das qualidades dos seres vivos.
Domininium mundi: domínio do mundo;
Tecnociência: conhecimentos específicos tratados com organização específica e com profundidade quanto aos procedimentos, instrumentos e objetos do saber;
Homo sapiens: nome científico da espécie humana, como a conhecemos hoje;
Sinergética: que coopera, cooperativa;
Sustentabilidade: possibilidade de amparo, apoio, proteção, fortificação;
Estados-nações: divisão política, administrativa e territorial entre países.
Phátos: sentimento de compaixão ou empatia criados no texto;
Promanar: brotar, provir, dimanar;
Generacionista: relativo a generacionismo, espiritualista.

Três problemas suscitam a urgência de uma ética mundial:
a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise
ecológica, todas de dimensões planetárias.

Problemas globais, soluções globais

Em primeiro lugar, a crise social. Os indicadores são notórios e não
precisamos aduzilos. A mudança da natureza da operação tecnológica,
mediante a robotização e a informatização, propiciou uma produção
fantástica de riqueza. Ela vem apropriada, de forma altamente desigual,
por grandes corporações transnacionais e mundiais que aprofundam ainda
mais o fosso existente entre ricos e pobres. Essa acumulação é
injusta, porque pessimamente distribuída. Os níveis de solidariedade
entre os humanos decaíram aos tempos da barbárie mais cruel.

Tal fato suscita um fantasma aterrador: uma bifurcação possível dentro
da espécie humana. Por um lado, estrutura-se um tipo de humanidade
opulenta, situada nos países centrais, que controla os processos
técnico-científicos, econômicos e políticos e é o oásis dos países
periféricos onde vivem as classes aquinhoadas. Todos esses se
beneficiam dos avanços tecno-científicos, da biogenética e da manipulação
dos recursos naturais e vivem em seus refúgios por cerca de 120/130 anos,
tempo biológico de nossas células. Por outro, a velha humanidade, vivendo
sob a pressão de manter um status de consumo razoável ou simplesmente na
pobreza, na marginalização e na exclusão. Estes, os deserdados e destituídos,
vivem como sempre viveu a humanidade e alcançam no máximo a média de
60-70 anos de expectativa de vida.

Em segundo lugar, a crise do sistema de trabalho: as novas formas de
produção cada vez mais automatizadas dispensam o trabalho humano; em
seu lugar, entra a máquina inteligente. Com isso, destroem-se postos de
trabalho e tornam-se os trabalhadores descartáveis, criando um imenso
exército de excluídos em todas as sociedades mundiais.

Tal mudança na própria natureza do processo tecnológico demanda um
novo padrão civilizatório. Haverá desenvolvimento sem trabalho.
A grande questão não será o trabalho — este, no futuro, poderá ser
o luxo de alguns —, mas o ócio. Como passar de uma sociedade de pleno
emprego para uma sociedade de plena atividade que garanta a subsistência
individual? Como fazer com que o ócio seja criativo, realizador das
virtualidades humanas? Libertado do regime assalariado a que
foi submetido pela sociedade produtivista moderna, especialmente
capitalista, o trabalho voltará à sua natureza original: a atividade
criadora do ser humano, a ação plasmadora do real, o demiurgo que
transporá os sonhos e as virtualidades presentes nos seres humanos em
práticas surpreendentes e em obras expressivas do que seja e do que pode
ser a criatividade humana. Estamos preparados para esse
salto de qualidade rumo à plena expressão humana?

Em terceiro lugar, emerge a crise ecológica. Os cenários também são
de amplo conhecimento, divulgados não apenas por reconhecidos
institutos de pesquisa que se preocupam com o estado global da Terra,
mas também pela própria Cruz Vermelha Internacional e por vários
organismos da ONU. Nas últimas décadas, temos construído o princípio da
autodestruição.
A atividade humana irresponsável em face da máquina de morte que criou
pode produzir danos irreparáveis à biosfera e destruir as condições de vida dos
seres humanos na Terra. Numa palavra, vivemos sob uma grave ameaça de
desequilíbrio ecológico, que poderá afetar a Terra como sistema integrador
de sistemas. Ela é como um coração. Todos os demais organismos vitais serão
lesados: os climas, as águas potáveis, a química dos solos, os microorganismos
e as sociedades humanas.
A sustentabilidade do planeta, urdida em bilhões de anos de trabalho
cósmico, poderá desfazer-se. A Terra buscará um novo equilíbrio que,
seguramente, acarretará uma devastação fantástica de vidas. Tal princípio
de autodestruição convoca urgentemente outro: o princípio de
co-responsabilidade por nossa existência como espécie e como
planeta. Se queremos continuar a aventura terrenal e cósmica, temos de
tomar decisões coletivas que se ordenam à salvaguarda do criado e à
manutenção das condições gerais que permitam a evolução seguir seu curso
ainda aberto.

A revolução possível em tempos de globalização

A causa principal da crise social se prende à forma como as
sociedades modernas se organizaram no acesso, na produção e na distribuição
dos bens da natureza e da cultura. Essa forma é profundamente desigual,
porque privilegia as minorias que detêm o ter, o poder e o saber, sobre
as grandes maiorias que vivem do trabalho. Em nome de tais títulos se
apropriam de maneira privada dos bens produzidos pelo empenho de todos.
Os laços de solidariedade e de cooperação não são axiais, mas o
são o desempenho individual e a competitividade, criadores permanentes de
apartação social com milhões e milhões de marginalizados, de excluídos
e de vítimas.
A raiz do alarme ecológico reside no tipo de relação que os humanos,
nos últimos séculos, entretiveram com a Terra e seus recursos: uma relação
de domínio, de não reconhecimento de sua alteridade e de falta de cuidado
necessário e do respeito imprescindível que toda alteridade exige.
O projeto da tecnociência, com as características que possui hoje,
só foi possível porque, subjacente, havia a vontade de poder e de estar
sobre a natureza e não junto dela, porque se destruiu a consciência de uma
grande comunidade biótica, terrenal e cósmica, na qual se encontra inserido
o ser humano, juntamente com os demais seres.
Essa constatação não representa uma atitude obscurantista em face
do saber científicotécnico, mas uma crítica ao tipo de saber científico-técnico
e à forma como ele foi apropriado dentro de um projeto de dominium mundi.
Este implica a destruição da aliança de convivência harmônica entre
os seres humanos e a natureza, em favor de interesses apenas utilitaristas
e parcamente solidários. Não se teve em conta a subjetividade, a autonomia
e a alteridade dos seres e da própria natureza.
Importa, entretanto, reconhecer que o projeto da tecnociência
trouxe incontáveis comodidades para a existência humana. Levou-nos para o
espaço exterior, criando a chance de sobrevivência da espécie Homo
sapiens/demens em caso de eventual catástrofe antropológica.
Universalizou formas de melhoria de vida (na saúde, na habitação,
no transporte, na comunicação, etc.), como jamais antes na história humana.
Desempenhou, portanto, uma função libertadora inestimável. Hoje,
entretanto, a continuação desse tipo de apropriação utilitarista e
anti-ecológica poderá alcançar limites intransponíveis e daí
desastrosos. Atualmente, para conservar o patrimônio natural e cultural
acumulados, devemos mudar. Se não mudarmos de paradigma civilizatório,
se não reinventarmos relações mais benevolentes e sinergéticas com a
natureza e de maior colaboração entre os vários povos, culturas e religiões,
dificilmente conservaremos a sustentabilidade necessária para realizar
os projetos humanos, abertos para o futuro e para o infinito.
Para resolver esses três problemas globais, dever-se-ia, na verdade,
fazer uma revolução também global. Entretanto, assim nos parece, o tempo
das revoluções clássicas, havidas e conhecidas, pertence a outro tipo de
história, caracterizada pelas culturas regionais e pelos estados-nações.
Para tal revolução global, far-se-ia necessária uma ideologia
revolucionária global, com seus portadores sociais globais que tivessem
tal articulação, coesão e tanto poder que fossem capazes de se impor a
todos. Ora, tal situação não é dada nem possivelmente
dar-se-á aproximamente. E os problemas gritam por um encaminhamento,
pois sem ele poderemos ir de encontro ao pior. A saída que muitos
analistas propõem e que nós assumimos - é a razão de nosso texto, é
encontrar uma nova base de mudança necessária. Essa base deveria
apoiar-se em algo que fosse realmente comum e global, de fácil compreensão
e realmente viável. Partimos da hipótese de que essa base deve ser ética,
de uma ética mínima, a partir da qual se abririam possibilidades de
solução e de salvação da Terra, da humanidade e dos desempregados estruturais.

Nessa linha dever-se-á, pois, fazer um pacto ético, fundado não tanto na
razão ilustrada, mas no páthos, vale dizer, na sensibilidade humanitária
e inteligência emocional expressas pelo cuidado, pela responsabilidade
social e ecológica, pela solidariedade generacionista e pela compaixão,
atitudes estas capazes de comover as pessoas e movê-las para uma nova
prática histórico-social libertadora. Urge uma revolução ética
mundial.

Tal revolução ética deve ser concretizada dentro da nova situação
em que se encontram a Terra e a humanidade: o processo de globalização
que configura um novo patamar de realização da história e do próprio
planeta. Nesse quadro, deve emergir a nova sensibilidade e o novo
éthos, uma revolução possível nos tempos da globalização.

Por éthos, entendemos:

O conjunto das inspirações, dos valores e dos princípios que
orientarão as relações humanas para com a natureza, para com a
sociedade, para com as alteridades, para consigo mesmo e para com o
sentido transcendente da existência: Deus.
Como veremos ao longo de nossas reflexões, esse éthos não nasce
límpido da vontade, como Atena nasceu toda armada da cabeça de Júpiter.
Mas toda ética nasce de uma nova ótica. E toda nova ótica irrompe a
partir de um mergulho profundo na experiência do Ser, de uma nova percepção
do todo ligado, religado em suas partes e conectado com a Fonte originária
donde promanam todos os entes.

BOFF, Leonardo. Éthos mundial. Rio de Janeiro: Editora Sextante, 2000.







172 comentários:

  1. esse texto fala sobre a necessidade de uma ética mundial fundada em consensos mínimos, como o fim da miséria e um pacto de convívio e harmonia entre as pessoas e a sociedade.
    Então ethos é o conjunto das inspirações humanas para com a natureza, para sociedade e acreditando em um ser maior Deus.

    SOCIOLOGIA/FILOSOFIA
    Renan n°29 1°A MANOEL FERREIRA DE LIMA
    Luciano n°23 1°A MANOEL FERREIRA DE LIMA

    ResponderExcluir
  2. nome:vitor e joanderson,n°35e16,ano:1°A escola estadoal ferreira de lima

    Se éthos O conjunto das inspirações, dos valores e dos princípios que
    orientarão as relações humanas para com a natureza, para com a
    sociedade.
    Logicamente que necessitamos de criar um novo éthos, até porque na verdade o equilíbrio, natureza, homem foi quebrado pelo próprio homem.
    A partir daí e para suprir suas necessidades desenfreadas de capitalismo, (modismo, consumismo, tecnologia, conforto), o homem buscou no sacrifício da natureza a compensação para a sua ganância mesmo sabendo que a destruição da natureza seria a sua própria destruição, mesmo assim o homem não parou de inventar em nome do progresso, mesmo colocando a própria espécie em extinção.
    Esse processo chamamos de poder e de ter, única fonte de energia que move o homem.
    Sendo ele capitalista imediato, não consegue ver o futuro, até porque não pertence a ninguém, ao homem capitalista só existe o agora o hoje. O futuro é muito tempo e passado está muito atrás.
    Esses concepção ou modelo de mundo, refletido e debatidos por uns, mostrando o destruição da vida e conseqüente apontando soluções , nunca levado a sério pelos países desenvolvidos com certeza está destinado a terminar.
    mas a questão é qual será a novo éthos, que modelo a ser seguido, pode haver harmonia homem natureza, poderemos evoluir ou pensar em progresso sem destruir.

    ResponderExcluir
  3. " Ethos " é o modo de pensar de um povo,esse texto retrata o que nós estamos fazendo contra a natureza,más também retrata o que nós poderíamos fazer para ajudar nosso planeta daqui em diante.
    O que nós podemos fazer para ajudar o nosso planeta ex: economizar água, reciclar papéis, vidro, plástico, lâmpadas, as pilhas, etc...

    Nomes:Igor,Matheus
    n°:16,31
    Série: 1°B
    Escola:Manoel Ferreira de Lima

    Saudação Al vi verde Professor =)

    ResponderExcluir
  4. Como diz o texto os três grandes problemas do mundo são a crise social, a crise do sistema e a crise ecológica
    Para podermos resolver esses três grandes problemas precisamos nos unir e procurar soluções inovadoras e deixar as diferenças de lado para podermos todos pensarmos de um mesmo jeito para podermos salvar o planeta e salvar a humanidade do consumismo e dessa auto destruição que está acabando com o planeta e com todos os seres vivos.
    Então o éthos é tudo o que nós precisamos se unir para poder tentar salvar o mundo e salvar a nós mesmo
    Escola Manoel Ferreira de Lima 2°ano A
    Vinícius Corrêa Dagnone n°48
    Jacson Renan Legramante de Melo n°16

    ResponderExcluir
  5. A humanidade chegou há um ponto de grande desenvolvimento, conseguimos façanhas muitas vezes antes impensáveis, entretanto este conhecimento estas riquezas são usufruídos por poucos ,apenas aqueles que o possuem.
    De maneira irresponsável e inconsequente, abusamos dos recursos naturais , simplesmente para faturar,ganhar dinheiro,não se pensa na comunidade em um todo ,hoje se age apenas de modo que traga beneficio a si próprio ,
    Pelos meios de comunicação ,somos obrigados a acreditar que precisamos de coisas tão supérfluas totalmente desnecessárias só para atender padrões .Pessoas na África: passam fome enquanto multinacionais faturam milhões.É preciso a construção de novos valores, um dos principais ,o do respeito ;respeito a comunidade em que vive; o respeito a natureza e principalmente o respeito a si mesmo

    Escola Manoel Ferreira de Lima
    Acacio Vaz chimenes n°:01 Série A
    Luciano Acosta Risalde n :4

    ResponderExcluir
  6. O texto fala sobre as éticas que deveríamos viver hoje, hoje em dia não existe uma sociedade que viva em paz uns com os outros.
    Deveríamos criar hoje novos éthos porque o equilíbrio da natureza o próprio homem acabou... Se as pessoas pensassem pouco mais elas iriam se esforçar para ter um planeta melhor, mais organizados, poucas pessoas que percebem que isso só depende da nossa colaboração, e se juntar, porque muitos problemas do planeta pode ser resolvidos se todos se unissem.


    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima 1° B
    Talita Matos Krul N°: 39
    Elisangela Souza N°: 09

    ResponderExcluir
  7. A humanidade chegou há um ponto de grande desenvolvimento, conseguimos façanhas muitas vezes antes impensáveis, entretanto este conhecimento estas riquezas são usufruídos por poucos ,apenas aqueles que o possuem.
    De maneira irresponsável e inconsequente, abusamos dos recursos naturais , simplesmente para faturar,ganhar dinheiro,não se pensa na comunidade em um todo ,hoje se age apenas de modo que traga beneficio a si próprio ,
    Pelos meios de comunicação ,somos obrigados a acreditar que precisamos de coisas tão supérfluas totalmente desnecessárias só para atender padrões .Pessoas na África: passam fome enquanto multinacionais faturam milhões.É preciso a construção de novos valores, um dos principais ,o do respeito ;respeito a comunidade em que vive; o respeito a natureza e principalmente o respeito a si mesmo

    Escola Manoel Ferreira de Lima
    Acacio Vaz chimenes n°:01 Série A
    Luciano Acosta Risalde n :44

    ResponderExcluir
  8. A ética mundial há vários problemas globais,ou seja, várias crises:a crise social que esta relacionada com a tecnologia,a informatização que esta sendo apropriada de forma desigual.Já a crise do sistema de trabalho eles tornam os trabalhadores descartáveis excluindo entre as sociedades mundias.Por fim a crise ecológica que é uma grave ameaça de
    desequilíbrio ecológico que estamos sofrendo,como os organismos vitais que serão
    lesados que são no entanto: os climas, as águas potáveis, a química dos solos,
    e as sociedades humanas.
    Para melhoria de nossas vidas, devemos contribuir com o nosso planeta, o ambiente onde vivemos, formando assim um mundo melhor.


    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Helen Daiara Palomares Nº22 Série:3ºA

    ResponderExcluir
  9. Três problemas suscitam a urgência de uma ética mundial:
    a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise
    ecológica, todas de dimensões planetárias.
    Com o avanço tecnológico e com as industrias trocando mão-de-obra pelas máquinas se forma um grupo de excluídos e desempregados e trocados pelas as máquinas.
    Humanidade destrói os recursos naturais prejudicando cada vez mais a si própria,e cada comunidade hoje em dia não tem paz.
    A causa principal da crise social se prende à forma como as
    sociedades modernas se organizaram no acesso, na produção e na distribuição
    dos bens da natureza e da cultura. Essa forma é profundamente desigual,
    porque privilegia as minorias que detêm o ter, o poder e o saber, sobre E os problemas gritam por um encaminhamento,
    pois sem ele poderemos ir de encontro ao pior. A saída que muitos
    analistas propõem e que nós assumimos - é a razão de nosso texto, é
    encontrar uma nova base de mudança necessária.
    as grandes maiorias que vivem do trabalho.
    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima 1°B
    Alunas:Caroline Lopes Coppeti N°08
    Hozana Vargas Garcia N°15

    ResponderExcluir
  10. Nomes: Mayana Kelly Pereira Rodrigues, Regina Silva Cardozo
    Nº: 33 e 37
    Série: 1ºB
    Matutino
    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima


    Resumo

    Urgência de um éthos mundial: o éthos mundial de que precisamos
    Boff, 2000
    Três problemas estão pedindo socorro!
    Primeira crise social: Com o avanço da tecnologia, robotização e a informatização têm uma riqueza muito grande, mais tem um, porém esses avanços tecnológicos vêm com uma desigualdade muito grande aprofunda ainda mais os fossos existentes ricos e pobres.

    Segunda crise do trabalho: a tecnologia, robotização e informatização estão tirando o lugar da espécie humana, e a sociedade estão ficando sem serviço. Hoje em dia as tecnologias, estão muito avançadas, maquinas e computadores estão fazendo o trabalho das pessoas, por isso estão sem serviço.

    Terceira crise ecológica: A humanidade com sua ganância de maquinas mortas, tecnologias avançadas, pode causar grandes danos irreparáveis á biosfera , e acabar com as condições de vida na terra ,nos vivemos um desequilíbrio ecológico enorme , pode afetar nossas águas potáveis ,a química dos solos ,os microorganismos e as sociedades.
    Então nós todos juntos poderemos reverter esta situação, tentando dar equilíbrio á terra, com detalhes simples por exemplo :não desperdiçar água , não jogar lixo nos rios, não queimar lixos, etc...

    ResponderExcluir
  11. A humanidade tem se desenvolvido de uma forma surpreendente, mas por outro lado, essa evolução trouxe graves problemas. A tecnologia é um exemplo disso, que acaba aumentando as diferenças entre ricos e pobres através das condições sociais de uma sociedade, ou seja, muitas pessoas não podem adquirir um produto pela sua baixa condição social, enquanto outros podem aquirir muitos deles. Isso é a desigualdade social.
    Outro problema causado pela evolução do Homem é o desrespeito pelo meio ambiente, que com medidas simples poderiam ser reversos.
    Por isso, as nossas atitudes e ações deveriam ser repensadas, mudadas, e quem sabe assim mudar o mundo.

    ResponderExcluir
  12. Nomes: Silvio Eduardo da Rocha Pereira, Vinicius Limonge Penaio
    Nº: 38, 41
    Série: 1ºB
    Matutino
    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima


    Resumo


    Urgência de um éthos mundial: o éthos mundial de que precisamos
    Boff, 2000

    Três problemas suscitam a urgência de uma ética mundial: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica, todas de dimensões planetárias.

    Em primeiro lugar, a crise social. Os indicadores são notórios e não precisamos aduzi-los. A mudança da natureza da operação tecnológica, mediante a robotização e a informatização, propiciou uma produção fantástica de riqueza. Ela vem apropriada, de forma altamente desigual, por grandes corporações transnacionais e mundiais que aprofundam ainda mais o fosso existente entre ricos e pobres. Essa acumulação é injusta, porque pessimamente distribuída. Os níveis de solidariedade entre os humanos decaíram aos tempos da barbárie mais cruel.

    Tal fato suscita um fantasma aterrador: uma bifurcação possível dentro da espécie humana.

    Por um lado, estrutura-se um tipo de humanidade opulenta, situada nos países centrais, que controla os processos científico-técnicos, econômicos e políticos e é o oásis dos países periféricos onde vivem as classes aquinhoadas. Todos esses se beneficiam dos avanços tecno-científicos, da biogenética e da manipulação dos recursos naturais e vivem em seus refúgios por cerca de 120/130 anos, tempo biológico de nossas células. Por outro, a velha humanidade, vivendo sob a pressão de manter um status de consumo razoável ou simplesmente na pobreza, na marginalização e na exclusão. Esses, os deserdados e destituídos, vivem como sempre viveu a humanidade e alcançam no máximo a média de 60-70 anos de expectativa de vida.

    Em segundo lugar, a crise do sistema de trabalho: as novas formas de produção cada vez mais automatizadas dispensam o trabalho humano; em seu lugar, entra a máquina inteligente. Com isso, destroem-se postos de trabalho e tornam-se os trabalhadores descartáveis, criando um imenso exército de excluídos em todas as sociedades mundiais.

    Tal mudança na própria natureza do processo tecnológico demanda um novo padrão civilizatório. Haverá desenvolvimento sem trabalho. A grande questão não será o trabalho – esse no futuro poderá ser o luxo de alguns – mas o ócio. Como passar de uma sociedade de pleno emprego para uma sociedade de plena atividade que garanta a subsistência individual? Como fazer com que o ócio seja criativo, realizador das virtualidades humanas? Libertado do regime assalariado a que foi submetido pela sociedade produtivista moderna, especialmente capitalista, o trabalho voltará à sua natureza original: a atividade criadora do ser humano, a ação plasmadora do real, o demiurgo que transporá os sonhos e as virtualidades presentes nos seres humanos em práticas surpreendentes e em obras expressivas do que seja e do que pode ser a
    criatividade humana. Estamos preparados para esse salto de qualidade rumo à plena expressão humana?

    Em terceiro lugar, emerge a crise ecológica. Os cenários também são de amplo conhecimento, divulgados não apenas por reconhecidos institutos de pesquisa que se preocupam com o estado global da Terra, mas também pela própria Cruz Vermelha Internacional e por vários organismos da ONU. Nas últimas décadas, temos construído o princípio da autodestruição. A atividade humana irresponsável em face da máquina de morte que criou pode produzir danos irreparáveis à biosfera e destruir as condições de vida dos seres humanos. Numa palavra, vivemos sob uma grave ameaça de desequilíbrio ecológico que poderá afetar a Terra como sistema integrador de sistemas.

    ResponderExcluir
  13. Bom a partir do inicio das revoluções que vêem acorridos em nosso mundo , as pessoas só conseguem pensar em si próprio e visar só o capitalismo da sociedade,acabam esquecendo da desigualdade que se encontra a sociedade e o mundo em si,pensam em si próprio e acabam contribuindo para a decadência da humanidade.É preciso que as pessoas comecem a enxergar os verdadeiros fatos que estão acontecendo em nossa humanidade,para que possam ajudara fazer melhorias no mundo em geral.O mundo está se acabando,por que as pessoas não queiram saber de atos comunitários e de melhorias para nossa humanidade não pensam em ecologia mas só em destruição e acabar com tudo que a natureza nos dá,esquecem de pessoas que estão passando fome.Não ligam para os avisos que a natureza está dando a nós como os acontecimentos catastróficos,enchentes, furacões,tornados e etc...E ficam sentados sem nem mover um "palha",e nem mudam seus hábitos para uma vida melhor.HÁ única solução para que esses acontecimentos mude desde de problemas econômicos a ambiental,é preciso que haja uma revolução global principalmente de conscientização ambiental e humanitária para que aconteça algo diferente em nosso mundo principalmente novos pensamentos.


    nome:Rafael franco e Wilian trindade n° 34/42
    série:3°ano A escola Manoel ferreira de lima

    ResponderExcluir
  14. O mundo está cada vez tendo sua tecnologia mais avançada mas, ela se dá de uma forma desigual, não é toda população que tem acesso a ela e como consequência desse avanço a mão de obra humana está sendo substituída por maquinas o que provavelmente ira causar um caos no futuro.Com o avanço dessas tecnologias quem sai mais prejudicado é o meio ambiente pois, ele está cada vez se degradando mais o que é meio estranho pois nos os seres humanos mesmo estamos meio que nos destruindo porque sem o meio para vivermos, as plantas, a água seria quase impossível a vida na terra.
    A desigualdade no mundo em que vivemos é muito grande e é sempre a minoria que recebe os maiores benefícios.
    Todos se preocupam em novos jeitos para viver uma vida mais confortável, gostamos das tecnologias que facilitam nossa vida, mas, estamos esquecendo o principal, o meio ambiente é como se tivéssemos uma escolha a fazer a vida confortável ou o meio ambiente e é aonde muitas pessoas optam pela comodidade e acabam destruindo nossa natureza, parece não perceber que sem ela nós teríamos vida e tanta tecnologia assim não adiantaria pra nada.

    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Nome: Bruna Aristimunha Costa N°: 07 3°Ano A Matutino

    ResponderExcluir
  15. Nomes: Jéssica Patricia e Larissa Micheli
    Nº: 17 e 20
    1° B
    Escola Estadual Manuel Ferreira de Lima

    URGÊNCIA DE UM ÉTHOS MUNDIAL: O ÉTHOS MUNDIAL DE QUE PRECISAMOS.
    Os problemas estão em todas as dimensões planetárias.
    Existem três problemas que com o passar dos anos só se agravam.
    O primeiro é a crise social, com o avanço das tecnologias, as empresas vão trocando a mão de obra humana pela robotização, assim as diferenças sociais só aumentam entre ricos e pobres.
    Em segundo é a crise do sistema do trabalho, que com toda essa tecnologia as novas formas de produção dispensam cada vez mais o trabalho humano, e no lugar entram maquinas. Com isso haverá desenvolvimento sem trabalho.
    Em terceiro é a crise ecológica que aumenta cada vez mais, pois com tantas empresas o meio ambiente vai poluindo, e pior que as pessoas nem se importam com isso, só querem saber de ganhar dinheiro e nem se preocupam com o estado global da terra.
    Os seres humanos estão auto se destruindo, com atividades irresponsáveis acabam causando danos irreparáveis na natureza.
    Só resta uma opção, ou cuidamos do nosso planeta ou acabamos de destruí-lo,
    Essa decisão tenque ser tomada por todos. Ainda há tempo.

    ResponderExcluir
  16. o texto fala que a humildade chegou há um ponto de grande desenvolvimento,pois conseguimos façanhas muitas vezes antes impensáveis, entretanto este conhecimento ,estas riquezas da vida são usufruídos por poucos, apenas aquele que o possuem.Dessa forma o texto afirma que as éticas que deveríamos viver hoje, hoje em dia não existe uma sociedade que viva em paz uns com os outros. A humanidade tambem tem se desenvolvido de uma forma bem surpeendente ,mas tambem por outro lado, essa evolução tem causado graves problemas. ex:A tecnologia,porque acaba aumentando as diferenças entre ricos e os pobres atravez das condiçoes sociais de uma sociedade, com isso muitas pessoas não podem adquirir um produto pela sua baixa condição social, enquanto outros podem adquirir muitos deles.
    Isso é a desigualdade que ocorre em alguns lugares,sendo assim a minha crítica séria por essa desigualdade que sempre acontece em qualquer lugar do mundo.

    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Nome:Renata Correia Barbosa
    N°:36
    Ano:2°A

    ResponderExcluir
  17. O texto se refere sobre novas tecnologias eo desenvolvimento dos países. Sobre a exploração de recursos naturais.
    Nessas ultimas décadas foram desenvolvidas novas tecnologias como (telefones, computadores e etc.) com esse desenvolvimento foi possível ultrapassar as barreiras impostas anteriormente só que as pessoas sópensão em si mesmas como na exploração recursos naturais que existem em nosso planeta, um dia esses recursos podem acabar e para as gerações futuras poderem usufruir dos mesmos recursos teríamos que mudar o nosso pensamento sobre a sociedade e as pessoas que estão nela, pensar mais nos outros do que em nos mesmos assim teremos uma sociedade completamente diferente .
    Com as novas inovações tecnológicas acaba ocorrendo o desemprego pelo fato da tecnologia abranger vários setores da economia como as fabricas q usam mais a robótica do que a mão de obra humana isso faz cm que exista um numero maior de pobres e desempregados criando uma diferença cada vez maior para as classes altas (ricos).
    Nome:Walfrides Corrêa , Eduardo dos Santos
    Serie 2°A
    N° 49 e 10
    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima

    ResponderExcluir
  18. Hoje em dia a muitas desigualdades sociais e com isso a muitas riquezas que poucos podem usufruir pois não é todos que conseguem um bom serviço para se esbalda com tanta riqueza tem pessoas que lutam todo dia para ganhar o pão de cada dia.
    Ha Três problemas que necessita de urgência de uma ética mundial: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica, todas
    de dimensões planetárias.
    Crise social seria a desigualdade social que seria ricos e pobres.
    A crise do sistema de trabalho seria as formas de como se trabalha mudança dos trabalhos braçais por maquinas inteligentes e com isso muitos trabalhadores ficam desempregados.
    A crise ecológica :divulgados não apenas por reconhecidos institutos de pesquisa que se preocupam com o estado global da Terra, mas também pela própria Cruz Vermelha Internacional e por vários organismos da ONU. Nas últimas décadas, temos construído o princípio da autodestruição a muitos anos a tento muitas mudanças na natureza muitos fenômenos diferentes.

    Escola Estadual Manoel Ferreira de lima
    Nomes:Diana Martinez Paiva n°08
    Eluizi BamBerg nº11
    Serie :2º ano A

    ResponderExcluir
  19. BOM prfessor esse texto é bem claro e objetivo ele coloca e mostra que um desses problemas globais esta a cise social onde a mudança da natureza da operação tecnológica, mediante a robotização e a informatização, propiciou uma produção fantástica de riqueza. Essa acumulação é injusta, porque pessimamente distribuída. Os níveis de solidariedade entre os humanos decaíram aos tempos de barbárie mais cruel.E também nessas ultimas décadas a tecnologia esta cada vez mais se sobresaindo onde ja inventaran varios tipos eletrodomésticos e aparelhos eletônicos cada um com utilidades do que o outro.A crise do sistema de trabalho seria as formas de como se trabalha mudança dos trabalhos braçais por maquinas inteligentes e com isso muitos trabalhadores ficam desempregados pela maneira de que as máquinas estão tomando o lugar dos homens.

    NOMES: LEONE CLEITON Nº25; KELNIN GEOVANI Nº23
    2 ANO ´´A`` MATUTINO .ESCOLA ESTADUAL MANOEL FERREIRA DE LIMA
    VALEU PROFESSOR!!!

    ResponderExcluir
  20. BOM prfessor o texto acima relata e mostra que as desigualdades sociais e os problemas globais,sociais estão se sobresaindo cada vez mais em nossa vidas ,por exemplo o desemprego que agora como vai aparecendo as maquinas mas ninguem pensa que por outro lado muitas pessoas vão ficar desempregadas, A saída que muitos
    analistas propõem e que nós assumimos - é a razão de nosso texto, é
    encontrar uma nova base de mudança necessária. Essa base deveria
    apoiar-se em algo que fosse realmente comum e global, de fácil compreensão
    e realmente viável. Partimos da hipótese de que essa base deve ser ética,
    de uma ética mínima, a partir da qual se abririam possibilidades de
    solução e de salvação da Terra, da humanidade e dos desempregados estruturais.
    Outro problema sério é homem ,por que ele não esta nem ai no que esta fasendo, ele desmata ,ele polui,se for falar de todos os problemas causados pelo homem vamos ficar horas e horas.É isso professor, VALEU!!!

    NOMES:LEONE CLEITON Nº25; KELVIN GEOVANI Nº23.
    2º ANO ´´A`` MATUTINO ESCOLA ESTADUAL MANOEL FERREIRA DE LIMA.

    ResponderExcluir
  21. A tecnologia é hoje parte inerente da vida do ser humano de modo que não conseguimos nos ver separados dela. Muitas vezes concebemos a nós mesmos como complexas máquinas físico-químicas com um cérebro, que pode ser comparado a um potente e complicado computador. Porém devemos estar alerta quanto a reduzirmo-nos a um simples objeto da técnica, ou vincular a realização de nossos sonhos e a resposta a nossas angústias aos avanços tecnológicos.
    Na nossa ânsia para alcançar o progresso tecnológico, não levamos em conta suas implicações sociais relacionadas aos hábitos, percepções, conceitos, limites morais, políticos e individuais. Passamos por cima de algumas questões de suma importância tais como a fome mundial, a degradação do meio ambiente, as armas nucleares que ameaçam destruir toda a vida do planeta e, mais forte que nunca, a manipulação genética.
    Estes são alguns dos aspectos que nos levam a perceber a premência de refletirmos sobre a utilização da ciência e da tecnologia, para podermos realizar escolhas tendo como referências os valores ‘humanos’. Enquanto pertencentes a um país dependente, que faz uso de tecnologias transferidas sem uma adequação à realidade nacional, intensifica-se, em nós, essa necessidade.
    Assim sendo, desencadeamos reflexões sobre as interferências da tecnologia no desenvolvimento da sociedade brasileira buscando possibilidades de socialização de seus resultados, sejam eles positivos ou negativos. Com a visão de que o desenvolvimento tecnológico leva-nos diretamente ao desenvolvimento social fomos progressivamente vinculando o desenvolvimento humano aos avanços tecnológicos deixando de considerar os desvios que ocorrem. Cegamo-nos às diversas implicações negativas desse processo de desenvolvimento passando a perceber apenas o que de positivo prometem trazer os avanços tecnológicos.
    Um interessante problema de nossos tempos é que estivemos adormecidos voluntariamente através do processo de reconstrução das condições da existência humana, não percebendo que o desenvolvimento tecnológico, não favorece a satisfação das expectativas no tocante às necessidades humanas, ao contrário, o padrão consiste em ajustar as necessidades humanas ao que a ciência e a tecnologia produzem.
    No final da década de 60 e início de 70 as idéias e pressuposições, até então irrestritamente favoráveis aos benefícios sociais decorrentes do desenvolvimento tecnológico, começaram a ser questionados nos países desenvolvidos como reação aos reflexos negativos da tecnologia sobre a natureza.
    Será que será preciso a mãe natureza, nos ensinar por meio de sua revolta, que todos nós precisamos ceder em prol de uma existência equilibrada?
    Será que será preciso inúmeras catástrofes, já anunciadas pelos cientistas, para que todos entendam que nós precisamos encontrar um caminho e alternativas, bem como novas formas de sobrevivência, diante do esgotamento da atual forma de vida?
    Uma coisa é certa: a natureza é a fonte de energia de todos nós e se ela se desequilibra, conseqüentemente, todos nós nos desequilibramos. Este desequilíbrio é físico, mental, emocional e espiritual. O homem, como animal que é, também necessita da natureza para viver e não pode se furtar de uma discussão acerca de seu comportamento perante ela.
    Algumas pessoas já chegaram ao cúmulo de pensar em viagens espaciais para encontrar um novo planeta para morar. Poderá ser uma alternativa, mas se em outro planeta instalarem o mesmo modelo de exploração, também haverá o esgotamento dos seus recursos.
    Outros nem se preocupam, sob o argumento que não viverão o suficiente para assistir o desequilíbrio total. Este tipo é o mais egoísta de todos, ou seja, eu vou viver bem os que vêm depois de mim, que dêem um jeito.

    ESCOLA ESTADUAL MANOEL FERREIRA DE LIMA

    ALUNOS : ALBERT DANILO IBARRA ROMERO 02
    ANDRE ASSIS EBERHARDT 03

    3ºANO A E.M

    ResponderExcluir
  22. Nomes: Karina França e Tamara Hadlich
    N: 20 e 46
    2 ano A
    Matutino
    escola manoel ferreira de lima


    Com esse avanço a humanidade chegou há um grande ponte de desenvolvimento.
    O mundo está cada vez tendo sua tecnologia mais avançada mas, ela se dá de uma forma desigual, não é toda população que tem acesso a ela e como consequência desse avanço a mão de obra humana está sendo substituída por maquinas o que provavelmente ira causar um caos no futuro.
    Em terceiro é a crise ecológica que aumenta cada vez mais, pois com tantas empresas o meio ambiente vai poluindo, e pior que as pessoas nem se importam com isso, só querem saber de ganhar dinheiro e nem se preocupam com o estado global da terra.

    ResponderExcluir
  23. Nome= Bruna Pedro Fernandes Dos Santos nº 09
    Ketelen Freitas Dos Anjos nº 25 3º A
    Escola Manoel Ferreira de Lima

    Hoje em dia há muitas desigualdades sociais.
    Três problemas suscitam a urgência de uma ética mundial: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica, todas de dimensões planetárias.
    Em primeiro lugar, a crise social.Ela vem apropriada, de forma altamente desigual, por grandes corporações transnacionais e mundiais que aprofundam ainda mais o fosso existente entre ricos e pobres.
    Em segundo lugar, a crise do sistema de trabalho: as novas formas de produção cada vez mais automatizadas dispensam o trabalho humano; em seu lugar, entra a máquina inteligente. Com isso, destroem-se postos de trabalho e tornam-se os trabalhadores descartáveis, criando um imenso exército de excluídos em todas as sociedades mundiais.
    Em terceiro lugar, emerge a crise ecológica.A atividade humana irresponsável em face da máquina de morte que criou pode produzir danos irreparáveis à biosfera e destruir as condições de vida dos seres humanos. Numa palavra, vivemos sob uma grave ameaça de desequilíbrio ecológico que poderá afetar a Terra como sistema integrador de sistemas.

    ResponderExcluir
  24. Segundo o filósofo Leonardo Boff o Ethos Mundial surge da necessidade de se preservar o planeta à partir de medidas tomadas com base na ética por toda a humanidade.Os principais problemas a serem enfrentados são a crise social, ecológica e do sistema de trabalho.

    A crise social vem como conseqüência direta do desenvolvimento econômico, agravando a desigualdade, pois a forma como é distribuída e produzida os recursos naturais e econômicos é totalmente desigual. A crise ecológica tem como causa a exploração do ser humano e a falta de preservação, apesar de ser amplamente divulgadas as conseqüências da falta de interesse na preservação ambiental a sociedade ainda não aprendeu que podem se produzir danos irreparáveis à biosfera e destruir as condições de vida. A crise do sistema de trabalho é produto da substituição da mão de obra humana por máquinas durante o processo de produção de grandes empresas transnacionais.

    A solução seria se promover a busca através dos conhecimentos humanos - moral e ética, a saída dessa situação de degradação do planeta.

    Nomes: Anita Diana Rocha Figuerôa nº 04

    Fabiane Korb Tshiedel nº 15

    3º Ano "A"

    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima

    S

    ResponderExcluir
  25. Nome: Klayton Ferreira Cabreira Nº 46 3ª Ano
    "A"

    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima



    O mundo está dividido em várias classes socias, nas
    quais, há muita desigualdade entre elas.

    Sendo assim à três problemas que sugerem a urgência de
    uma ética mundial.

    A primeira é a crise social. O mundo está mudando, está
    se modernizando com novas tecnologias. Com isso, a um grande aumento de
    desigualdade entre as corporações mundias.

    Em segundo, está a crise do sistema de trabalho. Com o
    aumento das tecnologias, os trabalhadores estão perdendo seu postos para as
    máquinas. O que os torna "descatáveis".

    Em terceirom emerge a crise ecológica. Com as novas
    tecnologias que os humanos criaram, podem produzir danos irreparáveis a terra.
    Destruindo as condições de vida dos seres humanos na terra. Todos os organismos vitais serão lesados
    como por exemplo, os climas, as águas potáveis, entre outros.

    Se Queremos continuar vivendo em um mundo melhor, devemos
    tomar decisões para tentar salvar o mundo em que vivemos.

    ResponderExcluir
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  27. Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Nome: Amanda Sanabria nº02
    Ana Flávia Gomes Figueiredo nº 03

    O texto fala sobre uma divisão de classes sociais,digamos que é um resumo de todas as divercidades que exitem,como cultura...


    O mundo está dividido em várias classes socias, nas
    quais, há muita desigualdade entre elas.

    Sendo assim à três problemas que sugerem a urgência de
    uma ética mundial.

    A primeira é a crise social. O mundo está mudando, está
    se modernizando com novas tecnologias. Com isso, a um grande aumento de
    desigualdade entre as corporações mundias.

    Em segundo, está a crise do sistema de trabalho. Com o
    aumento das tecnologias, os trabalhadores estão perdendo seu postos para as
    máquinas. O que os torna "descatáveis".

    Em terceirom emerge a crise ecológica. Com as novas
    tecnologias que os humanos criaram, podem produzir danos irreparáveis a terra.
    Destruindo as condições de vida dos seres humanos na terra. Todos os organismos vitais serão lesados
    como por exemplo, os climas, as águas potáveis, entre outros.

    Se Queremos continuar vivendo em um mundo melhor, devemos
    tomar decisões para tentar salvar o mundo em que vivemos.

    ResponderExcluir
  28. Um dos grandes problemas do nosso mundo é o problema social. A desigualdade social vem aumentando muito, e a ajuda entre as pessoas dimunuindo. O mundo é dividido em duas partes: os países ricos e bem sucedidos que controlam toda a tecnologia e economia do mundo, e do outro os paises, que vivem na desigualdade e exclusão. E depois vem a tecnologia roubando o lugar do trabalho humano nas industrias onde o homem é substituido por maquinas sendo assim excluido. Com toda essa evolução dos "grandes paises", os paises pobres vão ficado para trás, pois não estão preparados pra isso, ou melhor, nao tem condições. Analisando também o problema ecológico, vemos que o próprio ser humano é que destrói o seu meio, é o único ser vivo que faz isso. Como diz o texto, o planeta é o nosso coração, mas mesmo assim, não temos a consciência de cuidar dele. e a Terra para se defender buscará um novo equilíbrio e isso trará serias consequências para as nossas vidas. O Ser humano sempre se achou superior a nautreza, querendo dominá-la, porém acabou por destrui-la. O "mundo científico" tomou o lugar da natureza, e passou a ser a preferência dos humanos. Porém, ainda temos tempo de concertar esses problemas, precisamos mudar o noso jeito de ver o mundo, dar mais valor as coisas simples. União é um dos grandes passos, temos que ter ética, princípios, responsabilidade, devemos ser sensíveis, fazer uma revolução. E Não somente salvar a Terra, mais sim salvar a nós mesmos, a Humanidade. Não devemos esquecer que nós e a natureza fomos criados por Deus e devemos nos amar e respeitar.

    ESCOLA MANOEL FERREIRA DE LIMA
    JAIME MARTINS CARDOSO Nº23
    NAIARA HELENA KUHN Nº 32
    3ºA - MATUTINO

    ResponderExcluir
  29. Bem vivemos numa humanidade em que cada pessoa só se preocupa com si própria.
    A partir dos séculos conseguimos varias conquistas tecnológicas, mais como tudo tem seu preço. Com isso quem sofre é a natureza que a cada dia é destruída. Abusamos da natureza para obter riquezas e mais riquezas, não pensamos se isso vai ou não beneficiar os outros, só em nós mesmos.
    Precisamos de ética, coisa que é rara hoje em dia... As pessoas vivem num padrão, acham que precisam de coisas que nem irão utilizá-las. Temos que ter consciência e nos unirmos para reerguer nosso planeta que a cada dia é destruído por nossa falta de ética...
    Precisamos de um novo éthos... Precisamos de mais união entre nós
    Aluna: TÁLITA LAYANA Série:3°"A" Turno:Matutino
    ESCOLA ESTADUAL MANOEL FERREIRA DE LIMA

    ResponderExcluir
  30. Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Nome :Deivid, Aguilheira 1° ano c
    Professor :Sebastião


    Problemas globais, soluções globais
    Em primeiro lugar, a crise social. Os indicados são notadas e não
    precisamos apresentar provas.A mudança da natureza aprimorar a tecnológica,
    propiciou uma produção ajudou o homem para fantástica vida de riqueza . Ela vem apropriada, de forma altamente desigual,
    por grandes corporações transnacionais e mundiais que aprofundam ainda
    mais a diferencia existente entre ricos e pobres. Esse pensamento é
    injusto. O fato faz nascer um fantasma terrivel: de bifurcação possível dentro
    da espécie humana. Por um lado, estrutura-se um tipo de humanidade
    engrandecer, situada nos países centrais, que controla os processos
    técnico-científicos, econômicos e políticos .Todos esses se
    beneficiam dos avanços tecno-científicos, da biogenética e da manipulação
    dos recursos naturais e vivem em seus refúgios por cerca de 120/130 anos,
    tempo biológico de nossas células. Por outro, a velha humanidade, vivendo
    sob a pressão de manter um status de consumo razoável ou simplesmente na
    pobreza, na marginalização e na exclusão. Estes, os deserdados e destituídos,
    vivem como sempre viveu a humanidade e alcançam no máximo a média de
    60-70 anos de vida.
    Em segundo lugar, a crise do sistema de trabalho: as novas formas de
    produção cada vez mais automatizadas dispensam o trabalho humano; em
    seu lugar, entra a máquina inteligente. Ou seja homem é substituído pelas maquinas .

    Tal mudança natureza do processo tecnológico ajudaram a população a ter um
    padrão civilizado.

    Em terceiro lugar, emerge a crise ecológica. Os cenários também são
    de um grande conhecimento, divulgados não apenas por reconhecidos
    institutos de pesquisa que se preocupam com o estado global da Terra,
    e também se se mantem alerta com a saúde. A atividade humana irresponsável em face da máquina de morte que criou
    pode produzir danos irreparáveis à biosfera e destruir as condições de vida dos
    seres humanos na Terra.

    A revolução possível em tempos de globalização

    A causa principal da crise social se prende à forma como as
    sociedades modernas se organizaram no acesso, na produção e na distribuição
    dos bens da natureza e da cultura
    O projeto da tecnologia, com as características que possui hoje,
    só foi possível porque, teve muito trabalho , havia a vontade de poder e de estar
    sobre a natureza e não junto dela. Com isso o homem nem se preocupou com a natureza.

    Comentário: Gostei, achei legal por que agora sabemos que a tecnologia
    ajuda e também atrapalha.Acho que podia ter alguns vídeos sobre o assunto exemplos,comparações etc ...

    ResponderExcluir
  31. Éthos mundial
    Os grandes problemas planetários: primeiro crise social, ex.. É preciso que as pessoas comecem a enxergar os verdadeiros fatos que estão acontecendo em nossa humanidade, para que possam ajudara fazer melhorias no mundo em geral.O mundo está se acabando,por que as pessoas não queiram saber de atos comunitários e de melhorias para nossa humanidade não pensam em ecologia mas só em destruição e acabar com tudo que a natureza nos dá,esquecem de pessoas que estão passando fome.

    Segundo, a crise do sistema de trabalho: as tecnologias do mundo está muito avançada, e com isso a substituição de homens por máquinas é cada vez maior e o desemprego aumenta.

    Terceiro, crise ecológica: Com o avanço dessas tecnologias quem sai mais prejudicado é o meio ambiente pois, ele está cada vez se degradando mais o que é meio estranho pois nos os seres humanos mesmo estamos meio que nos destruindo porque sem o meio para vivermos, as plantas, a água seria quase impossível a vida na terra. De maneira irresponsável e inconsequente, abusamos dos recursos naturais , simplesmente para faturar,ganhar dinheiro,não se pensa na comunidade em um todo ,hoje se age apenas de modo que traga beneficio a si próprio. Por isso devemos cuidar cada vez mais do nosso planeta, aliás ele está em nossa mãos!



    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima 1° A
    Jaqueline Godoy Rios N°: 15
    Camila Maldonado de Oliveira N°: 06

    ResponderExcluir
  32. Este texto fala sobre a necessidade de uma ética mundial fundada com cosensos minimos com o fim da mkiseria e um pacto de convivio e harmonia entre as pessoas a sociedade.
    E para podermos fesolver os tres problemas do mundo citados no texto,precisamos nos unir e ir em busca de uma solução,deixando as diferenças de lado e vivermos paz uns com os outros.
    Para a mrlhoria do nossa vida deveriamos contribuir com o nossoo planeta ou seja onde vivemos,nos concientizando de cuidar do é nosso,para que assim formamos um mundo melhor.
    Então ethos é o conjunto das inspirações humanas para que a natureza e a sociedade possam acreditar que existe um ser maior DEUS.

    Escola Manoel Ferreira de Lima
    Nome:Ana Claudia,Franciele 42,11
    Professor:Sebastão
    Série:1anoB-Matutino

    ResponderExcluir
  33. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  34. O texto retrata das pessoas que só pensam como se familiarizar com as tecnologias, de colocar essas tecnologias no vida humana, e não pensam que com isso pode acontecer a exclusão de pessoas, não poderem trabalhar porque não sabem mexer nas tecnologias que surgem, por isso ocorrem a falta o desemprego, a falta de ética entre cidadãos, com isso também ocorrem as mudanças da natureza , que são as crises ecológicas, aonde desequilibra totalmente a ecologia e a culpa de tudo isso somos nós "seres humanos" !
    éthos - são as relações humanas para com a natureza.

    E.E. Manoel Ferreira de Lima
    Nome: Stefani Arce Nº 44
    Profº Sebastião Faustino
    2ºano "A" matutino

    ResponderExcluir
  35. Urgência de um éthos mundial: o éthos mundial de que precisamos
    Boff, 2000

    Três problemas suscitam a urgência de uma ética mundial:
    a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise
    ecológica, todas de dimensões planetárias.

    A crise social

    As classes sociais estão cada vez mais desiguais, e as pessoas pensando cada vez mais em si próprias, não pensando no próximo e nem no futuro, destruindo a natureza e desperdiçando água e etc.

    A crise do sistema de trabalho.

    Os seres humanos estão cada vez mais perdendo espaço para as máquinas no mercado de trabalho, tendo que se aperfeiçoar para poderem manter-se no mercado de trabalho, estando sempre de olho nas novas tecnologias e tentando aprende-las para poderem usá-las ao seu favor no mercado de trabalho.

    A crise ecológica.

    Com o descuido dos seres humanos pelo meio ambiente, as catástrofes naturais estão cada vez mais comum no mundo inteiro chuvas em excesso, mudanças climáticas, efeito estufa, entre outros.


    Escola Estadual Manoel Ferreira De Lima
    Nomes: Antonio Arce Neto, Lucas Portilho Esteche
    Números: 04, 27
    Série: 2º ano “A”

    ResponderExcluir
  36. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  37. Bom o texto fala um pouco sobre :O propri de co-responsabilidade por nossa existencia como espécie e como planete se queremos continuar a aventura terrenal e cosmica temos de tomar decisões coletivas que se ordenam as salvaguarda do criadoe á manuntenção das condições gerais que permitam a evolução seguir seu curso ainda aberto.A revolução possivel em tempos de globalizaçãoem nome de metais titulos se apropriam de maneira privada dos bens produzidos pelo empenho de todos.Os laços de solidariedade e de cooperação não são axiais,maso o são o desempenho individual ea copetividade criadores e permanentes de apartação social com milhões e milhões de marginalizados,de excluidos e de vitimas. A reiz do alarme ecológico reside no tipo de relação que os humanos nos ultimos séculos,entreviveram com a terre e seus recursos:Uma relação de dominio.de não reconhecimento de sua alteridade e de falta de cuidado necessário e de respeito imprecindivel que toda alteridade exige.o projeto da tecnociencia com as caracteristica que possui hoje, só foi possivel porque,subjacente,havia a vontade de poder e de estar sobre a natureza e não junto dela,porque se destruiu a consciêcia de uma grade comunidade biótica,terrenal e cósmica,na qual se encontra inserido o ser humano,juntamento com os demais seres.niversalizou formas de melhorias(nA SAÚDE,Na Habitação,No transporte ,Na comunicação,etc.),como jamais antes na história humana.
    Nomes:kassia mara martins lopes/cris mariela fernandes mendonça.
    N°=21/08
    Ano= 1ºC
    Escola:manoel.F.Lima

    ResponderExcluir
  38. Leonardo Boff no livro Ethos Mundial incita um repensar de valores da humanidade como um todo.Segundo o autor, somente com um consenso mínimo do que seriam atitudes éticas, o planeta Terra conseguiria amparar tal desenvolvimento. Um diálogo global seria o ponto de partida para se chegar a este consenso, capaz de ampliar as chances de recuperação dos diversos estágios de degradação que o planeta passa hoje. O homem, como parte dessa imenso organismo que é a Terra (Gaia), deveria atentar para a criação de um conceito universal, calcado em premissas de uma sociedade justa e solidária, quase sejam: justiça social, respeito ao meio ambiente, tolerância às diferenças religiosas, entre outros.A solidariedade é colocada como premissa para uma humanidade mais justa, pois o homem enquanto ser social, depende instintivamente de sua coletividade, e ao depender do outro, criam-se vínculos que podem ser bem ou mau manipulados por quem detém certas vantagens sobre os demais, constituindo-se aí o inicio da exploração, seja do homem ou do ambiente como um todo.Propõe ainda uma questão, seriam a espiritualidade e a mística as detentoras das respostas para esse novo Ethos mundial? Fica claro que as diversas denominações religiosas estão em acordo quando pregam o amor e a paz, de diferentes formas, mas com um mesmo fim. Entretanto, o homem deturpa os conceitos, e coloca sua infinita intolerância no sentido de buscar encontrar uma só verdade.A obra estimula a busca por uma verdade, que seja planetária, capaz de transformar a sociedade hostil de hoje em um mundo em paz, com respeito, justiça e harmonia social e ambiental.Propõe a discussão de uma teoria ética mundial, um Ethos, baseado nos diversos conhecimentos humanos e capa de minimizar o processo de destruição imposto pelos seres humanos ao nosso planeta, gerando uma nova postura global de interação entre seres humanos e o grande ambiente, a Terra. Busca trabalhar conceitos de Ética e Moral, através de uma visão planetária, trabalhando dentro de um ambiente só, dois pensamentos distintos, o da burgue- sia e o do proletariado, com suas diferenças impactantes de conceitos, porém sem ditar uma norma geral como sendo certo ou errado em qualquer um deles. Assim, saindo da distinção destes dois conceitos, propõe uma ética mundial, uni-versal, capaz de abranger conceitos como justiça social, respeito à natureza, de- mocracia, política e religião entre outros ramos de conhecimento capazes de fundamentar um principio básico para o desenvolvimento sustentável do planeta. O autor traz ainda uma breve descrição da Carta da terra, proposta na ECO92, no Rio de Janeiro, e que mais tarde se consolidou como um documento universal, composto de princípios imprescindíveis para um desenvolvimento ótimo do pla-neta Terra. Em suma, a obra induz a uma reflexão sobre o estagio de desenvolvimento da Terra e chama a atenção para dificuldades que o planeta vai encontrar caso não sejam revistos os métodos utilizados para obtenção deste desenvolvimento, e propõe a união de esforços em prol de uma humanidade mais justa, solidária e em paz.
    E.E. Manoel Ferreira de Lima
    Alunas : Geovana Ferreira de Souza,Mayne Mollmann de Souza
    Nº: 18 E 31
    Série: 3º ano A

    ResponderExcluir
  39. Um Èthos é baseado nos diversos conhecimentos humanos e capa de minimizar o processo de destruição imposto pelos seres humanos ao nosso planeta, gerando uma nova postura global de interação entre seres humanos e o grande ambiente,a Terra. Busca trabalhar conceitos de Ética e Moral, através de uma visão planetária, trabalhando dentro de um ambiente só, dois pensamentos distintos,o da burguesia e o do proletariado, com suas diferenças impactantes de conceitos porém sem ditar uma norma geral como sendo certo ou errado em qualquer um deles. Assim,saindo da distinção destes dois conceitos, propõe uma ética mundial,universal,capaz de abranger conceitos como justiça social respeito à natureza,democracia,política e religião entre outros ramos de conhecimento capazes de fundamentar um principio básico para o desenvolvimento sustentável do planeta.


    E.E Manoel Ferreira de Lima
    Profº:Sebastião
    Nomes:Carlos R.Esquivel,Thales Antônio
    Números:07,33
    Ano:1°"C"

    ResponderExcluir
  40. nomes: Debora e Ticiane :D 1°A

    Se éthos O conjunto das inspirações, dos valores e dos princípios que
    orientarão as relações humanas para com a natureza, para com a
    sociedade.
    Logicamente que necessitamos de criar um novo éthos, até porque na verdade o equilíbrio, natureza, homem foi quebrado pelo próprio homem.
    A partir daí e para suprir suas necessidades desenfreadas de capitalismo, (modismo, consumismo, tecnologia, conforto), o homem buscou no sacrifício da natureza a compensação para a sua ganância mesmo sabendo que a destruição da natureza seria a sua própria destruição, mesmo assim o homem não parou de inventar em nome do progresso, mesmo colocando a própria espécie em extinção.
    Esse processo chamamos de poder e de ter, única fonte de energia que move o homem.
    Sendo ele capitalista imediato, não consegue ver o futuro, até porque não pertence a ninguém, ao homem capitalista só existe o agora o hoje. O futuro é muito tempo e passado está muito atrás.
    Esses concepção ou modelo de mundo, refletido e debatidos por uns, mostrando o destruição da vida e conseqüente apontando soluções , nunca levado a sério pelos países desenvolvidos com certeza está destinado a terminar.
    mas a questão é qual será a novo éthos, que modelo a ser seguido, pode haver harmonia homem natureza, poderemos evoluir ou pensar em progresso sem destruir.

    ResponderExcluir
  41. Nomes : Franciely e Milena 1°A

    O texto fala sobre as éticas que deveríamos viver hoje, hoje em dia não existe uma sociedade que viva em paz uns com os outros.
    Deveríamos criar hoje novos éthos porque o equilíbrio da natureza o próprio homem acabou... Se as pessoas pensassem pouco mais elas iriam se esforçar para ter um planeta melhor, mais organizados, poucas pessoas que percebem que isso só depende da nossa colaboração, e se juntar, porque muitos problemas do planeta pode ser resolvidos se todos se unissem.

    ResponderExcluir
  42. O mundo esta em alerta.
    A crise social,cresce com o desenvolvimento da tecnologia e a robotização os empresários estão trocando os operários por maquinas.A humanidade está se tornando descartáveis e cresce a crise, a classe media sem estuda não consegue acompanhar e desenvolver os seus trabalhos .A separação ou a divisão são totalmente desigual,o governo ter que investir em cursos profissionalizantes ,para não aumentar a desigualdade entre ricos e pobres.
    A humanidade deve lutar pelos seus direitos, pois existe uma divisão de espécie humana opulenta situada nos países centrais que controla o avanço da tecnologia,economia e política e os países periféricos onde vivem as classes operarias . A humanidade lutar e trabalhar para ter seus direitos garantidos estudando e fazendo cursos, para ter um salários dignos e ter uma vida razoável, lutar e não entrar na pobreza, marginalização e na exclusão.A expectativa de vida para quem não luta de 60 a 70 anos.
    A crise no sistema, com avanço da tecnologia,pessoas sendo trocadas por maquinas, a margem de desemprego aumentou, com isso o desenvolvimento cresce sem trabalho , os governantes sendo pressionado pela humanidade gera cursos profissionalizantes e estudos juntos as empresas com isso a sociedade fazer parte das atividades que garante a subsistência individual e a ter uma salário digno.
    A crise ecológica, o meio ambiente esta sendo arrasado pelas maquinas e a tecnologia existe no mundo. A humanidade ajuda com isso, pois no mundo de hoje os valores sobre a natureza estão se acabando.E o que a humanidade faz, nada,os pesquisados e ambientalista lutam pelo mundo melhor. Com tanta tecnologia espalhada, isso ameaça o desequilíbrio ecológica.A natureza e como um coração, se ele é afetado os demais órgãos serão levados: os climas, água potável, a química dos solos , os microrganismo e a sociedade com a sua saúde e também o planeta com seus cósmicos poderá desaparecer.
    No mundo temos pessoas que estudam para ajudar o próximo, a tecnologia que envolve a ciência, cresce as vacinas, remédios tratamentos e doenças impossíveis de seres tratados , temos que interagir com o mundo atual, valorizar e cuidar , a natureza da gritos de socorro poderemos ir de encontro ao pior.
    A humanidade e sociedade tem a direito e dever de impedir que esse problema aumente


    Escola Manuel Ferreira de lima
    Profº:Sebastião
    Nomes:Maxine Messa , Maira Messa
    Números:31, 29
    Ano:2°"A"

    ResponderExcluir
  43. Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Nomes:Gilmara;Luana Niagata;
    Nº:13;22
    Série:1º"B"

    Ethos, na Sociologia, é uma espécie de síntese dos costumes de um povo.[1] O termo indica, de maneira geral, os traços característicos de um grupo, do ponto de vista social e cultural, que o diferencia de outros. Seria assim, um valor de identidade social.
    A palavra ethos tem origem grega e significa valores, ética, hábitos e harmonia. É o "conjunto de hábitos e ações que visam o bem comum de determinada comunidade". Ainda mais especificamente, a palavra ethos significava para os gregos antigos a morada do homem, isto é, a natureza. Uma vez processada mediante a atividade humana sob a forma de cultura, faz com que a regularidade própria aos fenômenos naturais seja transposta para a dimensão dos costumes de uma determinada sociedade.Embora constitua uma criação humana, tal expressão normativa pode ser simplesmente observada, como no caso das ações por hábito, ou refletida a partir de um distanciamento consciente.

    ResponderExcluir
  44. Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Nome :Rafael Lang, Gabriel. 1° ano B
    Professor :Sebastião

    O texto fala sobre vários assuntos e um deles é que a tecnologia ajuda e atrapalha, ajuda porque o trabalho é mais rápido o serviço é melhor etc. A parte que atrapalha é que pessoas que necessitam desse trabalho vão ficar desempregados porque seus patrões vão preferir a Mao de obra mecanizada que o serviço é melhor do que a Mao de obra humana.
    Precisamos de ética, coisa que é rara hoje em dia. As pessoas vivem num padrão, pensam que vão precisam de coisas que não irão utilizá-las. Temos que ter consciência e nos unirmos para melhorar o nosso planeta que a cada dia é destruído por nossa falta de ética. O mundo está dividido em várias classes sociais, nas
    quais, há muita desigualdade entre elas. Sendo assim à três problemas que sugerem a urgência de
    uma ética mundial.
    A primeira é a crise social. O mundo está mudando, está
    se modernizando com novas tecnologias. Em terceiro emerge a crise ecológica. Com as novas
    tecnologias que os humanos criaram, pode produzir danos irreparáveis a terra.
    Pouco a pouco o ser humano vai sendo substituído pelas maquinas e o pior sem perceber isso quando se der conta vai ser tarde de mais. Esta certa que a Mao de obra mecanizada é melhor e mais pratica mais rápida na produção como na colheita da cana antes o serviço era feito manualmente pelos bóias frias e hoje é colhida por maquinas que é mais rápido e não tem queimadas.
    Concluindo a Mao de obra robotizada tem os dois lados o bom e o ruim, depende do ponto de vista.

    ResponderExcluir
  45. Nomes:Késsia e Letícia... n° 20 e 21...
    1°ano "A"... Escola: Mamoel Ferreira de lima...
    Prof°: Sebastião Faustino...
    "URGêNCIA DE UM ÉTHOS MUNDIAL"
    Bom,esse texto fala muito sobre o meio ambiente nos devemos cuidar mais do nosso meio ambiente.Esse texto diz que nosso meio ambiente esta sendo destruido hoje em dia temos muitas tecnologias que acaba ajudando mais ainda a destruir o nosso meio ambiente. No texto retrata um dos Três problemas suscitam a urgência de uma ética mundial:
    a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica, todas de dimensões planetárias.
    Em primeiro lugar, a crise social. Os indicadores são notórios e não precisamos aduzilos. A mudança da natureza da operação tecnológica,mediante a robotização e a informatização, propiciou uma produção fantástica de riqueza.
    Em segundo lugar, a crise do sistema de trabalho:as novas formas de produção cada vez mais automatizadas dispensam o trabalho humano;em seu lugar, entra a máquina inteligente. Com isso, destroem-se postos de trabalho e tornam-se os trabalhadores descartáveis, criando um imenso
    exército de excluídos em todas as sociedades mundiais.Em terceiro lugar, emerge a crise ecológica. Os cenários também são de amplo conhecimento, divulgados não apenas por reconhecidos institutos de pesquisa que se preocupam com o estado global da Terra, mas também pela própria Cruz Vermelha Internacional e por vários organismos da ONU. Nas últimas décadas, temos construído o princípio da autodestruição.
    A atividade humana irresponsável em face da máquina de morte que criou pode produzir danos irreparáveis à biosfera e destruir as condições de vida dos
    seres humanos na Terra. Numa palavra, vivemos sob uma grave ameaça de desequilíbrio ecológico, que poderá afetar a Terra como sistema integrador
    de sistemas. Ela é como um coração. Todos os demais organismos vitais serão lesados: os climas, as águas potáveis, a química dos solos, os microorganismos e as sociedades humanas.
    Nos devemos cuidar mais da nossa sociedade...

    ResponderExcluir
  46. "URGÊNCIA DE UM ETHOS MUNDIAL "

    São Três problemas que causam tanto a urgência de uma ética mundial:

    A crise social – os indicadores são notórios, a mudança da natureza da operação
    tecnológica, mediante a robotização e a informatização, propiciou uma produção
    fantástica de riqueza. Ela vem de forma altamente desigual, por grandes corporações
    transnacionais e mundiais que aprofundam ainda mais o fosso existente entre ricos e
    pobres. Essa acumulação é injusta, porque pessimamente distribuída. Os níveis de
    solidariedade entre os humanos decaíram aos tempos de barbárie mais cruel.

    A Crise do Sistema de Trabalho – as novas formas de produção cada vez mais
    automatizadas dispensam o trabalho humano; em seu lugar, entra a máquina
    inteligente. Com isso, destroem-se postos de trabalho e tornam-se os trabalhadores
    descartáveis, criando um imenso exército de excluídos em todas as sociedades
    mundiais.
    Tal mudança na própria natureza do processo tecnológico demanda um novo padrão
    civilizatório. Haverá desenvolvimento sem trabalho. A grande não será o trabalho –
    esse no futuro será luxo de alguns -, mas o ócio. Como passar de uma sociedade de
    pleno emprego para uma sociedade de plena atividade que garanta a subsistência
    individual?

    A Crise Ecológica – nas últimas décadas, temos construído o princípio da
    autodestruição. A atividade humana irresponsável produziu danos irreparáveis a
    biosfera e a condições de vida dos seres humanos na terra. Vivemos sob uma grave
    ameaça de desequilíbrio ecológico que poderá afetar a terra como sistema integrador
    de sistemas. Os climas, as águas potáveis, a química dos solos, os microorganismos,
    as sociedades humanas. A sustentabilidade do planeta, urdida em bilhões de anos de
    trabalho cósmico, poderá desfazer-se. A terra buscará novo equilíbrio que,
    seguramente, acarretará uma devastação fantástica de vidas. Tal princípio de
    autodestruição convoca urgentemente outro: o princípio de co-responsabilidade por
    nossa existência como espécie e como planeta.

    Isso tudo ocorre porque A causa principal da crise social se prende à formação como as sociedades modernas
    se organizam no acesso, na produção e na distribuição dos bens da natureza e da
    cultura. Essa forma é profundamente desigual, por que privilegia as minorias que
    detêm o ter, o poder e o saber sobre as grandes maiorias que vivem do trabalho; em
    nome de tais títulos se apropriam de maneira privada dos bens produzidos pelo
    empenho de todos. Os laços de solidariedade e de cooperação não são axiais, mas o
    são o desempenho individual e a competitividade, criadores permanentes de apartação
    social com milhões de marginalizados, de excluídos e de vítimas.

    Nome:Wilson,deivid
    série:2°A
    n°:50,07
    Prof°:Sebastião
    Escola:Estadual manoel ferreira de lima

    ResponderExcluir
  47. Nomes: Efraim, Vicente Junior.. nº 36,37
    1 ano C
    Escola: Manoél Ferreira De Lima
    Profº: Sebastião Faustino

    Três problemas que sucitam "A urgência de uma Ética Mundial"

    Em primeiro lugar: "A crise Social"
    O texto fala que por um lado, estrutura-se um tipo de humanidade opulenta, situada nos países centrais, que controla os preocessos técnico-econômico e políticos e é o Oásis dos países periféricos. Ou seja, todos esses se beneficiaram dos avanços técno-ciêntifico da biogenética dos recursos naturais e vivem em seus refúgios cerca de 120/130 anos. A velha humanidade vive na pobreza e alcançam o máximo 60-70 anos de vida.

    Em segundo lugar: "A crise do Trabalho"
    No futuro o trabalho será mais difícil, pelo fato de processos tecnológico e em lugar do trabalho humano haveram máquinas inteligente. Vai ser difícil passar uma sociedade de plena atividade que garante a subsistência individual.

    Em terceiro lugar:
    Ele faz uma critica aos ciêntistas que está prejudicando a convivência do ser humano com a natureza. Hoje a técnologia está muito avançada, os ciêntistas estão facilitando as coisas e co isso a natureza sofre. A continuação desse tipo de apropiação ultilitarista e anti-ecológica, poderá alcançar limites intransponiveis e dai desastrosos, ou seja, prejucaria nosso planeta.
    A saida que os analistas propõe é de nós assumimos e encontrarmos uma nova base de mudânça necessária, talvez essa seja a possibilidade de soluão e salvação da Terra. Essa solução deve ser ética e concretizada dentro da situação em que se encontram a Terra e a Humanidade

    ResponderExcluir
  48. Urgência de um éthos mundial: o éthos mundial de que precisamos
    Boff, 2000

    O texto fala de pessoas que só pensam em se familiarizar a tecnologia, de colocar as tecnologias na sua vida, e não pensam que com isso pode acontecer a exclusão de pessoas, não poderem trabalhar porque não sabem mexer nas novas tecnologias , por isso ocorre a falta de desemprego, a falta de ética entre as pessoas, com isso ocorrem também mudanças na natureza , que são as crises ecológicas, onde desequilibra totalmente a ecologia
    Os seres humanos estão cada vez mais perdendo espaço para as máquinas no mercado de trabalho, tendo que se aperfeiçoar para poderem manter-se no mercado de trabalho
    Ethos, na Sociologia, é uma espécie de síntese dos costumes de um povo

    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Alunas:
    Gessica Cristina n°15
    Jaqueline Fuchs n°18
    2° ano A

    ResponderExcluir
  49. Escola:Manoel ferreira de Lima.
    Nome:Mayara Braga Fabricio.
    N:32.
    2ano A.
    "URGÊNCIA DE UM ETHOS MUNDIAL"

    O texto fala sobre os Três problemas suscitam a urgência de uma ética mundial: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica, todas de dimensões planetárias.
    A crise social=As classes sociais estão cada vez mais desiguais, e as pessoas pensando cada vez mais em si próprias, não pensando no próximo e nem no futuro, destruindo a natureza e desperdiçando água e etc.
    A crise do sistema de trabalho=Os seres humanos estão cada vez mais perdendo espaço para as máquinas no mercado de trabalho, tendo que se aperfeiçoar para poderem manter-se no mercado de trabalho, estando sempre de olho nas novas tecnologias e tentando aprende-las para poderem usá-las ao seu favor no mercado de trabalho.
    A crise ecológica=Com o descuido dos seres humanos pelo meio ambiente, as catástrofes naturais estão cada vez mais comum no mundo inteiro chuvas em excesso, mudanças climáticas, efeito estufa, entre outros. È ISSO AII BASTIÃOO. =D

    ResponderExcluir
  50. esse texto fala sobre a necessidade de uma ética mundial fundada em consensos mínimos, como o fim da miséria e um pacto de convívio e harmonia entre as pessoas e a sociedade . E ETHOS significa: o "conjunto de hábitos e ações que visam o bem comum de determinada comunidade". Ainda mais especificamente, a palavra ethos significava para os gregos antigos a morada do homem, isto é, a natureza , e a uma espécie de síntese dos costumes de um povo. O termo indica, de maneira geral, os traços característicos de um grupo, do ponto de vista social e cultural, que o diferencia de outros. Seria assim, um valor de identidade social.

    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima.
    Nomes: Marlon Gauna e Luana Cezar.
    N°: 52 e 27.
    1°D Noturno.

    ResponderExcluir
  51. aqui é abordado três temas nas quais cuja esses são de extrema importâcia,a nossa comunidade,a nossa sociedade é muito egoista só pensa em seu bem estar ñ compreendendo que a natureza é a nossa base de vida sem ela ñ conseguimos ir pra frente,a necessidade de estar em um sistema de que todos devem seguir um padrão onde a tecnologia toma conta e a crise ecológica que ñ é novidade mais parece que ñ
    a muito impacto em nós mesmo ñ conseguimos entender ou até mesmo levar a serio o meio ambiente o que é o problema...
    o éthos é como se fosse a origem de tudo,ou seja,onde coseguimos parar e refletir no que deve ser feito sensatamente e achar uma solução para os males que nos cercam...
    uma solução seria pararmos e refletirmos tudo o que fazemos com nós mesmo e com o mundo a nossa volta nos juntarmos pela mesma causa,só que isso parece cadavez mais longe de se acontecer...

    filosofia/sociologia
    2°A

    Karina franco gonçalves n°21
    Leticia Alves Alén n°26

    ResponderExcluir
  52. Ethos, na Sociologia, é uma espécie de síntese dos costumes de um povo. O termo indica, de maneira geral, os traços característicos de um grupo, do ponto de vista social e cultural, que o diferencia de outros. Seria assim, um valor de identidade social.
    Em primeiro lugar, a crise social. A mudança da natureza da operação tecnológica,
    mediante a robotização e a informatização, propiciou uma produção
    fantástica de riqueza. Ela vem apropriada, de forma altamente desigual,
    por grandes corporações transnacionais e mundiais. Os níveis de solidariedade
    entre os humanos decaíram aos tempos da barbárie mais cruel.
    Tal fato suscita um fantasma aterrador: uma bifurcação possível dentro
    da espécie humana. Por um lado, estrutura-se um tipo de humanidade
    opulenta, situada nos países centrais, que controla os processos
    técnico-científicos, econômicos e políticos e é o oásis dos países
    periféricos onde vivem as classes aquinhoadas. Por outro, a velha humanidade, vivendo
    sob a pressão de manter um status de consumo razoável ou simplesmente na
    pobreza, na marginalização e na exclusão.
    Em segundo lugar, a crise do sistema de trabalho: as novas formas de
    produção cada vez mais automatizadas dispensam o trabalho humano; em
    seu lugar, entra a máquina inteligente. Com isso, destrói-se postos de
    trabalho e tornam-se os trabalhadores descartáveis. Tal mudança na própria natureza do processo tecnológico demanda um novo padrão civilizatório. Haverá desenvolvimento sem trabalho. Como passar de uma sociedade de pleno
    emprego para uma sociedade de plena atividade que garanta a subsistência
    individual? Estamos preparados para esse salto de qualidade rumo à plena expressão humana?
    Em terceiro lugar, emerge a crise ecológica. Os cenários também são
    de amplo conhecimento, divulgados não apenas por reconhecidos
    institutos de pesquisa que se preocupam com o estado global da Terra,
    mas também pela própria Cruz Vermelha Internacional e por vários
    organismos da ONU. Ela é como um coração. Todos os demais organismos vitais serão
    lesados: os climas, as águas potáveis, a química dos solos, os microorganismos
    e as sociedades humanas. Se quisermos continuar a aventura terrenal e cósmica, temos de
    tomar decisões coletivas que se ordenam à salvaguarda do criado e à
    manutenção das condições gerais que permitam a evolução seguir seu curso
    ainda aberto.
    Por éthos, entendemos: O conjunto das inspirações, dos valores e dos princípios que
    orientarão as relações humanas para com a natureza, para com a
    sociedade, para com as alteridades, para consigo mesmo e para com o
    sentido transcendente da existência.

    Sociologia/Filosofia
    Prof. Sebastião Faustino
    Alunas: Beatriz, Simone N°: 41,31 1°A

    ResponderExcluir
  53. Um dos grandes problemas é a crise social, a desigualdade e a falta de solidariedade entre as pessoas. Com os avanços da técnologia o homem está perdendo seu valor no mercado de trabalho, pois com a invenção das máquinas, o trabalho braçal foi substituído pelas fábricas que antes o utilizavam. Isso pode gerar um caos no futuro, pois grande número de pessoas não vão ter acesso a cursos técnicos que ensinem a usar essas máquinas, gerando muitos desempregados.Bem, esses avanços também estão provocando muitas alterações negativas no nosso planeta, como o aquecimento global. Mas a maioria das pessoas não estão vendo os sinais que a natureza está dando, e continuam levando suas vidas de um jeito que acham confortável, e não veem que estão poluindo o mundo, e a situação está piorando cada vez mais.
    Para mudarmos esse problema, é preciso uma Revolução na humanidade, uma reformulação das atitudes e da forma de pensar dos seres humanos, procurar meios de poluir menos, acabar com as desigualdades sociais, oferecer mais benefícios a pessoas mais necessitadas, parar de pensar no benefício próprio e dar mais atenção a ecologia do nosso meio ambiente, para que possamos viver em um mundo melhor.
    Alunas: Larissa Borges e Myrelle Ricart
    E. E. Manoel Ferreira de Lima
    1º C

    ResponderExcluir
  54. Escola:Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Nome:Josevaldo Infran Silva
    N:38
    Serie:1 ano "C"

    Bom o texto obra Ethos Mundial, do teólogo e filosofo Leonardo Boff, fala sobre a discussão conceitos relevantes no sentido da criação de uma unidade planetária, de uma visão unificada do planeta Terra como um grande organismo vivo e centro de toda a energia, a qual denomina Gaia. Neste sentido, propõe a discussão de uma teoria ética mundial, um Ethos, baseado nos diversos conhecimentos humanos e capa de minimizar o processo de destruição imposto pelos seres humanos ao nosso planeta, gerando uma nova postura global de interação entre seres humanos e o grande ambiente, a Terra. Busca trabalhar conceitos de Ética e Moral, através de uma visão planetária, trabalhando dentro de um ambiente só, dois pensamentos distintos, o da burgue- sia e o do proletariado, com suas diferenças impactantes de conceitos, porém sem ditar uma norma geral como sendo certo ou errado em qualquer um deles. Assim, saindo da distinção destes dois conceitos, propõe uma ética mundial, uni-versal, capaz de abranger conceitos como justiça social, respeito à natureza, de- mocracia, política e religião entre outros ramos de conhecimento capazes de fundamentar um principio básico para o desenvolvimento sustentável do planeta. O autor traz ainda uma breve descrição da Carta da terra, proposta na ECO92, no Rio de Janeiro, e que mais tarde se consolidou como um documento universal, composto de princípios imprescindíveis para um desenvolvimento ótimo do pla-neta Terra. Em suma, a obra induz a uma reflexão sobre o estagio de desenvolvimento da Terra e chama a atenção para dificuldades que o planeta vai encontrar caso não sejam revistos os métodos utilizados para obtenção deste desenvolvimento, e propõe a união de esforços em prol de uma humanidade mais justa, solidária e em paz.

    ResponderExcluir
  55. Ethos Mundial
    A três problemas da ética mundial a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica.
    Primeiro temos a crise social que são notários, ou seja, não precisam ser induzidas as novas tecnologias proporcionou uma nova e fantástica produção. Essas novas tecnologias estão sendo apropriado por grandes corporações transnacionais que estão aprofundando mais o foco entre os ricos e os pobres.
    Em segundo temos a crise do sistema de trabalho, com as novas tecnologias e com as maquinas inteligentes as grandes empresas dispensam o trabalho humano pelas máquinas. E assim fazem com que os trabalhadores humanos se sintam como trabalhadores descartáveis, criando uma série de desempregos.
    A crise ecológica que vem em conseqüência da crise do sistema de trabalho que não foi reconhecido por institutos de pesquisas do estado global da terra, mas também pela cruz vermelha e pela ONU. Nas ultimas décadas, temos construído o principio da autodestruição.
    As maquinas que humanos criam podem agravar danos irreparáveis a biosfera e destruir as condições de vida dos seres humanos na terra. Com todas essas novas tecnologias estamos correndo um grave risco de desequilíbrio ecológico que poderá afetas a nossa terra.
    O homem não pode simplesmente se deixar levar pela onda da globalização e perder seus valores, costumes, princípios da pregação capitalista em busca do lucro. Devemos reforçar nossas relações, nos interagir cada vez mais e de uma forma mais saudável para que possamos, enfim, viver nesse Bem-Comum.
    Quando se fala em ética, estamos nos referindo ao bem comum, que pode ser explicado pelo acesso de todos aos bens básicos e o direito de todos ao reconhecimento, ao respeito e à convivência pacífica e solidária, não ao individualismo que vem sendo instaurado e imposto pela doutrina capitalista.

    ESCOLA ESTADUAL MANOEL FERREIRA DE LIMA
    NOMES:SIDILVÂNIO ALENCAR E ALINE ORTIZ DE BRITTES
    Nº:42 E 02
    2ºANO "A" ENSINO MÉDIO MATUTINO
    PROFª: SEBASTIÃO P. FAUSTINO

    ResponderExcluir
  56. Bem, todos os problemas descritos no texto acima, é realmente o que vem acontecendo pelo nosso mundo. Infelizmente esses três fatores tem tirado de nós e da natureza seus valores. Hoje, nós pensamos em dinheiro, tecnologias, destruir a natureza para nos favorecer, etc. Pois bem, isto esta nos custando um preço que talvez não poderemos pagar, e sim sofrer. Aquilo que nos foi dado por Deus, aos nossos olhos infelizmente não tem tido nenhum valor, a natureza só esta reagindo a nós da mesma forma que tratamos ela, devemos sim utilizar um éthos como solução ate porque concordo que isso seja uma questão de ética, critério de cada ser humano. devemos pensar no próximo, buscar soluções viáveis para que todos sejam favorecidos igualitariamente, para que não aconteça o que ja nos anda acontecendo. Éthos nos parece uma solução viável para um mundo, um planeta melhor. Espero que nosso planeta não morra de desgosto porque nós seres humanos estamos estragando-o, e destruindo-o. E que sim, nós possamos salvar nosso planeta, e achar soluções adequadas para nosso problema global!
    Nome: Beatriz e Thiemily. Nº 05 e 39. 3º ano "A"
    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima.

    ResponderExcluir
  57. O quadro de problemas do nosso planeta realmente esta preocupando as pessoas que querem o melhor para nós e para a natureza. Hoje em dia não somos nós que trabalhamos mas, sim uma maquina que trabalha por nós. Exploramos a natureza, para nosso conforto, para coisas desnecessárias, entre outros. Esquecendo que assim como precisamos da natureza, ela também precisa de nós, e não estamos dando seu devido valor, perdemos o respeito para com o próximo de tal forma que nem queremos saber se ele esta bem ou não. Mas, o ser humano deve cair na real, se conscientizar, e procurar o bem de todos, éthos como uma ética pode nos auxiliar para que possamos achar uma solução boa e eficaz para nosso problema. Assim, cada ser humano entendendo o próximo e cuidando do planeta poderá ajudar e muito para podermos viver em um planeta melhor.
    Nome: Claudia e Marcia. Nº: 11 e 30. 3º ano "A".
    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima.

    ResponderExcluir
  58. ESCOLA:ESTADUAL PADRE CONSTANTINO DE MONTE
    NOME:TATIANA AMARAL DE ASSIS Nº36 2° ano B


    URGÊNCIA DE UM ÉTHOS MUNDIAL:O ÉTHOS MUNDIAL DE QUE PRECISAMOS

    o texto fala sobre Três problemas na urgência de uma ética mundial: a crise social, a crise
    do sistema de trabalho e a crise ecológica, todas de dimensões planetárias.
    A CRISE SOCIAL- O mundo está mudando, está
    se modernizando com novas tecnologias. Com isso, a um grande aumento de
    desigualdade entre as corporações mundias.
    A CRISE DO SISTEMA DE TRABALHO-No futuro o trabalho será mais difícil, pelo fato de processos tecnológico e em lugar do trabalho humano haveram máquinas inteligente. Vai ser difícil passar uma sociedade de plena atividade que garante a subsistência individual.
    A CRISE ECOLÓGICA-Com o descuido dos seres humanos pelo meio ambiente, as catástrofes naturais estão cada vez mais comum no mundo inteiro chuvas em excesso, mudanças climáticas, efeito estufa,outros. Por ethos, entendemos o conjunto das inspirações, dos valores e dos princípios que
    orientarão as relações humanas para com a natureza, para com a sociedade, para com
    as alteridades, para consigo mesmo e para com o sentido transcendente da existência.

    ResponderExcluir
  59. Nome: Jhuly Gomes , Thaiane Silva. N°.16 e 32
    1°C , Escola Manoel Ferreira de Lima .

    Se Éthos. Dos princípios que orientarão as relações humanas para com a natureza, para com a sociedade.Logicamente que necessitamos de criar um novo éthos, até porque na verdade o equilíbrio da natureza, homem foi quebrado pelo próprio homem.
    A partir daí e para suprir suas necessidades desenfreadas de capitalismo, modismo, consumismo, tecnologia, conforto, o homem buscou no sacrifício da natureza a compensação para a sua ganância mesmo sabendo que a destruição da natureza seria a sua própria destruição, mesmo assim o homem não parou de inventar em nome do progresso, mesmo colocando a própria espécie em extinção.Esse processo chamamos de poder e de ter, única fonte de energia que move o homem.Sendo ele capitalista imediato, não consegue ver o futuro, até porque não pertence a ninguém, ao homem capitalista só existe o agora o hoje. O futuro é muito tempo e passado está muito atrás.Essa concepção ou modelo de mundo, refletido e debatidos por uns, mostrando o destruição da vida e conseqüente apontando soluções , nunca levado a sério pelos países desenvolvidos com certeza está destinado a terminar,mas a questão é qual será a novo éthos, que modelo a ser seguido, pode haver harmonia homem natureza, poderemos evoluir ou pensar em progresso sem destruir.

    ResponderExcluir
  60. É a mais pura verdade temos que nos preocupar mais com o planeta,abrir os olhos para o mal que estamos fazendo.
    Temos que parar de destruir o mundo em que vivemos e começar a preserva-lo.
    E ai vamos parar de destrui-lo.
    Alunas:Jéssica Ap e Caroline Barbosa
    Escola:Estadual Maboel Ferreira de Lima
    Ano:1°ano 'B' Mat

    ResponderExcluir
  61. O texto começa apresentando a crise social no quais noticia o desenvolvimento tecnológico no ramo da robótica e informática. Com toda esa tecnologia acaba surgindo os problemas, digamos que sociais, no caso das máquinas as pessoas não tem um grau de alfabetização, de escolaridade para que possa comandar uma máquina e muitas das vezes não precisa nem da ajuda do homem e é onde começa os problemas sociais como por exemplo o desemprego de muitos.
    Não é de hoje que vem acontecendo a crise ecológica, a partir do momento em que máquinas foram inventadas e com o passar do tempo modificadas com uma tecnologia superior do que antes começa então a crise ecológica, a partir do momento que se têm uma máquina assim o ser humano não quer mais cuidar do meio ambiente, quanto mais tem, mais ele quer. Começa a destruição das florestas, animais começam a entrar em extinção e é difícil de acreditar mas nós seres humanos não conheçemos o nosso limite.
    Outro grande problema da crise social nos dias de hoje se relaciona a vários problemas que todos os países enfrentam, em especial os subdesenvolvidos. Esses países pobres tem riquezas, tem bens úteis para utilizar para que possa crescer mas não tem como explorar e é quando vem a tecnologia dos países desenvolvidos a acabam retirando a maior parte das riquezas. Muitos tem grandes riquezas, alguns estão tentando sair da pobreza e outros não tem nada além de miséria. É uma grande desigualdade social, no qual nós fazemos parte dela.
    Mas, além de tudo isso, a maioria das coisas pode ser reconstituída pelo homem mesmo, como por exemplo os costumes, os hábitos, enfim, se é recontituível possamos vencer essa crise em que nós mesmos colaboramos para que ela existisse.

    E. E. Manoel Ferreira de Lima
    Disciplina: Sociologia
    Prof°: Sebastião
    Nome: Carina Benites N° 10
    Nome: Gislaine Martins n° 19
    3° Ano "A"

    ResponderExcluir
  62. Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima .
    Alunas:Amanda Dresch n°:35,
    Jayne Martins Mendes n°:14 .
    1° Ano "C"

    "A urgência de um éthos Mundial ."

    O texto trata de Três problemas sociais de uma ética mundial.
    *Primeiro a crise social:é uma crise movida pela sociedade,ou seja,essa crise faz com que a distancia entre ricos e pobres aumente financeiramente.Também fala que a solidariedade vem caindo bastante,pois as pessoas não se preocupam mais em ajudar ao próximo.
    Pelo que eu pude entender do texto ele fala que há um tipo de humanidade que vive nos Países centrais e que esses Países controlam a economia e a política,e que a nova geração não quer mais saber de coisas baratas,ou seja,querem viver no luxo mesmo que para isso tenham que prejudicar o meio ambiente,por outro lado a velha humanidade vive economizando ou ate mesmo vive na pobreza mas tentando preservar a natureza.

    Em segundo lugar vem a crise do sistema de trabalho:esse texto relata que num futuro não muito distante trabalhadores serao trocados por maquinas inteligentes.nos chegamos a conclusão de que isso não e bom pois como um homem pobre pai de familia ira sustentar seus filhos se esta desempregado pois foi demitido e em seu lugar colocaram para trabalhar uma maquina.
    A principal causa da crise social é a forma com que a sociedade moderna se organiza.Também sabemos que ethos é o conjunto das inspirações ,dos valores e dos princípios que orientaram as relações humanas para com a natureza,para com a sociedade ,ou seja,ethos ajuda a humanidade a se relacionar com a natureza e com a sociedade .
    Em terceiro lugar esta a crise ecológica: Essa crise é gerada por atividades humanas irresponsáveis como por exemplo:O desperdiçio de água e a poluição nos rios e mares.Também fala que o nosso planeta é como um coração e todos os demais organismos vitais serão destruídos se continuarmos poluindo o nosso planeta .Precisamos tomar uma atitude enquanto ainda da tempo pois não vamos querer que novas gerações sofram com o que estamos fazendo hoje .

    ResponderExcluir
  63. O texto fala de pessoas que só pensam em se familiarizar a tecnologia, de colocar as tecnologias na sua vida, e não pensam que com isso pode acontecer a exclusão de pessoas, não poderem trabalhar porque não sabem mexer nas novas tecnologias , por isso ocorre a falta de desemprego, a falta de ética entre as pessoas, com isso ocorrem também mudanças na natureza , que são as crises ecológicas, onde desequilibra totalmente a ecologia
    Os seres humanos estão cada vez mais perdendo espaço para as máquinas no mercado de trabalho, tendo que se aperfeiçoar para poderem manter-se no mercado de trabalho
    Ethos, na Sociologia, é uma espécie de síntese dos costumes de um povo

    Escola : Manoel Ferreira de Lima.
    Nome : Bruno Lucero Sorilla.nº: 44
    seria :'' 1º ano B ''

    ResponderExcluir
  64. O texto argumenta sobre a necessidade de uma elaboração de um consenso mínimo entre as pessoas para que haja respeito mútuo. Esse consenso, ou 'éthos' básico poderá assumir diferentes feições, de acordo com cada cultura ou tradição, mas sempre com um objetivo - servir à vida, defendê-la, expandi-la e permitir que ela continue a fazer sua trajetória no universo rumo à Fonte originária de toda vida, ele descreve a existência do éthos como um deus que traz inspiração entre a natureza, a sociedade e a humanidade. Ele também argumenta que sempre há uma fonte originária onde são ligados todos entes.

    ResponderExcluir
  65. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  66. Ethos Mundial
    Ethos, na Sociologia, é uma espécie de síntese dos costumes de um povo.
    A humanidade passa por um grande momento de desenvolvimento tecnológico e econômico, no entanto tal desenvolvimento vem criando problemas de amplitude macro, como injustiças sociais, o próprio sistema de trabalho capitalista e ecológicos.Em resumo a ética mundial;a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise.Tmos que tomar decisões coletivas,para o bem de toda a sociedade.A obra estimula a busca por uma verdade, que seja planetária, capaz de transformar a sociedade hostil de hoje em um mundo em paz, com respeito, justiça e harmonia social e ambiental
    ecológica.As maquinas estão ocupando os lugares doa trabalhadores,os trabalhadores estão sendo deixados de lado devido a evolução das maquinas,e o meio ambiente afetado com tantas destuições dos seres humanos.Aconciencia das pessoas esta em decadência assim como o meio ambiente.Assim, saindo da distinção destes conceitos, propõe uma ética mundial, uni-versal, capaz de abranger conceitos como justiça social, respeito à natureza, de- mocracia, política e religião entre outros ramos de conhecimento capazes de fundamentar um principio básico para o desenvolvimento sustentável do planeta.sera que o ser humano esta com sua consciência limpa.A nossa sustentabilide esta em decadencia sera queo que estamos fazendo é o correto.enquento a vida passa, o problemas so aumentam cada dia mais,o mundo pede socorro precisamos de soluçôes rapidas.Fazer um pacto ético, fundado não tanto na
    razão ilustrada, mas no páthos, vale dizer, na sensibilidade humanitária
    e inteligência emocional expressas pelo cuidado, pela responsabilidade
    social e ecológica, pela solidariedade generacionista e pela compaixão,
    atitudes estas capazes de comover as pessoas e movê-las para uma nova
    prática histórico-social libertadora. Urge uma revolução ética
    mundial.Nos fazemos parte de um mundo vuneravel onde as pessoas pouco se importam com os problemas da sociedade em si.
    Escola Manoel Ferreira de Lima
    Nomes:Melissa ,Flaisa Naiara Nº47,17
    3ºano "A"

    ResponderExcluir
  67. Urgência de um éthos mundial: o éthos mundial de que precisamos.
    Três problemas originam a urgência de uma ética mundial: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica.
    A crise social: o mundo vem mudando com tanta tecnologia, gerando muitas riquezas para uma certa classe social e apenas uma minoria dessa riqueza para outra. Causando uma desigualdade de enormes proporções. E com tanta modernidade e egoísmo a solidariedade com o próximo vem decaindo cada vez mais.
    Com tamanha desigualdade, estrutura-se uma humanidade que controla os processos técnico-científicos, econômicos e politícos, essa sociedade vive mais por conta da biogenética e da manipulação dos recursos naturais. Por outro lado a sociedade não evoluída que vivem na exclusão e na pobreza vivem no máximo 70 anos de vida.
    Ja à crise dos sistema do trabalho: com tanta tecnologia a mão nos mundos atuais, os trabalhadores manuais estão cada vez mais perdendo lugar para as máquinas e suas tecnologias.
    Há muitas perguntas a serem respondidas em relação ao trabalho. Mas à uma em especial "Estamos preparados para tanta tecnologia? ".
    No entanto a crise ecológica existem vários orgaõs respeitados se preocupando com a nossa fauna e flora. Como a Cruz Vermelha e a O.N.U.
    Com essa falta de respeito para com a natureza, a população vive cada vez mais no meio da poluição sem perceber o risco que isso significa para o futuro da humanidade.
    Um dos problemas da sociedade é a distribuição de renda desigual.
    Com uma minoria rica que detém o poder e uma minoria vivendo na miséria.
    E com a competitividade cada vez maior, não ajuda nenhum pouco a incentivar a solidariedade. A tecnologia nos trouxe muitos bens também como uma melhora na saúde, habitação, transporte, comunicação, etc...
    Mas se as pessoas não souberem usar essa tecnologia toda a favor do planeta terá uma consequência desatrosa.
    Contudo a ética só nasce, se mudarmos nossa maneira de ver o mundo. Do contrário o fim será trágico.

    Escola Manoel Ferreira de Lima
    Alunas: Pâmela Nahiara Andrade, Jaine Cristaldo
    Nº : 34 e 17
    2ºA

    ResponderExcluir
  68.  Escola Estadual Manoel Ferreira De Lima
     NOMES: MIRLENE , SARA .
     N : 27 , 30 .
     PROF: SEBASTIÃO.
     Sociologia e filosofia .
    Resumo .

    A crise do sistema de trabalho: as novas formas de produção cada vez mais automatizadas dispensam o trabalho humano; em seu lugar, entra a máquina inteligente, Libertado do regime assalariado a que foi submetido pela sociedade produtivista moderna, especialmente capitalista, o trabalho voltará à sua natureza original: a atividade criadora do ser humano, a ação plasmadora do real, o demiurgo que transporá os sonhos e as virtualidades presentes nos seres humanos em práticas surpreendentes e em obras expressivas do que seja e do que pode ser criatividade humana emerge a crise ecológica .Nas últimas décadas, temos construído o princípio da autodestruição.

    Ela vem apropriada, de forma altamente desigual, por grandes corporações transnacionais e mundiais que aprofundam ainda mais o fosso existente entre ricos e pobres. Essa acumulação é injusta, porque pessimamente distribuída. Tal fato suscita um fantasma aterrador: uma bifurcação possível dentro da espécie humana. Numa palavra, vivemos sob uma grave ameaça de desequilíbrio ecológico que poderá afetar a Terra como sistema integrador de sistemas. A sustentabilidade do planeta, urdida em bilhões de anos de trabalho cósmico, poderá desfazer se. Tal princípio de autodestruição convoca urgentemente outro: o princípio de co-responsabilidade por nossa existência como espécie e como planeta.

    A revolução possível em tempos de globalização

    Essa forma é profundamente desigual, porque privilegiam as minorias que detêm o ter, o poder e o saber sobre as grandes maiorias que vivem do trabalho; em nome de tais títulos se apropriam de maneira privada dos bens produzidos pelo empenho de todos. O projeto da tecnociência, com as características que possui hoje, só foi possível porque, subjacente, havia a vontade de poder e de estar sobre a natureza na qual se encontra inserido o ser humano , juntamente como demais seres . Este implica a destruição da aliança de convivência harmônica entre os seres humanos e a natureza, em favor de interesses apenas utilitaristas e parcamente solidários, Levou-nos para o espaço exterior, criando a chance de sobrevivência da espécie homo sapiens/demens em caso de eventual catástrofe antropológica. Se não mudarmos de paradigma civilizatório, se não reinventarmos relações mais benevolentes e sinergéticas com a natureza e de maior colaboração entre os vários povos, culturas e religiões, dificilmente conservaremos a sustentabilidade necessária para realizar o projeto humano, aberto para o futuro e para o infinito.
    Nesse quadro, deve emergir a nova sensibilidade e o novo ethos, uma revolução possível nos tempos da globalização.
    Por ethos, entendemos o conjunto das inspirações, dos valores e dos princípios que orientarão as relações humanas para com a natureza, para com a sociedade, para com as alteridades, para consigo mesmo e para com o sentido.

    ResponderExcluir
  69. " Ethos " O conjunto das inspirações, dos valores e dos princípios que
    orientarão as relações humanas para com a natureza, para com a
    sociedade.na Sociologia, é uma espécie de síntese dos costumes de um povo.
    A humanidade passa por um grande momento de desenvolvimento tecnológico e econômico

    aluno:hamilton vargas
    n:14
    ano:1ano b

    ResponderExcluir
  70. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  71. O Ethos mundial que precisamos. Problemas globais, soluções globais Três problemas suscitam a urgência de uma ética mundial: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica, todas de dimensões planetárias. A crise social os indicadores são notórios, a mudança da natureza da operação tecnológica, mediante a robotização e a informatização, propiciou uma produção fantástica de riqueza.
    A crise social se refere ao avanço da tecnologia, robotização e a informatização têm uma riqueza muito grande, mais tem um, porém esses avanços tecnológicos vêm com uma desigualdade muito grande aprofunda ainda mais os fossos existentes ricos e pobres.
    A crise do sistema de trabalho, as novas formas de produção cada vez mais automatizadas dispensam o trabalho humano; em seu lugar, entra a máquina inteligente. Com isso, destroem-se postos de trabalho e tornam-se os trabalhadores descartáveis, criando um imenso exército de excluídos em todas as sociedades mundiais.
    A crise ecológica com o descuido dos seres humanos pelo meio ambiente, as catástrofes naturais estão cada vez mais comum no mundo inteiro chuvas em excesso, mudanças climáticas, efeito estufa, outros. Por éthos, entendemos o conjunto das inspirações, dos valores e dos princípios que
    orientarão as relações humanas para com a natureza, para com a sociedade, para com
    as alteridades, para consigo mesmo e para com o sentido transcendente da existência.
    Resumindo os três maiores problemas nosso é a crise social, crise de trabalho e a crise ecológica.

    ESCOLA ESTADUAL MANOEL FERREIRA DE LIMA
    Alunos:Aruanã, Bruno Yuri
    n°: 2, 4
    1° ano A matutino

    ResponderExcluir
  72. Ester
    O texto retrata um pouco sobre a tecnologia que vem crescendo à medida que os anos passam com essa tecnologia tão avançada as pessoas não se preocupam com o que está acontecendo com o mundo, só se preocupam em estar atualizado, mas não é bem assim, muitas pessoas não tem aceso a essa mudança toda e acabam ficando para traz, e como conseqüência disso muitos acabam perdendo seus empregos gerando fome e miséria pelo mundo.
    O mundo em si está gerando transformações a cada dia, mas as pessoas então mais preocupadas com o que haverá de novo amanhã ao envés de fazer alguma coisa de bom para mudas esse mundo onde nós vivemos. Todos nós estamos preocupados em apenas se estamos bem, e esquecemos de olhar o dura realidade que está em nossa volta, tantas tragédias, tantos acontecimentos e a gente apenas lamentamos ao envés de ajudarmos, infelizmente esse é o mundo que vivemos cheio de injustiça,onde os problemas aparecem na nossa porta e simplesmente nós varremos para bem longe de nós.
    E os puliticos ao envés de ajudar as passoas que necessitam, roubam o único dinheiro de é destinado para ajudar as pessoas mais pobres e ainda saem dando risada do povo que acredita que um dia haverá mudança por parte de alguém.


    E.E.Manoel Ferreira de Lima
    Alunas: Ester Marques nº13 e Pamila Moraes nº35
    2ºanoA do ensino médio matutino
    Profº.:Sebastião Faustino

    ResponderExcluir
  73. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  74. Maynna Fava nº33 e Shara Fachi nº41 Escola Manoel Ferreira de Lima
    Profº Sebstiao Faustino 2º"A"

    Na primeira parte do texto, ele argumenta que se todas as pessoas não tiverem uma noção basica sobre as novas tecnologias, as pessoas não poderam evoluir. Mas antes, precisa acabar com as diferenças de classes que existe entre rico e pobre, pois a forma que eles ridicularizam isso é uma barbaridade, e ainda existem muitas pessoas vivendo de forma irregular para os dias de hoje.
    Na segunda parte do texto, ele se refere as formas de trabalho que temos, que os seres humanos estão sendo trocados pelas maquinas, o que faz gerar menos emprego as pessoas. Na terceira parte, ele fala sobre os acontecimentos ecológicos que estão ocoorendo no mundo, causadas pelas maquinas que subistituiram as pessoas nos trabalhos, e isso tudo esta cada dia mai, levando a um desiquilibrio ecologico.

    A revolução possivel em tempo de globalização
    Toda a revolução que está acontecendo, tanto nas tecnologias, como nas formas de trabalho com maquinas, esta previlegiando em termos, as classes socias mais altas, e prejudicando ainda mais, as mais baixas. E assim como prejudica a todos os seres humanos, prejudica a natureza, e talvez, esta seja a mais prejudicada de todos.
    E conclui-se que as pessoas que tem esse papel de criar coisas e destruir as coisas, devem pensar um pouco mais em todos, não é justo previlegiar alguns e outros continuarem cada vez mais injustiçados com as formas de pensamentos. Essas pessoas, devem colocar mais a razão em suas escolhas, e não somente o que eles vem como uma forma de se auto-ajudar, e acabando destruindo os patrimonios que temos no mundo.
    E é ethos, ele acaba se transformando em um conjunto de ligação humana e da natureza, que acredita que sua força maior seja Deus.

    ResponderExcluir
  75. SOCIOLOGIA/FILOSOFIA
    Bruno Alex / Adeilton
    Nº05 / 01
    1ºA
    MANOEL FERREIRA DE LIMA



    “Problemas globais, soluções globais” interessante frase, porque mostra que apesar de nos termos problemas nos temos também as soluções para eles.Bom a partir de uma analise sobre o texto “urgência de éthos mundial: o éthos de que precisamos” não é difícil perceber que o texto esta falando de problemas sociais e que o primeiro deles é a crise social. A crise social é uma espécie de balança, de um lado a sociedade, o povo, as pessoas do outro do outro da evolução. As pessoas confundem ao acharem que essas duas coisas possam andar lado a lado, os tempos foram mudando e as coisas não são como eram. A tecnologia esta a serviço da humanidade mais essa frase tem alguns erros como, por exemplo, a robotização citada no texto, milhões de pessoas no mundo todo perdem seus empregos para uma maquina que foi criada para uma função especifica, a empresa ganha com isso, mas e o trabalhador que antes da maquina operava suas funções, como ele vai conseguir botar comida no prato de sua família, isso faz com que a balança tenda pro lado da evolução.
    Depois disso tudo ainda temos que pensar no ambiente que vivemos e não vivemos o mundo. O termo autodestruição e de fato assustador quando se refere ao lugar onde vivemos, mais uma vez usar “a balança” para medir os dois lados da moeda. De um lado o mundo e tudo ligado a ele desde uma poça de água, ate o oceano, desde uma pequena orquídea ate um enorme eucalipto, do outro lado da balança temos vamos dizer assim a população de modo quase geral. E como “pesar” essas duas coisas, bom primeiro digamos que um grupo pessoas ligados a ONU faça um projeto para plantar 500 arvores na região da bacia do congo enquanto isso um grupo de pessoas destroem uma área onde antes avia cerca de 1000 arvores para fazer um pasto para o gado. Então quem será que sai ganhando? Pois é quem apostou que a balança tenderia para o lado do mundo se enganou, Então mais uma vez ficamos em uma situação adversa.
    O que no inicio era dito como evolução agora acho que o termo mais correto seria revolução, superar esses problemas sociais e um dever de todo cidadão com um mínimo de juízo. As crises sócias podem sem revertidas se cada um fizer sua parte essas crises podem ser superadas e o equilíbrio voltar ao normal.

    ResponderExcluir
  76. traz à discussão con- ceitos relevantes no sentido da criação de uma unidade planetária, de uma visão unificada do planeta Terra como um grande organismo vivo e centro de toda a energia, a qual denomina Gaia. Neste sentido, propõe a discussão de uma teoria ética mundial, um Ethos, baseado nos diversos conhecimentos humanos e capa de minimizar o processo de destruição imposto pelos seres humanos ao nosso planeta, gerando uma nova postura global de interação entre seres humanos e o grande ambiente, a Terra. Busca trabalhar conceitos de Ética e Moral, através de uma visão planetária, trabalhando dentro de um ambiente só, dois pensamentos distintos, o da burgue- sia e o do proletariado, com suas diferenças impactantes de conceitos, porém sem ditar uma norma geral como sendo certo ou errado em qualquer um deles. Assim, saindo da distinção destes dois conceitos, propõe uma ética mundial, uni-versal, capaz de abranger conceitos como justiça social, respeito à natureza, de- mocracia, política e religião entre outros ramos de conhecimento capazes de fundamentar um principio básico para o desenvolvimento sustentável do planeta. O autor traz ainda uma breve descrição da Carta da terra, proposta na ECO92, no Rio de Janeiro, e que mais tarde se consolidou como um documento universal, composto de princípios imprescindíveis para um desenvolvimento ótimo do pla-neta Terra. Em suma, a obra induz a uma reflexão sobre o estagio de desenvolvimento da Terra e chama a atenção para dificuldades que o planeta vai encontrar caso não sejam revistos os métodos utilizados para obtenção deste desenvolvimento, e propõe a união de esforços em prol de uma humanidade mais justa, solidária e em paz.

    filosofia/sociologia
    Renan n°29 1°b Manoel ferreira de lima
    Luciano n°23 1°b Manoel ferreira de lima

    ResponderExcluir
  77. A ética mundial tem varios problemas como a crise social,a crise do sistema de trabalho e a crise
    ecológica.
    Em primeiro vem a crise social que é o aparecimento de novas tecnologias mediante a robotização e informatização que aumentou muito mais a riqueza entre ricos e pobres,é um absurdo isso por que as pessoas ricas não se importam com os outros so pensam em dinheiro e exclui os outros de poderem trabalhar.
    crise do sistema de trabalho:com as tecnologias que estão surgindo estão tirando muito o trabalho humano como a mão de obra porque a tecnologia aumentou muito.um exemplo é as máquinas que assumiu o comando,antes eram varias pessoas trabalhando no campo,agora precisa de apenas um porque a maquina faz tudo sozinho.
    crise ecológica:É ação do homem que é principal causa.Entre estas ações, podemos colocar por exemplo o desmatamento, a caça e a pesca sem controle e a urbanização em áreas de matas e florestas,para acabar com isso nos precisamos concientizar as pessoas para não destruir o que temos de mais importante que é a natureza.

    Escola Manoel Ferreira de Lima
    Matéria:Sociologia
    Alunas:Bianca B.Iziquiel nº:06
    Suzane Machado nº:37
    Série:3ºano A

    ResponderExcluir
  78. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  79. Escola Manoel Ferreira de Lima
    Alunos:Lidiani e Johnn Everton.
    Numer: 26 e 18
    1°Ano D
    Noturno.

    Nós acreditamos que os problemas estão em todos os lugares do planeta.
    Existem três problemas que com o passar dos anos só se agravam.
    O primeiro é a crise social, com o avanço das tecnologias, as empresas vão trocando a mão de obra humana pela robotização, assim as diferenças sociais só aumentam entre ricos e pobres. Hoje em dia não somos nós que trabalhamos, mas, sim uma maquina que trabalha por nós e com isso ela pode produzir danos irreparáveis à biosfera e destruir as condições de vida dos seres humanos na Terra. Já estamos vivendo uma grave ameaça de desequilíbrio ecológico, que poderá afetar a Terra.
    As sociedades modernas se organizaram de forma desigual,
    porque privilegia as minorias que tem o poder e o saber, sobre
    as grandes maiorias que vivem do trabalho. Em nome de tais títulos se
    apropriam de maneira privada dos bens produzidos pelo empenho de todos.
    Com isso as chamadas Modernidades que o homem vem inventando só esta acabando com o nosso planeta, mais como Ethos tenta nos mostrar ainda temos tempo de mudar ,
    as relações humanas para com a natureza, para com a
    sociedade, para com as alteridades, para consigo mesmo e para com o
    sentido transcendente da existência: Deus.
    Se não mudarmos de paradigma civilizatório,
    se não reinventarmos relações mais benevolentes e sinergéticas com a
    natureza e de maior colaboração entre os vários povos, culturas e religiões,
    dificilmente conservaremos a sustentabilidade necessária para realizar
    os projetos humanos, abertos para o futuro e para o infinito.
    Se quisermos viver em um mundo melhor, devemos começar a nos preocupar mais com ele. Acho que o novo éthos seria nada mais do que haver harmonia entre o homem e a natureza.
    Poderemos evoluir ou pensar em progresso sem destruir a natureza divina e maravilhosa que Deus nos concede e o homem aos poucos esta destruindo,trabalhando juntos por um mundo melhor.

    ResponderExcluir
  80. Escola Manoel Ferreira de Lima
    Alunos:João Pedro e Weslley Soares.
    Numero: 17 e 34
    1°Ano "C"
    Matutino.

    A humanidade chegou há um ponto de grande desenvolvimento, conseguimos façanhas muitas vezes antes impensáveis, entretanto este conhecimento estas riquezas são usufruídos por poucos ,apenas aqueles que o possuem.
    A crise no sistema, com avanço da tecnologia,pessoas sendo trocadas por maquinas, a margem de desemprego aumentou, com isso o desenvolvimento cresce sem trabalho , os governantes sendo pressionado pela humanidade gera cursos profissionalizantes e estudos juntos as empresas com isso a sociedade fazer parte das atividades que garante a subsistência individual e a ter uma salário digno.
    Como diz o texto, o planeta é o nosso coração, mas mesmo assim, não temos a consciência de cuidar dele. e a Terra para se defender buscará um novo equilíbrio e isso trará serias consequências para as nossas vidas. O Ser humano sempre se achou superior a nautreza, querendo dominá-la, porém acabou por destrui-la. O "mundo científico" tomou o lugar da natureza, e passou a ser a preferência dos humanos. Porém, ainda temos tempo de concertar esses problemas, precisamos mudar o noso jeito de ver o mundo, dar mais valor as coisas simples. União é um dos grandes passos, temos que ter ética, princípios, responsabilidade, devemos ser sensíveis, fazer uma revolução. E Não somente salvar a Terra, mais sim salvar a nós mesmos, a Humanidade. Não devemos esquecer que nós e a natureza fomos criados por Deus e devemos nos amar e respeitar.

    ResponderExcluir
  81. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  82. kellem cristina e késsia
    1°a ensino medio n° 19 e 20
    escola manoel ferreira de lima

    A humanidade passa por um grande momento de desenvolvimento tecnológico e econômico, no entanto tal desenvolvimento vem criando problemas de amplitude macro, como injustiças sociais, o próprio sistema de trabalho capitalista e ecológicos. Partindo deste ponto, Leonardo Boff no livro Ethos Mundial incita um repensar de valores da humanidade como um todo.Segundo o autor, somente com um consenso mínimo do que seriam atitudes éticas, o planeta Terra conseguiria amparar tal desenvolvimento. Um diálogo global seria o ponto de partida para se chegar a este consenso, capaz de ampliar as chances de recuperação dos diversos estágios de degradação que o planeta passa hoje. O homem, como parte dessa imenso organismo que é a Terra (Gaia), deveria atentar para a criação de um conceito universal, calcado em premissas de uma sociedade justa e solidária, quase sejam: justiça social, respeito ao meio ambiente, tolerância às diferenças religiosas, entre outros.A solidariedade é colocada como premissa para uma humanidade mais justa, pois o homem enquanto ser social, depende instintivamente de sua coletividade, e ao depender do outro, criam-se vínculos que podem ser bem ou mau manipulados por quem detém certas vantagens sobre os demais, constituindo-se aí o inicio da exploração, seja do homem ou do ambiente como um todo.Propõe ainda uma questão, seriam a espiritualidade e a mística as detentoras das respostas para esse novo Ethos mundial? Fica claro que as diversas denominações religiosas estão em acordo quando pregam o amor e a paz, de diferentes formas, mas com um mesmo fim. Entretanto, o homem deturpa os conceitos, e coloca sua infinita intolerância no sentido de buscar encontrar uma só verdade.A obra estimula a busca por uma verdade, que seja planetária, capaz de transformar a sociedade hostil de hoje em um mundo em paz, com respeito, justiça e harmonia social e ambiental.


    Fonte: http://pt.shvoong.com/humanities/philosophy/1786003-ethos-mundial-vers%C3%A3o/#ixzz1WzO8AOjc

    ResponderExcluir
  83. O testo fala sobre diversos assuntos. O principal deles é a crise ecológica que está afetando o mundo inteiro com catástrofes uma após a outra. Causada claro, pelo homem
    Um outro assunto não menos interessante é o avanço da tecnologia,que proporciona a comodidade necessária para o homem, porém não são todas as pessoas que tem condição necessária para esse tipo de luxo.
    Entretanto a tecnologia também possui seu lado ruim. O principal deles é seu avanço nos campos de trabalho, pois a mão de obra humana está sendo substituída pela mecanizada. Mais isso tudo é o sistema em que vivemos, ou seja é a evolução do qual não podemos escapar, cabe a nós aprender a viver em um mundo que evolui a cada dia, tentando sempre diminuir a desigualdade social que nós mesmo impomos a sociedade, ignorando a riqueza e a pobreza, só assim iremos diminuir o fosso entre os pobres e os ricos, ou fecha-la de uma vez. Lembrando e botando em prática os princípios básicos da vida : SOLIDARIEDADE, AMOR AO PRÓXIMO, SERENIDADE e Repensar os valores que a tempos a traz foi esquecido. Podemos mudar nossa triste realidade de hoje , para a feliz de amanhã.

    Conclui que ÉTHOS é a evolução do mundo e da raça humana. Evoluir para melhor ou pior, só depende de nós !


    Nome : Wevérson Silva e Letícia Brum
    Série : 1º D ano do ensino médio

    Escola : MANOEL FERREIRA DE LIMA

    ResponderExcluir
  84. NOME: Marcelo Menezes Rodrigues N°28 1°E
    PERIODO: Noturno
    ESCOLA: Manuel ferreira de lima


    A humanidade chegou a um ponto de grande desenvolvimento, conseguimos façanhas muitas vezes antes impensaveis. O mundo esta cada vez tendo sua tecnologia mais avençada mas, ele se de de uma força desigual, não é toda a população que tem acesso a ela e como consequência desse avanço a mão de obra humana está sendo substituidas por maquinas o que provavelmente irá causar danos no futuro.
    O jeito é fazermos um novo éthos com uma nova evolução sem consequências no futuro.

    ResponderExcluir
  85. Este texto fala de nos nós mesmos pensando bem no futuro que está logo ali seremos substituídos pelas maquinas não havendo emprego ou trabalho para nós os robos fariam tudo que fazemos e um pouca mais também.
    Em nosso planeta havia uma ecolizão mundial porque os seres humanos seriam substituídos pelas maquinas.Fome,cede,morreríamos destruídos, porque não teríamos dinheiro para comprar ou pagar nossas contas.
    E nós vamos ver um fenômenos inédito do mundo que acontecerá algo que apontará o fim do mundo, com cenas de tristezas e sofrimento, onde a humanidade é lenda e protagonista desse grande evento.A ciência analisa e apresenta várias teorias entre a realidade e a ficção. falaram sobre uma erupção solar, fazendo fragmentos voarem no espaço isso estamos quase prevendo se não mudarmos agora.
    E vai ser o fim do mundo e os mares se enchendo e o volume das águas aumentando e o verde da floresta sendo substituído pelo vermelho das chamas das queimadas que queima.A natureza pode atacar as placas tectônicas e as maiores tsumanes,terremotos destruindo tudo.
    escola: ESTADUAL MANOEL FERREIRA DE LIMA
    nome: BRUNA VIELMA E JAINE THAÍS
    nUMEROS:05 e 17
    serie: 1 ano D

    ResponderExcluir
  86. O que entendi,é que o mundo precisa de um 'éthos' para acabar com os problemas e a exclusão social.Mas tambem não depende só de um 'éthos',e sim de nós mesmos,o própio ser humano precisa mudar...Não destruir o planeta dar mais oportunidades as pessoas principalmente as pessoas que é melhor financeiramente.Não dispensar o trabalho humano, e colocar "maquinas" no lugar.E principalmente preservar o meio ambiente,porque se afeta o meio ambiente,automaticamente afeta nos mesmos,seres humanos e outros seres que existem.Para que o meio ambiente não morra precisamos tomar decisões coletivas.E as crises sociais sempre acontecem.Algumas atitudes,pode nos prejudicar no futuro.Todos nós temos a conciencia do que fazemos,mas na maioria das vezes não pensamos em suas consequencias!

    Nomes:Letícia de Oliveira e Abraão Vilhalba
    Nº:47,01
    Serie: 1 º 'D'
    Periodo:Noturno
    Escola Manoel Ferreira de Lima

    ResponderExcluir
  87. nome:Aline Tamares nº02 ano:2ºB
    Escola Estadual Padre Constantino de Monte

    Se éthos O conjunto das inspirações, dos valores e dos princípios que
    orientarão as relações humanas para com a natureza, para com a
    sociedade.
    Logicamente que necessitamos de criar um novo éthos, até porque na verdade o equilíbrio, natureza, homem foi quebrado por nós mesmos,Não dispensar o trabalho humano, e colocar "maquinas" no lugar.E principalmente preservar o meio ambiente,porque se afeta o meio ambiente,automaticamente afeta nos mesmos,seres humanos e outros seres que existem.

    ResponderExcluir
  88. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  89. Entanto que no mundo atual existem problemas infinitos que não vão acabar nunca, mas ainda podemos fazer algo que possa minimizar suas consequências. Em relação aos problemas mundiais citados no texto de Boff, concordo totalmente com ele, no mundo atual em que vivemos há muita diferenças e desigualdades, na distribuição de riquezas com isso a sociedade que se sobressai; e fica com muito prestígio, consequentemente há outras que ficam esquecidos. No mundo industrializado há poucas oportunidades de trabalho pois as maquinas estão cada vez mais aperfeiçoadas e complexas, tomando o lugar de vários trabalhadores, com isso a industrialização toma o lugar da natureza que acaba sendo esquecida pela ganancia do homem.

    E.E.Manoel Ferreira de Lima.
    Alunos: Jonas, Luiz Eduardo.
    Números: 18,23
    2º ano C Noturno

    ResponderExcluir
  90. Escola Estadual Manuel Ferreira de Lima.
    Alunos:Ademilso, Luan
    Nº: 01, ...
    Série: 2º ano C
    Período: Noturno

    "Ethos, na Sociologia, é uma espécie de síntese dos costumes de um povo.[1] O termo indica, de maneira geral, os traços característicos de um grupo, do ponto de vista social e cultural, que o diferencia de outros. Seria assim, um valor de identidade social."
    No texto acima tocamos no assunto de Éthos:"Éthos mundial de que precisamos".
    O texto nos fala da grande técnologia do mundo atual, nos dias de hoje os homens trabalhadores estão sendo substituídos pelas máquinas.
    Isso já acontece nas Usinas, onde não vemos homens trabalhando no meio dos canaviais, e sim vemos apenas máquinas.O serviço que muitos homens faziam em um lugar, apenas "uma" máquina faz o serviço de uma grande quantia de pessoas.
    Como foi dito no texto: as novas formas de
    produção cada vez mais automatizadas dispensam o trabalho humano; em
    seu lugar, entra a máquina inteligente.

    ResponderExcluir
  91. Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima .
    Aluno : willian
    numero : 41
    1° Ano "D"



    "A urgência de um éthos Mundial ."

    O texto trata de Três problemas sociais de uma ética mundial.
    *Primeiro a crise social:é uma crise movida pela sociedade,ou seja,essa crise faz com que a distancia entre ricos e pobres aumente financeiramente.Também fala que a solidariedade vem caindo bastante,pois as pessoas não se preocupam mais em ajudar ao próximo.
    Pelo que eu pude entender do texto ele fala que há um tipo de humanidade que vive nos Países centrais e que esses Países controlam a economia e a política,e que a nova geração não quer mais saber de coisas baratas,ou seja,querem viver no luxo mesmo que para isso tenham que prejudicar o meio ambiente,por outro lado a velha humanidade vive economizando ou ate mesmo vive na pobreza mas tentando preservar a natureza.

    Em segundo lugar vem a crise do sistema de trabalho:esse texto relata que num futuro não muito distante trabalhadores serao trocados por maquinas inteligentes.nos chegamos a conclusão de que isso não e bom pois como um homem pobre pai de familia ira sustentar seus filhos se esta desempregado pois foi demitido e em seu lugar colocaram para trabalhar uma maquina.
    A principal causa da crise social é a forma com que a sociedade moderna se organiza.Também sabemos que ethos é o conjunto das inspirações ,dos valores e dos princípios que orientaram as relações humanas para com a natureza,para com a sociedade ,ou seja,ethos ajuda a humanidade a se relacionar com a natureza e com a sociedade .
    Em terceiro lugar esta a crise ecológica: Essa crise é gerada por atividades humanas irresponsáveis como por exemplo:O desperdiçio de água e a poluição nos rios e mares.Também fala que o nosso planeta é como um coração e todos os demais organismos vitais serão destruídos se continuarmos poluindo o nosso planeta .Precisamos tomar uma atitude enquanto ainda da tempo pois não vamos querer que novas gerações sofram com o que estamos fazendo hoje .

    ResponderExcluir
  92. Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Alunos:Ana Paula, Helio
    N°:43 , 44
    Série : 2°Ano C Período : Noturno
    A crise Social
    Quis Dizer . Que as coorporações e as multinacionais se atualizaram despensando o trabalho dos seres humanos
    discartando eles da sociedade , isso fez se com que eles passasem a ser mais egoístas.

    A Crise do sistema de trabalho
    quis dizer que a sociedade alta vive como se fosse nas escondidas e vivem com uma expectativa de vida alta ,
    ja o tipo de sociedade antiga vive sob pressão e um consumo extremamente pobre, e tem expectativa de vida baixa .

    A Crise Biológica
    que a maquina vai substituir tanto o trabalho dos seres humanos que o planeta terra terá de se adaptar a esse novo tipo de vida
    que afetará todos seres humanos do planeta terra , que se nós não tomarmos uma atitude a humanidade será instinta.

    quem disfruta dos avanços técnológicos são a alta sociedade isso faz com que haja um desequilíbrio harmonico entre as sociedades


    O autor quis Dizer Que esses Três problemas são resolvidos em um único Deus, essa revolução foi causada por ignorancia da
    sociedade ,e pelo avanço das maquinas substituindo o trabalho humano e danificando o planeta terra .

    ResponderExcluir
  93. Na sociedade de hoje existe três grandes problemas mundiais q precisa de soluções.
    O 1º como sabemos é a crise social.Acontece justamente pelo fato de a haver a grande má distribuição de renda,pois mto tem poucos e poucos tem mto,o q agrava no problema social.
    Acrise social como próprio o texto cita podemos ver a diferença entre os países desenvolvidos com o subdesenvolvidos:os desenvolvidos alem de ter o forte poder aquisitivo tem uma grande expectativa de vida.
    Já nos países subdesenvolvidos a expectativa de vida é bem menor sem falar que tem países que vive em extrema pobreza.
    Logo depois observamos a crise no sistema de trabalho:
    No lugar de mão-de-obra de pessoas que vive disso esta sendo s substituta por tecnologia(as tal(maquinas inteligente)contribuindo para o desemprego e agravando a economia.
    Em 3° lugar vem a crise ecológica,instituto de pesquisa já está preocupado com a situação global,entre algumas ongs e a cruz vermelho e a ONU.
    O desiquilíbrio provocado por nós mesmo seres irresponsáveis e "porcos" faz com esse problema se agravar.Com esse desequilíbrio afetamos nos mesmo como clima,solo, água.
    Como o próprio texto cita um trabalho cósmico de bilhões de anos de ano sendo destruído por sermos completamente irresponsáveis,e como sabemos a reconstrução não responsabilidade de ongs e outros... mais também sim de nós.
    A revolução para podermos resolver não é um problema só do governo.Cabe a nós também ajudarmos e sermos compreensivos,mais mente aberta pois o mundo de hoje é cada um por si.
    Devemos voltar aos tempos antigos no qual o companheirismo e compaixão andava junto.

    E.E MANOEL FERREIRA DE LIMA
    nome: KARINA PEREIRA, TALITA NASCIMENTO Nº 23,38
    1º ANO "D" NOTURNO

    ResponderExcluir
  94. O texto sita tais grande problema: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise
    ecológica
    A crise social e comum em nosso país pois os trabalhadores humanos tão sendo trocados pela robotização e a informatização que se torna uma produção fantástica de fonte de riqueza, maquinas inteligentes se tornam essencial em todas a sociedade mundial com isso se tornamos um pais com grandes desenvolvimento tecnológico.
    Também vivemos em grave ameaças de desequilíbrio ecológico, que poderá afetar a terra integrando e avançando, e com isso a atividade humana e responsável por uso de maquinas que criam danos irreparáveis na biosfera e destruir as condições de vida dos ser humano na terra.
    Escola:Manoel Ferreira De Lima
    Alunos:Fernanda, Luiz Felipe
    N°49,50
    Serie:1°D
    Periodo:Noturno

    ResponderExcluir
  95. Ha 3 problemas que afetam a nossa sociedade.
    O 1º como sabemos é a crise social.Acontece justamente pelo fato de a haver a grande má distribuição de renda,pois mto tem poucos e poucos tem mto,o q agrava no problema social.
    Logo depois observamos a crise no sistema de trabalho:
    No lugar de mão-de-obra de pessoas que vive disso esta sendo s substituta por maquinas,pessoas precisa desse emprego e substituto por tecnologia agravando a economia e o desemprego.
    Em 3° lugar vem a crise ecológica,a distruiçao do planeta vem se agravando cada dia mais,e que acontece por sermos descuidados. uma responsável não só do governo mais de todos nos!!!!!!!!!
    então devemos cuidar pra que essas diferenças tanto social como natural nao se agrave!!!!!!
    E.E Manoel ferreira de lima
    Nome: Ruthineia e Jonathas nº35,19
    1º ANO "D" NOTURNO
    ****** TIVE QUE COLOCAR O E-MAIL DA Karina pq já tava salvo no PC dela no e-mail dela!

    ResponderExcluir
  96. Na primeira parte do texto, ele argumenta que se todas as pessoas não tiverem uma noção basica sobre as novas tecnologias, as pessoas não poderam evoluir. Mas antes, precisa acabar com as diferenças de classes que existe entre rico e pobre, pois a forma que eles ridicularizam isso é uma barbaridade, e ainda existem muitas pessoas vivendo de forma irregular para os dias de hoje.
    Na segunda parte do texto, ele se refere as formas de trabalho que temos, que os seres humanos estão sendo trocados pelas maquinas, o que faz gerar menos emprego as pessoas. Na terceira parte, ele fala sobre os acontecimentos ecológicos que estão ocoorendo no mundo, causadas pelas maquinas que subistituiram as pessoas nos trabalhos, e isso tudo esta cada dia mai, levando a um desiquilibrio ecologico.
    A humanidade chegou há um ponto de grande desenvolvimento, conseguimos façanhas muitas vezes antes impensáveis, entretanto este conhecimento estas riquezas são usufruídos por poucos ,apenas aqueles que o possuem.
    Três problemas suscitam a urgência de uma ética mundial:
    a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise
    ecológica, todas de dimensões planetárias.
    Com o avanço tecnológico e com as industrias trocando mão-de-obra pelas máquinas se forma um grupo de excluídos e desempregados e trocados pelas as máquinas.

    Nome:Ronan Rocha
    N°:34
    Ano°: 1D

    ResponderExcluir
  97. Escola Estadual Ferreira De Lima
    Nome:Jhônathan pereira, Marcelo pacheco
    Série: 3°ano. Noturno

    Sendo o ser humano um ser de relações ilimitadas, ele só se realiza à medida que é para os outros, sai de si e se relaciona com os demais, num projeto, numa direção. A experiência-base da vida humana é o sentimento, o afeto e o cuidado. Contrapondo ao modelo: "Penso, logo existo" e, sendo o ser humano, fundamentalmente, um ser de cuidado, o novo paradigma proposto é: "sinto, logo existo". pois é preciso estar no mundo com os outros, com todos, pela alegria e pela tristeza, pela angústia e pela esperança, pela vida principalmente.A situação do empobrecimento crescente, da exclusão e da miséria é um grande desafio. Para visualizar uma realidade diferente é preciso trabalhar na construção de um novo sistema, onde todos tenham lugar na participação e na partilha. Sistema esse, concebido e perpassado pelo diálogo, pela justiça e pela solidariedade.Segundo Leonardo Boff, a história hoje nos impõe uma missão. "Alimentar a chama sagrada que arde em cada ser humano, qual lamparina santa, com óleo da veneração e do cuidado essencial. Somente assim garantiremos que o Ethos essencial que habita o ser humano continue a ser seu anjo protetor e jamais seja ofuscado ou extinto da face da terra."

    ResponderExcluir
  98. Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Alunos: Greicequele Aguilar e Dieferson
    Nº: 57 e 58 3º ano "B"

    Todas as problemáticas apontadas pelo texto, são consequências de inúmeras ações humanas que ao longo dos séculos veem se mostrando cada vez mais catastróficas, tais como nazismo, capitalismo, racismo, todos derivados da soberba e do orgulho humano de se sentirem seres racionais, uns melhores que outros. A enorme desigualidade social que enfrentamos vem do fruto da má utilização dos recursos que este planeta tem a nos oferecer, segundo pesquisas todo o alimento produzido na Terra é suficiente para alimentar todo o planeta, entretanto, o consumismo exagerado leva a obesos na America do Norte e desnutridos na África.
    Dizer que há soluções para todos essas problemas é como afirmar que fadas existem, tal comparação pode ser grotesca, mas é a realidade que enfrentamos. Enquanto o mundo for capitalista, não há curo para a desigualdade social, aqueles que são ricos, tendem a enriquecer mais e mais e aqueles que são pobres, tentem a enfrentar a miséria que assola o mundo. Enquanto uma pedra brilhante valer mais que o alimento consumido, mais que a água, não importa o que façamos, fome e cede continuaram a existir.
    Concluo salientando que por várias vezes, o orgulho do ser humano se sobressai ao afirmar ser o único a carregar o título de " SER RACIONAL ", e temos tido várias provas que esse ser que se julga superior, não tem feito bom uso de sua vantagem referente aos outros animais. A necessidade de se sentir melhor referente ao próximo domina cada ser e isso vem sido pregado a anos como algo realmente bom, quanto mais você carrega no bolso, melhor você é, quanto mais bonita, mais magra, melhor será tratada. Obvio que a solução para um ETHOS MUNDIAL, é varrer o ser humano na face da Terra, porque enquanto esse mundo for assolado por nossas ganancias, ele tente a ir de mal a pior.

    ResponderExcluir
  99. O texto sita tais grande problema: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise
    ecológica
    A crise social e comum em nosso país pois os trabalhadores humanos tão sendo trocados pela robotização e a informatização que se torna uma produção fantástica de fonte de riqueza, maquinas inteligentes se tornam essencial em todas a sociedade mundial com isso se tornamos um pais com grandes desenvolvimento tecnológico.
    Na segunda parte do texto, ele se refere as formas de trabalho que temos, que os seres humanos estão sendo trocados pelas maquinas, o que faz gerar menos emprego as pessoas. Na terceira parte, ele fala sobre os acontecimentos ecológicos que estão ocoorendo no mundo, causadas pelas maquinas que subistituiram as pessoas nos trabalhos, e isso tudo esta cada dia mai, levando a um desiquilibrio ecologico.
    A humanidade chegou há um ponto de grande desenvolvimento, conseguimos façanhas muitas vezes antes impensáveis, entretanto este conhecimento estas riquezas são usufruídos por poucos ,apenas aqueles que o possuem.

    E.E. Manoel Ferreira de Lima
    Alunos: Karoline, Marco Otávio n° 24, 29
    1° ano D Noturno

    ResponderExcluir
  100. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  101. O texto relata que a humanidade chegou ao ponto de fantástico desenvolvimento muitas vezes em maneiras irresponsável e o uso irracionalde tais recursos que muitas vezes são usadas por pessoas que simplesmente tem uma mentalidade que traga beneficio a si próprio , é preciso criarmos com urgência um ethos mundial para que possamos reverter esta situação tentando equilibrar a terra , e as pessoas pararem de pensar no capitalismo da sociedade , diminuir a desigualdade que se encontra no mundo que quase sempre a minoria das pessoas não usufruem de benefícios , pensam em tecnologias que facilitam o nosso dia a dia e nos proporcionam uma vida confortável mas nos esquecemos do principal que é o meio ambiente


    ESCOLA ESTADUAL MANOEL FERREIRA DE LIMA


    NOME: ROBERTO , FABIO


    N:33 , 15

    SÉRIE:1°D NOTURNO

    ResponderExcluir
  102. Bom,sobre a crise social achamos que nesse mundo de grande mudança de natureza para grandes avanços tecnológicos de informatização e robotização, propiciou uma imensa riqueza altamente desigual entre ricos e pobres, tornando-se acumulação injusta e mal distribuída.A solidariedade humana tem decaído.De um lado, uma humanidade opulenta , que situa-se nos países centrais, controlando processos técnicos-científicos, econômicose políticos.De outro, a velha humanidade,vivendo sob a pressão de manter um status de consumo ou na pobreza,na marginalização e na exclusão.
    Da nova crise do sistema de trabalho entende-se que com os novos meios de trabalho ou seja, com o uso de máquinas as indústrias dispensam o trabalho humano,com isso,acabam os postos de trabalho, tornando os trabalhadores descartáveis.No terceiro caso emerge a crise ecológica um amplo conhecimento, divulgado e não reconhecido apenas por institutos de pesquisa que preocupa-se com o estado global da terra,mas também pewla Cruz Vermelha e a ONU.As máquinas podem causar danos à Biosfera e destruir as condições de vida dos humanos na Terra.Outra grande ameaça é o desequilíbrio ecológico.Se quisermos continuar a viver bem,temos que tomar decisões coletivas para salvarmos a Terra e continuar com sua evolução.
    Já para a solução destes problemas concordamos que deveria sim fazer uma revolução global para tentarmos criar possibilidades da solução e salvaçaõ da Terra, da humanidade e dos desempregados estruturais.
    Escola:Manoel Ferreira de Lima
    Nomes: Luana Oliveira, Eliene de Moraes
    N°:27,11
    3°Ano B noturno

    ResponderExcluir
  103. O crescimento população junto com o aumento das atividades tecnológicas faz com que surjam vários problemas sociais e ecológicos.O aumento da tecnologia e a robotização das maquinas no meio de trabalho fazem com que pessoas sejam substituídas por computadores, isso fez com que aumentasse o nível de riquezas e de bens. Isso faz com que surja um espaço maior entre ricos e pobres, E o nível de solidariedade decaiu.
    A estrutura da humanidade situada nos países centrais, que controla os processos técnico-científicos, econômicos e políticos e é o oásis dos países onde vivem as classes aquinhoadas. Todos esses se beneficiam dos avanços tecno-científicos, da biogenética. Da manipulação dos recursos naturais. A humanidade esta vivenciando uma pressão de manter um status de consumo razoável ou simplesmente na pobreza, na marginalização e na exclusão. A expectativa de vida da humanidade hoje está em media de 60-70 anos.
    A crise no trabalho, onde maquinas esta substituindo o trabalho humano tornando-nos descartáveis, e parte da população sendo excluída na sociedade.
    A natureza é quem mais sofre com isso, a atividade humana criou danos irreparáveis a biosfera e destruiu a condição de vida na terra,estamos sob uma grave ameaça de desequilíbrio ecológico que ameaça o sistemas da terra,onde todos os organismos vitais serão lesados.A uma solução buscar a sustentabilidade, e o respeito pela natureza.

    Escola: E. E. Manoel Ferreira de Lima
    Nome: Maria Antonia Benites
    N° 33
    3° ano B
    Noturno

    ResponderExcluir
  104. Éthos: inspiração, valores, princípios. Onde todos são diferentes, com classes sociais desiguais, trabalho humano sendo descartado. Aumentam as dificuldades de agregar um éthos mundial. A crise social aumenta e aumenta, rico e pobre é questão de status. Vivemos de função aos avanços tecnológicos ou seremos excluídos. Humanos perdem seus valores para maquinas automatizadas. É este o novo padrão civilizatório. Mais haverá muita modernidade para pouco desenvolvimento. Ainda agrupamos a crise ecológica, onde ninguém percebe que as autodestruições tomam conta. Condições de viver daqui a alguns anos? Ninguém pode responder. Estragos são muitos: poluição, desequilíbrio ecológico, entre outros. Ética, palavra pequena com grande apreço, mas não agregada à sociedade. Costumes inadequados podem acarretar mais e mais problemas. Princípios são bem vindos, mas ninguém toma a primeira atitude.
    E. E. Manoel Ferreira de Lima
    Nomes: Dionatãn e Wander
    Nº: 09 e 31 2º Ano C Noturno

    ResponderExcluir
  105. O homem cria máquinas e tecnologias; O preço fica lá em cima; Só alguns podem comprar...
    Isso já faz com q haja desigualdade social, pois o menos remunerado nunca tem direito de ter as coisas "boas". Se é q tem algo de bom nisso...
    Com essas tecnologias "super-avançadas", o homem destrói, desmata, e acaba com meio ambiente. E ainda diz q é o animal mais evoluído...
    Muitas evoluções para poucos evoluídos... Não podemos mais controlar, estamos viciados na tecnologia e, mesmo que indiretamente, na destruição...
    Éthos é, basicamente, o homem e a natureza a sua volta unidos e respeitados... Respeito. palavrinha q se torna mais rara a cada dia...
    Não respeitamos mais, aprendemos a destruir sem preceber... sem nem ligar para tal assunto...
    Mas existe mais um problema: Muitos dizem oq fazer, mas ninguém tem coragem o suficiente para tomar a dianteira...

    E.E. Pe. Contantino de Monte
    Nome: Olivio P. Colvero Junior
    N°: 24
    Série: 2°B

    ResponderExcluir
  106. Escola Estadual Manoel Ferreira de lima
    alunos: Kleiton, Pâmela

    Bom, este texto vai falar sobre três problemas suscitam a urgência de uma ética mundial:
    a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise
    ecológica, todas de dimensões planetárias. Esse Texto também fala sobre como nos tratamos uns aos outros só por sermos um de classe diferente dos outros uns com uma classe mais baixa e outros com uma mais alta. A causa principal da crise social se prende à forma como as
    sociedades modernas se organizaram no acesso, na produção e na distribuição
    dos bens da natureza e da cultura.
    Por éthos, entendemos:
    Como veremos ao longo de nossas reflexões, esse éthos não nasce
    límpido da vontade, como Atena nasceu toda armada da cabeça de Júpiter.
    Mas toda ética nasce de uma nova ótica. E toda nova ótica irrompe a
    partir de um mergulho profundo na experiência do Ser, de uma nova percepção
    do todo ligado, religado em suas partes e conectado com a Fonte originária
    donde promanam todos os entes.

    ResponderExcluir
  107. E.E.Manoel Ferreira de Lima
    Nomes:Karoliny Mendonça e Géssica Indalécio
    Nº:20 e 14 2º Ano C Noturno

    BOM COMO O PRÓPRIO TEXTO JÁ DIZ QUE A TECNOLOIA EM GERAL ESTA FAVORECENDO PARA UM GANHO MAIS, MAS QUE A VIDA FINANCEIRA CONTINUA NA MESMA PARA OS POBRES, POIS AINDA NÃO A UMA SOLIDARIEDADE ENTRE OS HUMANOS E MESMO COM TANTA RIQUEZA OS POBRES NÃO SE FAVORECEM SÓ PERDEM.
    COM OS AVANÇOS DA TECNOLOGIA OS RICOS SE BENEFICIAM E VIVM ATÉ MAIS QUE OS POBRES, MAS ISSO LÓGICAMENTE TEM E DEVE QUE ACABAR, POIS OS DIREITOS DEVERIAM SER IGUAIS, MAS SÃO POUCOS QUE TEM A CAPACIDADE DE RECONHECER TAMANHA FASSANHA. COM OS AVANÇOS TECNO – CIENTIFICO AS COISAS MELHORAM SIM PARA UM LADO, MAS E PARA O OUTRO SEM A CAPACIDADE DE SE ALTO SUSTENTAR AS COISAS SÓ PIORAM.
    MAS EM GERAL A TECNOLOGIA QUE SE AVANÇA A CADA DIA VAIA ACABAR TIRANDO O LOCAL DE SERVIÇOS DE MUITOS, POIS COM AS MAQUINAS QUEM É QUE VAI PRECISAR DE UM SER HUMANO PARA FAZER SERVIÇOS? NINGUÉM E ISSO SÓ ESTA AFETANDO AINDA MAIS O HOMEM POBRE, POIS ELE IRÁ FICAR SEM SERVIÇO E SEM SERVIÇO NÃO A DINHEIRO.
    MAS ISSO TAMBÉM IRA AFETAR NOSSO PLANETA DE ALGUMA MANEIRA, POIS A GLOBALIZAÇÃO ESTÁ EM ALTA, E ACABANDO COM TUDO AOS POUCOS, E AQUELES QUE DIZEM SER RESPONSAVEIS POR “CUIDAR, CUITIVAR” NOSSO PLANETA ESTÁ DEIXANDO QUE TUDO SE ACABE...
    E PARA QUE TUDO DE CERTO FUTURAMENTE TEREMOS QUE COMEÇAR A AGIR AGORA, O ÉTHOS É UMA REVOLUÇÃO NOS TEMPOS DA GLOBALIZAÇÃO, UMA “SALVAÇÃO” TALVEZ PARA O NOSSO PLANETA O ÉTHOS ESTA LIGADO A TUDO, A NATUREZA, A HUMANIDADE... ÉTHOS A NOVA ÉTICA REVOLUCIONARIA E A “SALVAÇÃO” DO NOSSO PLANETA E NOSSAS VIDAS!

    ResponderExcluir
  108. Ethos mundial. Trata-se de uma ética que possa ser aceita pela maioria da população ou até mesmo pela sua totalidade.
    No texto fala sobre a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise
    ecológica que traz à discussão conceitos relevantes no sentido da criação de uma unidade planetária, de uma visão unificada do planeta Terra como um grande organismo vivo e centro de toda a energia, a qual denomina Gaia. Neste sentido, propõe a discussão de uma teoria ética mundial, um Ethos, baseado nos diversos conhecimentos humanos e capa de minimizar o processo de destruição imposto pelos seres humanos ao nosso planeta, gerando uma nova postura global de interação entre seres humanos e o grande ambiente, a Terra. Busca trabalhar conceitos de Ética e Moral, através de uma visão planetária, trabalhando dentro de um ambiente só, dois pensamentos distintos, o da burguesia e o do proletariado, com suas diferenças impactantes de conceitos, porém sem ditar uma norma geral como sendo certo ou errado em qualquer um deles. Assim, saindo da distinção destes dois conceitos, propõe uma ética mundial, universal, capaz de abranger conceitos como justiça social, respeito à natureza, democracia, política e religião entre outros ramos de conhecimento capazes de fundamentar um principiam básico para o desenvolvimento sustentável do planeta.

    Nome:Vivian Carla Ferreira Matos
    Nº:46 - 3ºano B Noturno
    Escola Manoel Ferreira de Lima

    ResponderExcluir
  109. Primeiro seugar: concordo acho que a robotização tirou muitas maos de obras humanas com isso ocorre mais dezemprego, porque muitas pessoas não são qualficadas com a robotização.
    Segundo lugar:sisitema de em crise com o avanço da tecnologia, maquinas substitui seres humanos que tornan-se cada vez mais descartaveis.
    Em terceiro lugar: emirge a crise ecologica vivendo sobre uma ameaça de desequilibrio ecologico o ser humano é o responsavel pelo alerta que o planeta emerge.
    Em questao do Ethos podemos dizer que:
    Ethos seria nada mais que uma forma das pessoas refletirem o seu propri conceito de vida , ela nos mostra como devemos lidar com os nossos principios, nos entender , entender a natureza e o mais importante é entender além da existencia da vida.
    Ethos nao existiu de espontania vontade , ela foi feita para ser refletida com a situaçao a ser enfrentada , ela é como se diz "CADA AÇÂO GERA UMA REAÇÂO" o Ethos é a reação da ignorancia do homem com a natureza e com sigo proprio.
    Nomes: Daiane G. Ramires
    Jessica Lopes de Oliveira
    N*:06, 16
    Escola: Manoel F.de Lima
    Serie: 2*C Noturno

    ResponderExcluir
  110. Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Rosangela Cabrele Medeiros n°51
    Greice Pacheco de Moraes n°15
    3°ano B noturno
    O texto relata os três problemas globais que estamos vivendo e que precisam com urgencia serem resolvidos :a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica,n todas de dimensões planetárias.
    -A crise social: a desigualdade social vem aumentando com a implantação da robotização e da informatização.Os ricos tem expectativa média de vida de 120/130 anos e os pobres desedados e destituídos alcançam no máximo 60/70 anos de vida.
    -A crise do sistema de trabalho:a robotização está aumentando cada vez mais no mercado de trabalho, e com isso os trabalhadores perdem seus empregos, pois estão sendo substituidos por máquinas mais avançadas.
    - A crise ecológica:junto com o crescimento mundial a devastação vem aumentando então vivemos sob uma grave ameaça de desequilibrio ecológico que poderá afetar a terra.

    ResponderExcluir
  111. E.E.Manoel Ferreira de Lima
    Leidiane Lucero nº:24
    Ian Andrade nº:54
    3º B noturno

    O ethos eu precisamos é um ethos que diz o texto. Ele sim pode conscientizar o mundo, não diria que ele mudaria o mundo, ate porque é apenas um ethos e não um super herói, mais iria fazer muitas coisas eu poderia mudar algumas coisas em algumas partes do mundo. Precisamos de um que pensa no mundo em sua casa, seu lar e ate mesmo em seu trabalho. Nas três emergências que o texto cita o ethos sempre tem o seu ponto de vista e seu modo de resolver as coisas. Entre os muitos ensaios sobre ética mundial, ressalta por sua abrangência, alcance e beleza aquele proposto pela Carta da Terra. Esta representa a cristalização bem sucedida da nova consciência ecológica e planetária, fundadora de um novo paradigma civilizatório.
    A Carta da Terra, cujo surgimento e significado relataremos logo a seguir, parte de uma visão ética integradora e holística. Considera as interdependências entre pobreza, degradação ambiental, injustiça social, conflitos étnicos, paz, democracia, ética e crise espiritual. Ela representa um grito de urgência face as ameaças que pesam sobre a biosfera e o projeto planetário humano e também um libelo em favor da esperança e de um futuro comum da Terra e da Humanidade.
    Seus formuladores dizem-no claramente: “A Carta da Terra está concebida como uma declaração de princípios éticos fundamentais e como um roteiro prático de significado duradouro, amplamente compartido por todos os povos. De forma similar à Declaração Universal dos Direitos Humanos das Nações Unidas, a Carta da Terra será utilizada como um código universal de conduta para guiar os povos e as nações na direção de um futuro sustentável”.

    ResponderExcluir
  112. O texto descreve a mudança em que a tecnologia nos fez, mas proporciona uma grande riqueza, e a soliedariedade no mundo só diminuiu.

    A humanidade vive sob muita pressão sobre como age e seus consumos. Os humanos estão sendo deixados de lado, para o uso de máquinas, geramdo mais pobreza e desemprego; podendo ocorrer a devastação humana na terra. Não vivemos mais em paz, nós estamos fazendo tudo contra a natureza que nos criou e éthos é um modo de pensar.


    Escola E. Manoel F. de lima
    ROSANA LEMES - 39
    GEISE - 12
    2° C

    ResponderExcluir
  113. A principal crise social e que a sociedade moderna tem acesso a produção e distribuição dos bens da natureza e da cultura.
    A grande parte que produz são menos beneficiados ficando assim a grande parte com quem tem o poder.
    Crise no Sistema de Trabalho
    Com as novas formas de produção cada vez mais automatizadas, dispensado o trabalho humano em seu lugar entra a maquina inteligente, ocupa mão de obra. Com pouco trabalho que não se qualifica no mercado de trabalho ficando cada vez mais difícil.
    Crise ecológica
    Atividade humana irresponsável a maquina destruidora, como poucos tão preocupados com desequilíbrio ecológico que poderia afetar a Terra com integrador de sistemas. Ela é como um coração. Todos os demais organismos vitais serão lesados: os climas, as águas potáveis, a química dos solos. Os microorganismos e as sociedades humanas.


    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Naiane nº 40
    Amanda nº 42
    2º ano C

    ResponderExcluir
  114. E.E. Manoel Ferreira de Lima
    Alunos: Bruno de Oliveira e Rita de Cássia
    N°: 05 E 42 – 3° C Noturno

    Concluímos que neste texto está se retratando que no mundo atual temos três crises urgentes para se resolver, o ser humano está deixando de se preocupar com o seu próximo, está se esquecendo de cuidar do planeta onde vive, parece que o ser humano esta coberto por uma sombra negra que não deixa enxergar que na nossa vida não existe apenas riquezas matérias, mas sim riquezas espirituais que são muito mais importantes que qualquer outra coisa, o homem está trocando trabalho humano pelas máquinas, pois se diz mais perfeito, o que pode até ser mais perfeito mais esquecendo de que esta substituição causará muitos desempregos na sociedade e, se não acharmos soluções eficazes e urgentes, o índice de fome e pobreza só tende a aumentar.
    O ser humano sabendo que és o único ser “RACIONAL” não esta fazendo jus a sua reputação, e em nossa opinião só esta parecendo um ser, que se os maiores querem se dar cada vez mais bem em cima dos menores e incapacitados, obcecados pelo dinheiro e o status social: hoje valemos mais dependendo do que nos possuímos e não do que somos por dentro, e a sociedade esta cada vez mais individualista, os fracos são deixados no caminho e o resto salve-se quem puder cada um por si, a situação só tente a piorar se continuarmos nessa trajetória, o mundo pede socorro, mas cada um deve fazer sua parte e parar com o pensamento errado de esperar a primeira atitude, o primeiro passo,
    para podermos resolver esses três grandes problemas precisamos nos unir e procurar soluções inovadoras e deixar as diferenças de lado para podermos todos pensarmos de um mesmo jeito para podermos salvar o planeta e salvar a humanidade do consumismo e dessa auto destruição que está acabando com o planeta e com todos os seres vivos.

    ResponderExcluir
  115. Como todos sabemos, o ser humano é responsável pelo desenvolvimento. com sua grande inteligência foi capaz de criar curas para doenças, caminhos mais curtos para as técnicas de produção de áreas agrícolas, etc.
    Mas, com toda essa inteligência, ele não soube administrar muito bem suas idéias e acabou trazendo efeitos colaterais para seus semelhantes.
    Com a criação do capitalismo favoreceu alguns e desfavoreceu outros gerando uma grande crise social.
    Existem pessoas que vivem vidas precárias e enquanto outras vivem no luxo e no "glamour". Uma forma de acabar com essa desigualdade social seria distribuir melhor a renda de todas as famílias do mundo. Ex: Um deputado federal luta para aumentar seu salario para 20 mil reais e outra família luta para passar o mês com apenas um salário minimo. Se esse deputado cedesse uma parte de seu salario como uma forma de conscientização poderíamos até acabar com a fome no mundo!
    Também a crise de trabalho vem assombrando a maioria das pessoas que lutam em busca de uma pequena renda. Com a revolução tecnológica, maquinas vem ganhando o lugar de muitos funcionários, não só pela mão de obra barata, mas também nos benefícios que elas trazem. Ex:uma maquina não pede aumento pode ter uma carga horaria muito maior, não ganhar hora extra, mas ela, como qualquer outro eletroeletrônico, tem um tempo de vida útil. E uma maquina tem maior chance de cometer erros pois o seu sistema é criado para apenas seguir seus padrões. Uma solução seria o ser humano se especializar com cursos profissionalizantes em técnicas de informática para quando as maquinas forem danificadas eles estiverem prontos para concertar.
    E o problema que mais nos preocupa: a questão ambiental. tentamos cada vez mais nos desenvolver, mas estamos esquecendo do planeta em que vivemos. de forma egoísta só pensamos no eu e não no "nós". o "nós" seriam nossos sucessores, nossos filhos e netos, que vão tentar sobreviver em um mundo de caos e desunião. uma maneira para erradicar os problemas da destruição eminente do mundo seria a população usar os 3 Rs: reduzir, reciclar e reutilizar. nossos filhos irão agradecer!
    o éthos mundial esta ai para conscientizar cada indivíduo, pois, se não tivermos um guia viveremos na escuridão e no caos.

    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Nome: Jessica Maria, Sulivan
    N°:20, 52
    Série: 3° Ano "B"
    Turno: Noturno

    ResponderExcluir
  116. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  117. Os três problemas estão ligados uns aos outros, um afeta o outro eu concordo plenamente com Boff acho que as pessoas deveriam se unir para juntos construirmos um mundo melhor para nos mesmo, devemos dar mais valor nas pequenas coisas e na nossa natureza. A tecnologia é importante sim, mas acho que deveria ser usada para o nosso bem estar ela esta destruindo nossa natureza esta tirando empregos de cidadãos e os transformando em marginais, a tecnologia deveria ajudar as pessoas a terem um meio de vida, mais agradável e melhor. Com a tecnologia mal aplicada acaba se iniciando a crise social, onde as pessoas que antes tinha empregos hoje são substuidos por maquinas e assim iniciando a crise no trabalho as maquinas que farão substuidas por trabalhadores vai destruindo a natureza e ai surge a crise ecológica.
    Em nossa opinião as pessoas deverão para e refletir bem sobre o que estão fazendo com a natureza, com a terra com a humanidade, de que vai adiantar tanta tecnologia sem um mundo para viver?

    ESCOLA ESTADUAL MANOEL FERREIRA DE LIMA
    POR: CAMILA MENDONÇA E GRACIELE APARECIDA
    Nº: 06, 14
    3º ANO NOTURNO

    ResponderExcluir
  118. ESCOLA ESTADUAL MANOEL FERREIRA DE LIMA.
    SÉRIE: 3ºB NOTURNO

    nomes: KEVILEEN CAROLINA DE OLIVEIRA
    PAMELA TAIS LESCANO

    Ao nosso ver este texto retrata a verdadeira imagem do nosso mundo atual, e vem nos mostrar os prós e contras da evolução tecnológica, que ampliou o quadro econômico, gerou muita desigualdade social e gerou também um grande impacto na natureza. A mão de obra mecanizada tomou muito espaço e substituiu, à mão de obra humana, isso desencadeou uma série de desempregos, mas este fato não teve grande significativa na economia mundial. Segundo o texto, no futuro o trabalho será luxo para alguns, haverá muito desenvolvimento econômico, porém pouca mão de obra humana. Com o avanço das tecnologias e as indústrias buscando se adequar ao mercado atual (novo tempo tecnológico) diminuiu bastante o número de empregos, e a tendência é que não afete somente a sociedade, mas também todos os seres que vivem nesse planeta.
    Acreditamos que essa ideia do filosofo, não merece ser apenas projetos e ficar no papel, mas sim que é um exemplo a ser seguido. Temos que nos adaptar a esse modelo de vida, o planeta terra também vai se adaptar a estas mudanças, mas até isto acontecer a vida no planeta estará em jogo, e cabe a cada um de nós preservá-la

    ResponderExcluir
  119. Ao término deste testo foi possivel ver que ele envolve três problemas mundiais:(A crise social,a crise do sistema financeiro ea crise ecológica)Problemas que envolvem toda a populaçao humana.
    Crise social --> O texto mostra que essa crise envolve pricipalmente os processos economicos, trabalhistas, politicos e paises ricos e pobres divididos em varias classes,em meio a desigualdade.

    Crise do sitema de trabalho-->Fala sobre a crise que esta havendo com as novas tecnologias em meio ao trabalho,as novas tecnologias desenvolvidas pelo homem estao cada dia mais avançandas e estao reduzindo a mao de obra no mercado ,com isso resta ao homem aprimorar seus conhecimentos para acompanhar esse desenvolvimento.

    Crise ecológica--> Fala sobre oque esta acontecendo com o mundo ecologico em nosso planeta.Os efeitos da atividade humana ea consequencia que esta causando nas ultimas décadas.
    Esses tres problemas tem em comum a atividade humana isso se dve a uma porçao de fatores que sao necessarios mais atençao e interesses mundial de uma mudança radical e objetiva que resolva todos esses problemas.

    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Nomes:Jéssica de Oliveira n°15 Taynara n°44
    série:2° ano 'c'

    ResponderExcluir
  120. Escola Manoel Ferreira de Lima
    Nome: Bruno Azevedo Costa
    Série: 2º Ano B
    Período: Noturno

    O texto retrata que a maquina praticamente substituiu a mão-de-obra , trazendo mais lucros e benefícios para as empresas e ao mesmo tempo prejudica as pessoas que ali estavam empregadas. Também existem muitas diferenças entre as classes (ricos e pobres), e que devemos acabar com essas diferenças anti-sociais porque ninguém deve ou merece viver em condições irregulares.
    E também que esta ocorrendo problemas ecológicos no mundo, por causa das maquinas que estão substituindo a mão-de-obra que leva a um desequilíbrio ambiental e ecológico.

    A revolução que esta acontecendo com questão das maquinas da tecnologia esta beneficiando as classes mais ricas e prejudicando as classes mais baixas.
    E ao mesmo tempo em que alguns são beneficiados na parte financeira, estão ocorrendo em todo o mundo desastres ecológicos que acabam prejudicando a nossa natureza e a vida humana.
    Então como conclusão quero deixar que nós devamos cuidar mais das coisas que iram nos beneficiar agora no presente e também no futuro e evitar certas coisas que tragam malefícios ao sistema ecológico e humano.

    ResponderExcluir
  121. Em relação aos problemas e soluções globais, em primeiro lugar vem a crise social. Com a operação tecnológica, propiciou uma produção fantástica, mas veio de forma desigual e injusta, porque é pessimamente distribuída. Há um possível encontro de duas espécies humanas; por um lado, estrutura-se um tipo de humanidade opulenta, que controla os processos técnico-científicos, econômicos e políticos e é o oásis, que se beneficiam com os avanços tecno-científicos, da biogenética e da manipulação dos recursos naturais e vivem cerca de 120/130 anos; por outro, a velha humanidade, vivendo sob pressão para manter um status de consumo razoável ou na pobreza, estes tem em media de 60-70 anos de expectativa de vida.
    Em segundo lugar, a crise do sistema de trabalho. Como as formas de produção estão cada vez mais automatizadas dispensam o trabalho humano, com isso destroem-se postos de trabalho e tornam-se trabalhadores descartáveis, em seu lugar, entra a maquina inteligente. Haverá desenvolvimento sem trabalho. Mas a questão não é o trabalho e sim o “descanso” a “folga”, será que esse “descanso” vai ser criativo para a sociedade.
    Em terceiro lugar, a crise ecológica. Com o amplo conhecimento, temos o principio da autodestruição. A atividade humana criou a maquina da morte que pode produzir danos irreparáveis a biosfera e destruir as condições de vida dos seres humanos na Terra, vivemos então numa grave ameaça que poderá afetar a Terra. A sustentabilidade do planeta poderá acabar que vai levar a devastação de fantásticas vidas. Devemos tomar decisões coletivas para salvar o planeta e à manutenção das condições gerais que permita a evolução seguir em frente.
    Para resolver esses três problemas globais, deve-se fazer uma revolução também global. Para tal revolução global, far-se-ia necessária uma ideologia revolucionaria global, com seus portadores sociais globais que tivessem tal articulação, coesão e tanto poder que fossem capazes de se impor a todos.

    :D
    Escola Estadual Padre Constantino de Monte
    2ºB Matutino
    Daiani Leda Scariot Barbosa nº07
    Jonaliza Marques Marcondes nº17

    ResponderExcluir
  122. "Urgência DE UM ÉTHOS MUNDIAL”

    Bom, esse texto fala muito sobre o meio ambiente e sobre três problemas que são:

    A crise social

    As classes sociais estão cada vez mais desiguais, e as pessoas pensando cada vez mais em si próprias, não pensando no próximo e nem no futuro, destruindo a natureza e desperdiçando água e etc.

    A crise do sistema de trabalho.

    Os seres humanos estão cada vez mais perdendo espaço para as máquinas no mercado de trabalho, tendo que se aperfeiçoar para poderem manter-se no mercado de trabalho, estando sempre de olho nas novas tecnologias e tentando aprende-las para poderem usá-las ao seu favor no mercado de trabalho.

    A crise ecológica.

    Com o descuido dos seres humano pelo meio ambiente, as catástrofes naturais estão cada vez mais comum no mundo inteiro chuvas em excesso, mudanças climáticas, efeito estufa, entre outros.

    ESCOLA ESTADUAL PADRE CONSTANTINO DE MONTE
    ALUNA: ANA CAROLINA Nº03 2° ano B

    ResponderExcluir
  123. Com o crescimento global, crescem também os problemas relacionados com o mesmo, primeiro que podemos citar é a crise social, pois com o fato do crescimento e expansão das grandes empresas cresce também a riqueza, que por muitas vezes é mal distribuída entre as classes o que aumenta ainda mais a diferença entre as mesmas, acarretando na extremidade social.

    Outro problema grave é a crise no sistema de trabalho; as formas de produção vão cada vez mais dispensar o trabalho humano por causa dos avanços tecnológicos, com isso gera desemprego, o que nos faz pensar como será o futuro da humanidade, se nós olharmos pelo lado lógico; a humanidade avançara sem que haja trabalho.


    Por ultimo, mas não menos importante vem a questão ambiental, que nos últimos tempos vem sendo cada vez mais comentada entre as grandes potencias, pois ninguém quer que o planeta seja auto-destruido, por isso muito se fala no conceito de sustentabilidade – crescer de uma maneira sem destruir o meio onde vivemos – pois se a terra entrar em desequilíbrio o resultado será devastador.

    Contudo o que se nota, que o próximo passo na evolução, será as pessoas começarem a olhar o meio onde vivem de outra forma, não só pensar em lucro e progresso a qualquer custo, mas sim nas pessoas menos favorecidas que são maior parte da sociedade.


    Escola Estadual Padre Constantino de Monte
    Andre Luis Dutra Cesar n°05
    Marcos Vinicius Silva Bieger n°22
    2° Ano B
    Matutino

    ResponderExcluir
  124. Três problemas suscitam a urgência de uma ética mundial: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica, todas de dimensões planetárias.

    A causa principal da crise social se prende à formação como as sociedades modernas se organizam no acesso, na produção e na distribuição dos bens da natureza e da cultura. Essa forma é profundamente desigual, por que privilegia as minorias que detêm o ter, o poder e o saber sobre as grandes maiorias que vivem do trabalho; em nome de tais títulos se apropriam de maneira privada dos bens produzidos pelo empenho de todos. Os laços de solidariedade e de cooperação não são axiais, mas o são o desempenho individual e a competitividade, criadores permanentes de apartação social com milhões de marginalizados, de excluídos e de vítimas.

    RESUMO
    O texto retrata das pessoas que só pensam como se familiarizar com as tecnologias, de colocar essas tecnologias no vida humana, e não pensam que com isso pode acontecer a exclusão de pessoas, não poderem trabalhar porque não sabem mexer nas tecnologias que surgem, por isso ocorrem a falta o desemprego, a falta de ética entre cidadãos, com isso também ocorrem as mudanças da natureza , que são as crises ecológicas, aonde desequilibra totalmente a ecologia e a culpa de tudo isso somos nós "seres humanos" !
    éthos - são as relações humanas para com a natureza.


    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Rodrigo Lemes de Alencar
    n°33
    2° Ano "B" NOTURNO

    ResponderExcluir
  125. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  126. De maneira irresponsável e inconsequente, abusamos dos recursos naturais , simplesmente para faturar,ganhar dinheiro,não se pensa na comunidade em um todo ,hoje se age apenas de modo que traga beneficio a si próprio ,
    Segunda crise do trabalho: a tecnologia, robotização e informatização estão tirando o lugar da espécie humana, e a sociedade estão ficando sem serviço. Hoje em dia as tecnologias, estão muito avançadas, maquinas e computadores estão fazendo o trabalho das pessoas, por isso estão sem serviço.
    A tecnologia é um exemplo disso, que acaba aumentando as diferenças entre ricos e pobres através das condições sociais de uma sociedade, ou seja, muitas pessoas não podem adquirir um produto pela sua baixa condição social, enquanto outros podem aquirir muitos deles.
    Isso é a desigualdade social.
    Outro problema causado pela evolução do Homem é o desrespeito pelo meio ambiente, que com medidas simples poderiam ser reversos.
    Por isso, as nossas atitudes e ações deveriam ser repensadas, mudadas, e quem sabe assim mudar o mundo.


    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Jackson e Marcelo Augusto
    nº17 e 28
    3º Ano "B" NOTURNO

    ResponderExcluir
  127. A Solução dos poblemas apresentados no textos simplesmente sao impossiveis,pois vivemos hoje em um mundo globalizado onde o que importa e a riqueza e o bem estar proprio e nao a solidariedade com o proximo.a população mundial caminha em um estrada sem volta para a destruiçao da terra e ela em si nao pode fazer nada porque grande parte dela nao tem consciencia de que esta destruindo um meio de qual fazem parte e precisam para sobreviver.

    Aluno: Jeferson bicudo 2ºB noturno nº 19

    ResponderExcluir
  128. Com o avanço da tecnologia, robotização e a informatização têm uma riqueza muito grande isso diferencia muito a sociedade.
    O mundo está cada vez tendo sua tecnologia mais avançada mas, ela se dá de uma forma desigual, não é toda população que tem acesso a ela e como consequência desse avanço a mão de obra humana está sendo substituída por maquinas o que provavelmente ira causar um caos no futuro. A crise ecológica tem como causa a exploração do ser humano e a falta de preservação, apesar de ser amplamente divulgadas as conseqüências da falta de interesse na preservação ambiental a sociedade ainda não aprendeu que podem se produzir danos irreparáveis à biosfera e destruir as condições de vida.


    Escola Estadual Manoel Ferreira de Lima
    Fernando
    N°14
    2°B NOTURNO

    ResponderExcluir
  129. E.E. Manoel Ferreira de Lima
    Nome; Carlos and Luane
    N°05, 25 Ano: 2º B
    Profº: Sebastião

    “O tema deste texto é a necessidade de uma ética mundial fundada em consensos mínimos, como a erradicação da miséria, a eliminação das armas atômicas e um pacto de convívio e harmonia entre as religiões e culturas.

    Um dos mais importantes pensadores cristãos da atualidade no campo da religião, da crítica social e da ecologia, Leonardo Boff reflete sobre essas questões e propõe um pacto planetário pela paz, pela justiça e pela solidariedade.”
    URGÊNCIA DE UM ETHOS MUNDIAL : O Ethos mundial que precisamos.Problemas globais, soluções globais Três problemas suscitam a urgência de uma ética mundial: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica, todas de dimensões planetárias. A crise social – os indicadores são notórios, a mudança da natureza da operação tecnológica, mediante a robotização e a informatização, propiciou uma produção fantástica de riqueza.

    ResponderExcluir
  130. A crise social que vivemos atualmente e o retrato de uma industrialização que viza o lucro em deteorização de uma convivência social baseada no bem estar de todos.
    A tecnológia que veio facilitar o trabalho,acabou fazendo muitos desempregados;ajudar na medicina ,deixou muitos na fila da esperança;tornou-se a riqueza de alguns e o flagelo de outros.
    Levou a uma crise ecológica,que está perto de decretar o fim da humanidade,pois em nome da riqueza não se teve o cuidado em caminhar lado a lado tecnológia e e meio ambiente.Só teremos um éthos mundial novo e favorável a todos quando nos consciêntizarmos que somos um só.

    Escola Manoel Ferreira de Lima
    Cleonice Nº7
    Natalia Nº29
    2º ano B

    ResponderExcluir
  131. URGÊNCIA DE UM ETHOS MUNDIAL : O Ethos mundial que precisamos.

    Três problemas suscitam a urgência de uma ética mundial: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica, todas de dimensões planetárias.

    Com o crescimento global, crescem também os problemas relacionados com o mesmo, primeiro que podemos citar é a crise social, pois com o fato do crescimento e expansão das grandes empresas cresce também a riqueza, que por muitas vezes é mal distribuída entre as classes o que aumenta ainda mais a diferença entre as mesmas, acarretando na extremidade social.

    Outro problema grave é a crise no sistema de trabalho; as formas de produção vão cada vez mais dispensar o trabalho humano por causa dos avanços tecnológicos, com isso gera desemprego, o que nos faz pensar como será o futuro da humanidade, se nós olharmos pelo lado lógico; a humanidade avançara sem que haja trabalho.


    Por ultimo, mas não menos importante vem a questão ambiental, que nos últimos tempos vem sendo cada vez mais comentada entre as grandes potencias, pois ninguém quer que o planeta seja auto-destruido, por isso muito se fala no conceito de sustentabilidade – crescer de uma maneira sem destruir o meio onde vivemos – pois se a terra entrar em desequilíbrio o resultado será devastador.

    Contudo o que se nota, que o próximo passo na evolução, será as pessoas começarem a olhar o meio onde vivem de outra forma, não só pensar em lucro e progresso a qualquer custo, mas sim nas pessoas menos favorecidas que são maior parte da sociedade.

    Escola Estadual Padre Constantino de Monte
    Taislaine Louveira Santos n° 34
    Suzi Ferreira n°33
    2° ano 'B' matutino

    ResponderExcluir
  132. Os seres humanos conseguiram chegar a um ponto em que é mais fácil destruir do reconstruiur, abusamos dos recursos naturais apenas para ganhar dinheiro, só pensamos em nós mesmos, deixando de lado todo o resto da humanindade.
    Em muitos lugares do mundo pessoas passam fome, enquanto muitas empresas mundiais faturam milhões e jogam comida no lixo sem nem pensar se há alguém por ai precisando de um pão para matar sua fome.
    Para resolver os três problemas exixtentes no texto: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise
    ecológica. Temos primeiro que pensar no proximo, temos que deixar de lado os preconceitos e começar a enchergar os problemas do mundo como um só. O mundo hoje em dia vive em constante guerra , e o éthos nada mais é que um plano para tentar mudar as coisas que estão totalmente desorganizadas em nosso planeta. Nossa sociedade vem evoluindo a cada dia mais rapido porém o que esa vindo junto com esse evolução esta trazendo problemas catastroficos, então devemos parar e pensar, nossas atitudes devem ser repensadas e mudadas ou não saberemos onde vamos parar.

    Nome: Fabiane Kommers e Raquel Silva
    Nº: 12 e 32
    Série: 2º ano B
    Escola: Estadual Manoel Ferreira de Lima

    ResponderExcluir
  133. Urgência de um Éthos Mundial: O Éthos Mundial de que precisamos. Boff, 2000

    Primeira Crise Social: Com o avanço da tecnologia, robotização e, esses avanços tecnológicos vêm com uma desigualdade muito grande aprofunda ainda mais os fossos existentes ricos e pobres.

    Segunda Crise do Trabalho: A tecnologia, robotização e informatização estão tirando o lugar da espécie humana, e a sociedade estão ficando sem serviço. Hoje em dia as tecnologias, estão muito avançadas, maquinas e computadores estão fazendo o trabalho das pessoas, por isso pessoas estão desempregadas

    Terceira Crise Ecológica: A humanidade com sua ganância de maquinas morta, tecnologias avançadas, podem causar danos irreparáveis á biosfera, e acabar com as condições de vida na terra, nos viveram um desequilíbrio ecológico enorme, pode afetar nossas águas potáveis, a química dos solos, os microorganismos e as sociedades.

    Só no resta uma solução, ou cuidamos do nosso planeta ou terminamos de destruir-lo.
    Ainda há tempo, mas temos que tomar decisões.


    Escola Estadual Padre Constantino de Monte
    2º Ano B
    Alunos: Pedro Henrique Pereira Barros e Robson Leandro Félix. Nº (25 e 29)

    ResponderExcluir
  134. Escola Estadual Padre Constantino de Monte
    Daniel Ribeiro nº08
    Tanatieli Scopel nº 35
    2º ano “B” Matutino

    Urgência de um Éthos mundial: o Éthos mundial de que precisamos
    Boff, 2000

    Urgência de um éthos mundial: o éthos mundial de que precisamos.
    Três problemas originam a urgência de uma ética mundial: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica.

    A crise social: o mundo vem mudando com tanta tecnologia, gerando muitas riquezas para certa classe social e apenas uma minoria dessa riqueza para outra. Causando uma desigualdade de enormes proporções. E com tanta modernidade e egoísmo a solidariedade com o próximo vem decaindo cada vez mais.
    Com tamanha desigualdade, estrutura-se uma humanidade que controla os processos técnico-científicos, econômicos e politícos, essa sociedade vive mais por conta da biogenética e da manipulação dos recursos naturais. Por outro lado a sociedade não evoluída que vive na exclusão e na pobreza vivem no máximo 70 anos de vida.

    Ja à crise do sistema do trabalho: com tanta tecnologia, a mão nos mundos atuais, os trabalhadores manuais estão cada vez mais perdendo lugar para as máquinas e suas tecnologias.
    Entre muitas perguntas a serem respondidas em relação ao trabalho, a uma em especial: "Estamos preparados para tanta tecnologia ?”

    Já a crise ecológica existe vários orgaõs respeitados que se preocupa com a nossa fauna e flora, como a Cruz Vermelha e a O.N.U.
    Com essa falta de respeito com a natureza, a população vive cada vez mais no meio da poluição sem perceber o risco que isso significa para o futuro da humanidade.
    Um dos problemas da sociedade é a distribuição de renda desigual.
    Com uma minoria rica que detém o poder e uma minoria vivendo na miséria.
    E com a competitividade cada vez maior, não ajuda nenhum pouco a incentivar a solidariedade. A tecnologia nos trouxe muitos bens também como uma melhora na saúde, habitação, transporte, comunicação, e muitos outros.
    Mas se as pessoas não souberem usar essa tecnologia toda a favor do planeta terá uma consequência muito desastrosa.
    Contudo a ética só nasce, se mudarmos nossa maneira de ver o mundo. Do contrário o fim será trágico.

    Então agora só nos resta uma solução, ou cuidamos do nosso planeta ou terminamos de destruir-lo.
    Ainda há tempo, mas temos que tomar decisões importantes.

    ResponderExcluir
  135. ESCOLA ESTADUAL PADRE CONSTANTINO DE MONTE
    NOME: FERNANDO AUGUSTO DE OLIVEIRA
    Nº: 13
    PERÍODO: MATUTINO
    Urgência de um Éthos mundial: o Éthos mundial de que precisamos
    Boff, 2000
    Éthos mundial. Trata-se de uma ética que possa ser aceita pela maioria da população ou até mesmo pela sua totalidade.
    No texto fala sobre a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise
    ecológica que traz à discussão conceitos relevantes no sentido da criação de uma unidade planetária, de uma visão unificada do planeta Terra como um grande organismo vivo e centro de toda a energia, a qual denomina Gaia. Neste sentido, propõe a discussão de uma teoria ética mundial, um Ethos, baseado nos diversos conhecimentos humanos e capa de minimizar o processo de destruição imposto pelos seres humanos ao nosso planeta, gerando uma nova postura global de interação entre seres humanos e o grande ambiente, a Terra. Busca trabalhar conceitos de Ética e Moral, através de uma visão planetária, trabalhando dentro de um ambiente só, dois pensamentos distintos, o da burguesia e o do proletariado, com suas diferenças impactantes de conceitos, porém sem ditar uma norma geral como sendo certo ou errado em qualquer um deles. Assim, saindo da distinção destes dois conceitos, propõe uma ética mundial, universal, capaz de abranger conceitos como justiça social, respeito à natureza, democracia, política e religião .

    O texto retrata um pouco sobre a tecnologia que vem crescendo à medida que os anos passam com essa tecnologia tão avançada as pessoas não se preocupam com o que está acontecendo com o mundo, só se preocupam em estar atualizado, mas não é bem assim, muitas pessoas não tem aceso a essa mudança toda e acabam ficando para traz, e como conseqüência disso muitos acabam perdendo seus empregos gerando fome e miséria pelo mundo.
    O mundo em si está gerando transformações a cada dia, mas as pessoas então mais preocupadas com o que haverá de novo amanhã ao envés de fazer alguma coisa de bom para mudas esse mundo onde nós vivemos. Todos nós estamos preocupados em apenas se estamos bem, e esquecemos-nos de olhar a dura realidade que está em nossa volta, tantas tragédias, tantos acontecimentos e a gente apenas lamentamos ao envés de ajudarmos, infelizmente esse é o mundo que vivemos cheio de injustiça, onde os problemas aparecem na nossa porta e simplesmente nós varremos para bem longe de nós.
    E os puliticos ao envés de ajudar as passoas que necessitam, roubam o único dinheiro de é destinado para ajudar as pessoas mais pobres e ainda saem dando risada do povo que acredita que um dia haverá mudança por parte de alguém.
    Agora o que nos resta, é apenas uma solução, ou cuidamos do nosso planeta ou terminamos de destruir-lo.
    Pessoal ainda há tempo, mas temos que tomar decisões importantes.
    Para que possa haver melhoras.

    ResponderExcluir
  136. O texto retrata o dia a dia das pessoas, nos num mundo tão
    moderno, e na correria dos dias de hoje não prestamos a atenção em nosso arredor perdemos momentos importantes das nossas vidas.As pessoas ficam tão fascinadas com esse tipo de coisa que esquece dos problemas do mundo em si,acabam se distraindo enquanto pessoas perdem seus empregos por falta de conhecimento, com isso acabam passando fome, perdendo sua casa por falta de dinheiro pra pagar o aluguel,E os políticos ao invés de ajudar roubam todo o dinheiro voltado para essas pessoas.Em um mundo onde a democracia e tão falada, os pobres é quem são os mais prejudicados enquanto os ricos levam a vida boa,enquanto os mais carentes vivem a pão e água.

    E.E.Manoel Ferreira de Lima
    alunas:Fabricia dos Santos nº13 e Jaine Fava nº17
    Profº.:Sebastião Faustino
    Disciplina:Sociologia
    2ºano B noturno

    ResponderExcluir
  137. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  138. Esse texto apresenta três problemas que mostra a urgência de uma ética mundial. Que são eles:
    A Crise Mundial, A Crise do sistema de Trabalho e A Crise Ecológica, todos de dimensões planetárias.
    E observando o texto o que mais fica em evidencia é o homem como o causador de todas essas crises
    .
    A Crise Social: Se o homem não fosse tão egoísta não haveria a exclusão social, por exemplo. Direitos iguais a todos,teríamos uma política séria e honesta em nosso pais,onde desigualdade social não haveria em nossa sociedade e não precisaria ser camuflada por alguns programas governamentais de assistência social.

    A Crise do Sistema de Trabalho: Novamente o homem com seu individualismo e pensando cada vez mais em crescer no mercado financeiro e obter grandes lucros com baixo custo, troca a mão-de-obra humana pelas máquinas não se importando em quantos pais de família ficaram desempregados e em quantas crianças ficaram se o sustento básico assim ficando cada vez mais expostas a marginalidade, sem falar de jovens que busca no trabalho a fonte de nos sustentar financeiramente e podermos assim crescer profissionalmente, vivendo dignamente e termos a oportunidade sermos cidadões de bem. E quando isso nos é tirado o que nos resta?Eles não pensam nisso, estão apenas preocupados em ser o maior empresário do mundo não se importando a que custos isso aconteça.

    A Crise Ecológica: Mais uma vez o homem com sua arrogância esquecem que pra ser verdadeiramente bem sucedido ele precisa preservar o planeta onde vive, do qual ele não teve participação nenhuma na criação, mais tem toda a participação na destruição. Esquecendo que Deus quando formou a terra a fez perfeita e auto-sustentável entregou de presente ao homem para ele desfrutar e viver em harmonia com ela,mais o homem com sua ganância esquece que o planeta não é propriedade exclusiva de alguns,mais de toda a humanidade.Essa situação só poderá mudar quando todos os seres humanos reconhecerem a soberania de Deus sobre todas as coisas e obedecerem o mandamento que o próprio Deus nos deixou de amar o nosso próximo como a nós mesmo e respeitar uns aos outros e o planeta onde vivemos.Caso contrário estaremos apenas no inicio de uma terrível destruição da humanidade.


    Nome: Jéssica Caroline
    Numero: 20
    Série: 2ºano B noturno
    Escola: Manoel Ferreira de Lima

    ResponderExcluir
  139. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  140. A crise social: A operação tecnológica e com o aumento da tecnologia abrange uma grande fonte de criar lucros e fundos. Como nos dias de hoje a tecnologia tem um grande aumento que proporciona não tendo a desigualdade social entre ricos e pobres, e entre outros grupos sociais.
    A crise do sistema de trabalho: Nos dias de hoje para ser aceito em uma devida área de trabalho, é requisito ter o grau de escolaridade completo.
    Ex: Emprego na prefeitura de lixeiro; é exigido o estudo até o 3º grau completo.
    Com o aumento da tecnologia haverá menos mão-de-obra e serviços forçado.
    A crise ecológica :as maquinas com o aumento da tecnologia em maquinas não pode somente trazer prejuízo mais também uma ma forma de aperfeiçoamento diminuição de Mao de obra ,mais trás a ma forma de utilização vê causando desastres mundiais

    nome lucas,jose fernado
    Série: 2ºano B noturno
    Escola: Manoel Ferreira de Lima

    ResponderExcluir
  141. O éthos é o conjunto das inspirações, dos valores e dos princípios que
    orientarão as relações humanas para com a natureza, para com a
    sociedade.Precisamos logo criar um novo éthos, até porque na verdade o equilíbrio, natureza,foi criado para o homen, mas quem esta destruindo tudo é o próprio homen.
    Nós estamos nesse éthos, querendo sempre crescer, sempre ter mais que os outros, sempre abusando do conforto, e para isso, nós sempre recorremos à natureza, pois é delas que vivemos, dependemos e nessecitamos.É dela que vem tudo, mas nos estamos esquecendo de um pequeno detalhe, para nos manter vivo, precisamos mante-la viva tamben, pois quando estamos estragando a natureza, estragamos nós mesmos, e o futuro dos nossos filhos...
    O éthos que precisamos, é um povo que viva fora de nenhuma crise e que saiba cuidar de si e da natureza sem nunca ofender ou querer ser mais que os outros.E tratar a natureza com privilégio, nao mal trata-la nunca, pois dependemos dela para viver, isso é o éthos q precisamos ter para viver bem e feliz.


    Nomes:Felipe Zemolin, Gustavo Marques
    N°: 12, 16
    Serie: 2 ano B matutino
    Escola padre constantino de monte

    ResponderExcluir
  142. ESCOLA ESTADUAL: P.CONSTANTINO DE MONTE
    Nome: Gabriela e Sara
    Nº: 43, 32
    AN0:2°B
    Com o desenvolvimento tecnológico o homem elevou a desigualdade na sociedade; Os preços se elevam, e nem todos podem comprar...
    Em muitos lugares do mundo pessoas passam fome, enquanto muitas empresas mundiais faturam milhões e jogam comida no lixo sem nem pensar se há alguém por ai precisando de um pão para matar sua fome...
    Em segundo lugar, a crise do sistema de trabalho. Como as formas de produção estão cada vez mais automatizadas dispensam o trabalho humano, com isso destroem-se postos de trabalho e tornam-se trabalhadores descartáveis, em seu lugar, entra a maquina inteligente. Haverá desenvolvimento sem trabalho. Mas a questão não é o trabalho e sim o “descanso” a “folga”, será que esse “descanso” vai ser criativo para a sociedade.
    Em terceiro lugar, a crise ecológica. Com o amplo conhecimento, temos o principio da autodestruição. A atividade humana criou a maquina da morte que pode produzir danos irreparáveis a biosfera e destruir as condições de vida dos seres humanos na Terra, vivemos então numa grave ameaça que poderá afetar a Terra. A sustentabilidade do planeta poderá acabar que vai levar a devastação de fantásticas vidas. Devemos tomar decisões coletivas para salvar o planeta e à manutenção das condições gerais que permita a evolução seguir em frente.
    Para resolver esses três problemas globais, deve-se fazer uma revolução também global. Para tal revolução global, far-se-ia necessária uma ideologia revolucionaria global, com seus portadores sociais globais que tivessem tal articulação, coesão e tanto poder que fossem capazes de se impor a todos.

    ResponderExcluir
  143. Nome:Andressa Fernanda,Paula Zagonel
    N:08,33
    Ano:2a
    E.E.Padre Constantino de Monte

    Três problemas originam a urgência de uma ética mundial: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica.

    Crise Social - A mudança que trouxe para a natureza teve grandes operações tecnológicas,tanto para os ricos como também para os pobres,mas o ato de que as pessoas ajudem os outros esta caindo por o motivo dessa barbárie, geralmente não consegue respeitar a ética e moral das pessoas.Um quer passar por cima do outro não pensando nos valores morais usando a exclusão social e agindo com interesse sem se respeitar a si próprio agindo sem caráter sempre querendo mais e mais.

    Crise no Sistema de Trabalho - As novas formas de produção foram aumentando no trabalho humano,entram as maquinas que são capaz de tudo,e acabam deixando o trabalho humano sem nenhuma utilização. As pessoas estão sendo substituídas por robôs incapazes de ter pensamento humano mas são mais valorizados que um trabalhador esforçado que da tudo de si para a contribuição na sociedade ,o que vai ser de nos se toda essa tecnologia que nos envolve tomar conta de todo o mundo ? para onde vão todas as pessoas ? isso são perguntas sem respostas que nos deixam cada vez mas calados e sem saída.


    Crise Ecológica - O trabalho humano de uma forma prejudicou o nosso ambiente com nossas atividades, mas eles não estão vendo que eles mesmo estão sofrendo as conseqüências. A sociedade passou a usar seus conceitos sem pensar no que poderia vir a causar no meio de nossa sociedade,como a contaminação das águas a poluição no ar, tudo que aqui se faz aqui se paga e assim vamos sofrendo com nossos atos provando do próprio veneno pois o maior prejudicado de toda essa revolução somos nós.

    ResponderExcluir
  144. ESCOLA ESTADUAL: P.CONSTANTINO DE MONTE
    Nome:Victor e Olivio
    Nº: 40 ,24
    AN0:2°B

    As relações entre o homem e o meio ambiente, a subjectividade e a exterioridade encontram-se comprometidas nessa sociedade chamada do conhecimento e da comunicação, criando cada vez mais comunicação e solidão entre as pessoas. A incapacidade dos meios técnicos e científicos de reequilibrar as actividades sociais úteis sobre o planeta, associada a também incapacidade das forças sociais organizadas e das formações subjectivas constituídas de se apropriar desses meios para torná-las operativas apontam para a necessidade de construir um novo ethos civilizacional que deve emergir da natureza mais profunda do ser humano, dos elos afectivos, da convivência, do cuidado.
    O homem cada vez mais devasta natureza e sem prudência necessária gasta todos os recursos não renováveis da terra.
    Não haverá uma verdadeira resposta à crise ecológica a não ser em escala planetária e com a condição de que se opere uma autêntica revolução social e cultural, reorientando os objectivos da produção de bens materiais e imateriais.
    O que preocupa o estudioso é a maneira de viver sobre o planeta, no contexto de aceleração técnico-científico e de um considerável crescimento demográfico. Com a automatização progressiva redobrada pela evolução da informática; cada vez mais haverá uma quantidade maior de tempo disponível de actividade humana.
    Conectados à grande rede de computadores, milhares de pessoas pagam contas, assistem a um filme, pedem comida, visitam museus sem sair de casa. As relações com a realidade concreta com cheiros, cores, sensações, contradições passou a ser mediada pela imagem.
    Essa anti-realidade afecta a vida humana no que ela tem de mais fundamental: o cuidado e a compaixão. O cuidado, para Boff, é o suporte real da liberdade, da criatividade e da inteligência. Nele se encontra o ethos fundamental do homem, quer dizer, no cuidado identificamos os princípios, os valores e as actividades que fazem da vida um bem viver e das acções um recto agir.De um lado, há o desenvolvimento contínuo de novos meios técnico-científicos potencialmente capazes de resolver as problemáticas ecológicas dominantes e determinam o reequilíbrio das actividades sociais úteis sobre a superfície do planeta e de outro lado a incapacidade das forças sociais organizadas e das formações subjectivas constituídas de se apropriar desses meios para torná-los operativos.

    E qual será essa nova ótica? De que ethos precisamos?

    Compaixão é o valor fundamental do paradigma ético. Compartilhar a própria paixão com as emoções do outro.
    Assim veremos um dia a natureza de outro modo com uma outra visão!!

    "Quando o último rio secar,
    a última árvore for cortada
    e o último peixe pescado,
    o homem vão entender que ,
    dinheiro não se come."

    E que tiramos isso por lição! ^^

    ResponderExcluir
  145. ESCOLA ESTADUAL: P.CONSTANTINO DE MONTE
    Nome:Tiago Gauer Pompeu
    Nº: 42
    AN0:2°B
    Com os avanços tecnológicos vem sendo um grande aliado para as grandes produções de riquezas. Mas devido a avanços, hoje em dia vem tendo cada vez mais as diferenças entre ricos e pobres, que agrava o nível de solidariedades entre eles.
    De um lado tem se um avanço muito grande, estudados por diversos anos e assim tendo um conhecimento mais amplo e possibilitando estrutura melhor para se viver. Do outro lado se tem a miséria, povos abandonados e esquecidos, mergulhados na pobreza, marginalização e na exclusão social, esses povos devido a seu dia a dia, no seu modo de viver, geralmente não passa dos 70 anos de vida.
    Com as tecnologias em avanço tem também o esquecimento do homem, que é substituído pelas modernas máquinas, e assim o homem torna-se cada vez mais descartável.
    Sem dúvida nenhuma esses avanços como sempre ajuda e melhora o rendimento de produção, mas estamos em uma sociedade que necessita de um emprego, necessita da sua subsistência, e com máquinas retirando seu emprego, o que será que o homem terá para sobreviver.
    E assim cada vez mais estão criando máquinas para destruir. Sem pensar na natureza e na biodiversidade, hoje também um dos mais prejudicados pela criação humana é a terra, criam-se máquinas sem muitas vezes pensar no que ela pode causar, ou simplesmente usá-la de forma inadequada.
    Sabendo-se usar corretamente esse avanço tecnológico seria sim hoje um país mais justo e bom para se viver, hoje muitos estudos tem ajudado os povos, como hospitais, centros de pesquisas de doenças e muitos outros que proporciona uma vida melhor para os povos.
    Portanto a como reverter esses processos que maltratam e distorce a vida humana, tendo uma provação de palestras, canais ensinando a utilização, um poder político que apóia um regime de observação e criação de leis. Tem sim como reverter esse processo com cuidado e com a consciência de todos. “Tudo Pode ser Mudado. Basta apenas o ser Humano Querer”.

    ResponderExcluir
  146. Escola Estadual Padre Constantino de Monte
    Nandara Simone Almeida de Souza
    N°: 23
    2°B matutino

    O texto refere-se:
    A crise social, que fala sobre a desigualdade entre ricos e pobres, por causa da má distribuição das riquezas conquistadas através das tecnologias; A crise do sistema de trabalho é a troca da mão-de-obra por máquinas inteligentes, dispensando os trabalhadores e tornando os descartáveis. Com tudo isso haverá um novo sistema de produção civilizatório, havendo assim desenvolvimento sem trabalho, trazendo uma nova era, mas será se estamos preparados para uma era devolvida! ; A crise ecológica é tudo o que o homem está fazendo com o nosso planeta, ou seja, destruindo. Mesmo com tanta destruição o homem nem se sensibilizou e continuou com a destruição só por ganância, mesmo sabendo que com tantos progressos, poderia colocar sua vida em risco e até sua própria espécie em extinção.
    Com todas essas crises ecológicas e civilizacionais, recorre-se ao cuidado como categoria matricial, capaz de inspirar um novo acordo entre os seres humanos e uma nova relação para com a natureza; procurando dar corpo a essa demanda. Temos que estar convencidos da fecundidade dessa categoria, pois ela implica uma nova definição do ser humano e de sua missão no conjunto dos seres. Porque se não mudarmos logo com nossas atitudes tudo o que o homem conseguiu conquistar será em vão, pois não terá a sustentabilidade necessária para realizar os projetos humanos, abertos para o futuro.

    "O homem só saberá
    Parar, quando
    Não tivermos mais
    TEMPO”

    ResponderExcluir
  147. O texto diz eque os niveis de solidariedade cairam muito e que as pessoas está vivendo sob pressão de manter um status de consumo, e que tambem a crise do sistema de trabalho esta preferindo mais as maquinas inteligentes, e dispensando o trabalhador humano, onde se constroi um exercito excluidos em toda sociedade mundial.
    É tambme sobre a necessidade de uma ética mundial fundada em conceito minimos, o fim da miseria e um pacto.
    É a partir dai é para suprir suas necessidades desenfreadas de capitalismo, modismo, comunismo,tecnologia e confortor.



    Nome:Marilza e Allais.
    n:29 e 41
    série:2 ano
    Escola:Estadual Padre Constantino de Monte.

    ResponderExcluir
  148. A crise social,é vista a olho nú,para quem quiser ver, ultimamente as maquinas estão tomando lugares, de muitos pais de família.
    E com isso a humanidade se dividi ainda mais entre ricos e pobres,pois a grande maioria que consegui manuzear essas maquinas são pelo menos da classe média é por isso que os pobres cada vez ficam mais pobres e excluidos, pois uma pessoa sem estudo,já não tem nem trabalho.
    E por outro lado temos também a crise ecologica cada vez mais estão pensando em acabar com o nosso planeta para construir ou plantar mais.Não é por acaso que muitos animais estão indo para grandes cidades.
    Com tanta miséria que a humanidade vem passando e falta de estrutura que vemos tantos marginalizados pelos ruas.Será que a culpa é só deles?
    Resumindo o que falta para a grande maioria é ver Deus em tudo, e pensar que o que Deus deixou pra gente estamos destruindo e somos os mais prejudicados com tudo isso.E SOMOS NOS ESTUDANTES QUE TEMOS QUE TOMAR CONSCIENCIA E FAZER PELO MENOS A NOSSA PARTE PARA MUDAR ALGUMA COISA.

    Escola Estadual Padre Constantino de Monte
    Gabriel e Emanuella Ladvig
    serie: 2 ano A
    numero: 14, 16

    ResponderExcluir
  149. Escola Estadual Padre Constantino de Monte
    Nomes: Michelli Carmona e Paloma Eberhardt
    N°: 31 e 32
    Série: 2ª A Matutino

    Bom o texto fala primeiramente sobre a crise social que nos mostra que com a modernização, os níveis de compartilha entre ricos e pobres decaíram ainda mais, se não nos preocupássemos tanto com a riqueza, viveríamos mais e melhor, pois seriamos mais felizes.
    A crise no sistema de trabalho vem devido a modernização, o que leva muitas pessoas a ficarem desempregados, por não terem capacidade suficiente de operar máquinas com tanta tecnologia.
    Como se não bastasse ainda temos a crise ecológica, o que é nossa culpa, temos que cuidar da nossa água, pois um dia ela vai faltar, o planeta precisa de nós, temos que cuidar de nosso futuro.
    Ethos é o conjunto de valores e princípios que levam o ser humano a compreender melhor a sociedade e a natureza e a si mesmo.

    ResponderExcluir
  150. E.E.Pe. Constantino de Monte.
    Alyne e Adauto;
    05,01;
    2°A; Matutino.

    Com todo o desequilíbrio ético, econômico,e social que a sociedade hoje está vivendo, nescessita da evolução, mas como haverá se a população continua com a ignorância de permanecer com a crise; Se todas essas pessoas que perderam seus serviços para a revolução tecnológica do trabalho, estudassem e aprendessem a lhe dar com as máquinas nãe teria problema algum, seria até melhor, pois as máquinas no caso das usinas não poluem tanto quanto o trabalho manual das queimadas, e a mão-de-obra ficaria muito mais valorizada.
    Como tudo na vida tem o lado ruim, o mal uso dessas máquinas inteligentes trazem a conhecida crise ecológica, que ultimamente está sendo muito comentada por ser um problema gravíssimo no mundo, o Homem não está sabendo aproveitar as oportunidades qua a tecnologia traz, mesmo alguns usando para revolucionar áreas, outros usam para destruir, desmatar, achando que vão ter mais lucros, sem perceber que não adianta uma grande quantidade produtiva, se não houver condições nescessárias para sustentar essas produtividades.
    Por fim o Éthos mundial pode fazer com que a civilização entenda porque devemos preservar a natureza e tentar uma evolução que a sociedade esteja preparada para acolher, e acompanhar.

    "Só lutamos por aquilo que amamos, só amamos aquilo que respeitamos e só respeitamos aquilo que conhecemos." Quanto tempo levará para conhecermos nosso mundo!

    ResponderExcluir
  151. A urgência de um Éthos mundial: O Éthos mundial de que precisamos

    O texto começa falando de três problemas mundiais:
    Citado em primeiro lugar temos a crise global. Os indicadores não são um segredo e não precisamos aduzilos. A mudança da natureza e o avanço da tecnologia, fez surgir uma riqueza fantástica. Ela vem apropriada, de forma altamente desigual,
    por grandes corporações transnacionais e mundiais que aprofundam ainda
    mais o fosso existente entre ricos e pobres.
    Por um lado estrutura-se, de uma humanidade magnífica nos países centrais esses países controlam os processos técnico-científicos, econômicos e políticos.

    Citado em segundo lugar temos a crise no sistema de trabalho. As novas formas de
    produção cada vez mais automatizadas dispensam o trabalho humano, entra a máquina inteligente com isso torna-se os trabalhadores descartáveis. Tal mudança na própria natureza do processo tecnológico demanda um
    novo padrão civilizatório e haverá desenvolvimento sem trabalho.

    Em terceiro lugar temos a crise ecológica. A atividade irresponsável do ser humano criou danos irreparáveis a biosfera, e pode destruir a forma de vida do ser humano na terra vivemos sob uma grave ameaça de desequilíbrio ecológico. Esse desequilíbrio ecológico é a conseqüência de nossa própria irresponsabilidade por não sabermos usar corretamente o que o nosso planeta nos oferece.

    Nomes: Denian Martins, Lucas da Silva
    N°: 44,24
    Série: 2° ano B
    Escola estadual Padre Constantino de Monte

    ResponderExcluir
  152. Escola Estadual Padre Constantino de Monte
    Série: 2º ano
    Turma B
    Alunas: Yasmin, Raquel
    Nº 39, 27

    Bom, Diante de tantos acontecimentos que a vida e o planeta vem sofrendo é nossa missão de reafirmar a sua importância inestimável e resgatar os valores éticos .
    O sistema capitalista em que o modelo econômico se baseia, valoriza a competitividade a produção e o acumulo de bens, não respeita a natureza e nem o próprio ser humano.
    Mas o próprio ser humano, movido pelo egoísmo utiliza todo o poder técnico para desprezar a natureza, afetando o equilíbrio natural do ecossistema e do percurso natural da vida.
    Sua ação tem possibilitado a poluição dos rios, do ar ultrações no clima do planeta, queimado e destruições de grandes áreas verdes também são responsáveis pela pobreza de muitas pessoas, na medida em que se constrói e acumulo de riqueza e não se divide de forma equitativa.
    Então ele fala sobre a necessidade de ética mundial fundada em consensos mínimos pois reflete sobre várias questões , mas podemos mudar isso é só nós começarmos olhar o mundo de uma forma diferente.

    ResponderExcluir
  153. Esse texto retrata sobre o que estamos fazendo
    com a natureza e o que poderiamos fazer para
    para ajuda-lo como tomar decisões coletivas
    que se ordenem a salvagarda do criado e a
    manutenção das das condicosgerais que permi-
    mitem a evolução seguir o seu curso natural,e
    que acabe com a crise e cologica a crise
    social que nos mostra que com os avanços tec-
    nologicos os niveis compartilha os ricos e
    os pobres essa modernização sem querer acaba
    levando as pessoas a ficarem desempregadas
    por nao terem certo dominio tecnologico.E ao
    sabermos de tudo isso que acontece devemos
    começar hoje a olhar o mundo de uma maneira
    diferente e fazer a diferença para que
    vivemos em um munco melhor.


    E.E.Padre constantino de monte
    nome:gisele santos dos reis,e luana benites
    barbosa
    nº:18 e 22
    2ºano A

    ResponderExcluir
  154. Nome: Bruna Pires e Gisele Marques
    N°:10 e 17
    Série: 1° Ano "A"
    E. E. Pe. Constantino de Monte

    Primeiramente, o texto começa comentando Sobre as diferenças na sociedade, devido a má distribuição de renda, e classes sociais.
    Logo após, é citado o avanço tecnológico, com o surgimento de novas tecnologias, que vêm se modernizando cada vez mais, com isso provoca a substituição de trabalhadores por máquinas, que fazem todo o serviço, e geralmente, as pessoas que maioria das vezes teria condições de acompanhar o surgimento de novas tecnologias, no caso os ricos, também estão perdendo seus empregos.
    Com essa ambição de cada vez mais querer se desenvolver, ganhar dinheiro, é a natureza que sofre, Pois toda essa industrialização causa sérios danos a natureza.
    Chega ao ponto de ser um desastre ecológico, as pessoas esquecem que precisam da natureza para sua sobrevivência, até para seu desenvolvimento industrial, por isso, deveriam pensar mais antes de destruir esse meio que é necessário para sua Existência.

    ResponderExcluir
  155. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  156. " Ethos " é o modo de pensar de um povo,esse texto retrata o que nós estamos fazendo contra a natureza,más também retrata o que nós poderíamos fazer para ajudar nosso planeta daqui em diante.
    A desigualdade no mundo em que vivemos é muito grande e é sempre a minoria que recebe os maiores benefícios.
    Todos se preocupam em novos jeitos para viver uma vida mais confortável, gostamos das tecnologias que facilitam nossa vida, mas, estamos esquecendo o principal, o meio ambiente é como se tivéssemos uma escolha a fazer a vida confortável ou o meio ambiente e é aonde muitas pessoas optam pela comodidade e acabam destruindo nossa natureza, parece não perceber que sem ela nós teríamos vida e tanta tecnologia assim não adiantaria pra nada.
    Nome: Tanisa e Gleicieli.
    N°:43
    Série: 2° Ano "A"
    E. E. Pe. Constantino de Monte

    ResponderExcluir
  157. Crise social:as mudanças que estão ocorrendo no planeta aprofundam ainda mais as diferênças entre ricos e pobres.O texto ainda fala que as riquezas acumuladas são más distribuídas,e isso nós podemos ver no nosso dia-a-dia:enquanto algumas pessoas desperdiçam alimentos,outras sofrem procurando esses alimentos e ainda não encontram.


    Crise no sistema de trabalho:hoje vivemos na "era da tecnologia".Muitos jovens e aduntos gostam dessa era por se ter acesso ao computador,celular e internet.Mas olhando pelo lada do trabalho,essa era é uma das piores.Porque antes o trabalho que era realizado por uma pessoa(colher alimentos com as próprias mãos),hoje é realizado por máquinas(colhedeiras).

    Crise ecológica:poeríamos realmente chamar o que esta acontecendo com o nosso planneta de autodestruição,porque parece que as pessoas não percebem que desmatar,poluir,queimar e desperdiçar,nos destrói,destrói nossa qualidade de vida.

    Ethos:é o conjunto de palavras,ações e motivaçoes dos seres humanos.

    Como o texto mostrou,os responsáveis por todos esses problemas é o próprio ser humano.precisamos fazer alguma coisa para mudar isso.Talvez pensemos:como eu,uma pessoa tão pequena poderei mudar um mundo de imensas atitudes?Mas não pense assim.Não desanime.Faça seu melhor.Suas atitudes podem não mudar o mundo todo,mas vai mudar todo o SEU mundo.

    E.E. Padre Constantino de monte
    Dayana Cristina e Kaline de Oliveira
    2° A

    ResponderExcluir
  158. Em primeiro lugar, a crise social. Os indicados são notadas e não
    precisamos apresentar provas.A mudança da natureza aprimorar a tecnológica,
    propiciou uma produção ajudou o homem para fantástica vida de riqueza .
    Em segundo lugar, a crise do sistema de trabalho: as novas formas de produção cada vez mais automatizadas dispensam o trabalho humano; em seu lugar, entra a máquina inteligente.
    A atividade humana irresponsável em face da máquina de morte que criou pode produzir danos irreparáveis à biosfera e destruir as condições de vida dos seres humanos. Numa palavra, vivemos sob uma grave ameaça de desequilíbrio ecológico que poderá afetar a Terra como sistema integrador de sistemas.

    ESCOLA ESTADUAL:PADRE CONSTANTINO DE MONTE
    ALUNOS: ALEX PARÉ , JANAÍNA RUIZ
    Nº:03, 20
    SÉRIE:2º ANO A

    ResponderExcluir
  159. A humanidade evoluiu de uma surpreendente forma tanto tecnologicamente quanto outras mudanças relacionadas a socialização. No entanto com essa evolução e essas mudanças também se agravaram grandes problemas : desigualdade social por exemplo: muitos objetos que poderiam servir para a nossa própria melhoria muitas das vezes tem trazido uma certa etnia entre ricos e pobres sobre isso podemos citar o exemplo da tecnologia pelo fato de muitas pessoas não terem condições de comprar certos objetos e outras pessoas terem para comprar de sobra assim fazendo que haja uma grande desigualdade social entre os mesmos outro problema que é muito visível é o desrespeito do homem com o meio ambiente, pois, o homem evoluiu muito tecnologicamente, porém, sua mente está fechada para perceber tal problema, e se conscientizar que somos apenas nós que causamos esses problemas

    Nome: Jamir Brig e Marcelo Duarte
    N°: 19 e 27
    Série: 2° ano A
    Escola: Pe.Constantino de Monte

    ResponderExcluir
  160. O texto trata de três assuntos realmente importantes para a humanidade e para o mundo, nos faz refletir sobre esses problemas com os quais convivemos e parece-nos tão natural, que acabamos fechando os olhos, talvez seja até mesmo para não enxergarmos a nossa realidade. Até chegarmos onde queríamos foram feitas diversas revoluções, sempre lutamos pelos nossos ideais, sempre defendemos aquilo em que acreditamos, por que será que agora nos tempos atuais não fazemos revoluções para ajudar as pessoas que estão na rua, sem ter onde morar, sem ter o que comer ? Por que não fazemos revoluções para as pessoas que não conseguem um lugar digno na sociedade, onde penas os ricos são favorecidos ? Por que não lutamos pelo nosso planeta, que está pedindo ou melhor implorando para ser tratado como merece, com respeito e carinho.
    As crises social, de trabalho e ecológica todas tem solução, basta a nossa simples iniciativa.

    Escola Estadual Padre Constantino de Monte

    Alunas: Maria Clara e Merigllyn n° 28 e 30 2° Ano A

    ResponderExcluir
  161. Urgência de éthos mundial: o éthos mundial que precisamos

    Três problemas suscitam a urgência de uma ética mundial: a crise social, a crise do sistema de trabalho e a crise ecológica, todas de dimensões planetárias.
    A primeira é a crise social. O mundo está mudando, está
    se modernizando com novas tecnologias. Com isso, a um grande aumento de
    desigualdade entre as corporações mundiais.

    Em segundo, está a crise do sistema de trabalho. Com o
    aumento das tecnologias, os trabalhadores estão perdendo seus postos para as
    máquinas. O que os torna "descatáveis".

    Em terceiro emerge a crise ecológica. Com as novas
    tecnologias que os humanos criaram, pode produzir danos irreparáveis a terra.
    Destruindo as condições de vida dos seres humanos na terra. Todos os organismos vitais serão lesados
    como, por exemplo, os climas, as águas potáveis, entre outros.

    Se Queremos continuar vivendo em um mundo melhor, devemos
    tomar decisões para tentar salvar o mundo em que vivemos.

    Escola estadual padre Constantino de monte
    Alunas: Aline aparecida e Ana Claudia N°: 1 N°:4
    2ºano B matutino

    ResponderExcluir
  162. E.E Manoel Ferreira de lima
    alunos (a) Luis Elvio nº27
    Sabrina nº56
    A humanidade chegou há um ponto de grande desenvolvimento, conseguimos façanhas muitas vezes antes impensáveis, entretanto este conhecimento estas riquezas são usufruídos por poucos ,apenas aqueles que o possuem. texto trata de três assuntos realmente importantes para a humanidade e para o mundo, nos faz refletir sobre esses problemas com os quais convivemos e parece-nos tão natural, que acabamos fechando os olhos, talvez seja até mesmo para não enxergarmos a nossa realidade. na realidade as maquinas estão no dia dia só naõ pode sair de controle.

    ResponderExcluir
  163. Escola estadual padre Constantino de monte
    Aluna: Lilian ferreira e Thais N°:20 N°:40
    2ºano B matutino


    Urgência de éthos mundial: o éthos mundial que precisamos

    O texto começa falando de três problemas mundiais:
    A crise social, que fala sobre a desigualdade entre ricos e pobres, por causa da má distribuição das riquezas conquistadas através das tecnologias; A crise do sistema de trabalho é a troca da mão-de-obra por máquinas inteligentes, dispensando os trabalhadores e tornando os descartáveis. Com tudo isso haverá um novo sistema de produção civilizatório, havendo assim desenvolvimento sem trabalho, trazendo uma nova era, mas será se estamos preparados para uma era devolvida! ; A crise ecológica é tudo o que o homem está fazendo com o nosso planeta, ou seja, destruindo. Mesmo com tanta destruição o homem nem se sensibilizou e continuou com a destruição só por ganância, mesmo sabendo que com tantos progressos, poderia colocar sua vida em risco e até sua própria espécie em extinção.
    Com todas essas crises ecológicas e civilizacionais, recorre-se ao cuidado como categoria matricial, capaz de inspirar um novo acordo entre os seres humanos e uma nova relação para com a natureza; procurando dar corpo a essa demanda. Temos que estar convencidos da fecundidade dessa categoria, pois ela implica uma nova definição do ser humano e de sua missão no conjunto dos seres. Porque se não mudarmos logo com nossas atitudes tudo o que o homem conseguiu conquistar será em vão, pois não terá a sustentabilidade necessária para realizar os projetos humanos, abertos para o futuro.

    ResponderExcluir
  164. Como diz o texto os grandes problemas do mundoi são crise social,crise do sistema e a crise ecologico.
    Hoje em dia nao existe uma sociedade que viva em paz uns com os outros.
    a mudança da natureza em volta das tecnologia muitas pessoas estão ficando muito ricos com a tecnologia de hoje em dia.

    SOCIOLOGIA/FILOSOFIA

    Escola Estadual Manuel Ferreira De Lima
    Alunas : Jéssica Dias Nº58,Jéssica Patricía Nº20
    Serie: 1ºAno E
    Turno:Noturno

    ResponderExcluir
  165. " A urgência de um ÈTHOS MUNDIAL"

    Bom o texto trata de três problemas sociais, A crise Social; A crise di sistema de trabalho.
    *A crise Social: As classes social esta cada vez mais complicada, as pessoas estão mais egoitas pensando em si pròprio, sem contar que não pensa, nem mesmo no seu futuro. O mundo relmente esta mudado, estão se modernizando com novas tecnologias efazendo com que aumenta a distancia entre ricos e pobres financeiramente.
    * A crise do sistema de trabalho: No texto fala que mais pra frente num futuro não muito distante, trabalhadores serão trocados por maquinas robôticas coisa que não deveria acontecer como um pai defamila ira colocar comida em casa se foi demitido do trabalho por maquinas inteligentes, com a chegada da maquina estarao contribuindo para o desemprego.
    * A crise Ecologica: Com o desequilibrio ecologico hà uma grande ameaça que poderà afetar a terra, isso esta ocorrendo pelo descuido dos seres vivos no meio ambiente, a terra entrando em desequilibrio o resultado sera devastador para todos nòs, com isso pode afetar nossa àgua; a quimica do nosso solo e a sociedade.


    Escola estadual Manoel ferreira de lima

    Nomes: Eliton Melo N°: 44

    Wesley N°:42

    Sèrie : 1°E

    ResponderExcluir
  166. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  167. URGÊNCIA DE UM ÉTHOS MUNDIAL: O ÉTHOS MUNDIAL DE QUE PRECISAMOS.

    O conjunto das inspirações, dos valores e dos princípios que
    orientarão as relações humanas para com a natureza, para com a
    sociedade, para com as alteridades, para consigo mesmo e para com o
    sentido transcendente da existência: Deus.
    Como veremos ao longo de nossas reflexões, esse éthos não nasce
    límpido da vontade, como Atena nasceu toda armada da cabeça de Júpiter.
    Mas toda ética nasce de uma nova ótica. E toda nova ótica irrompe a
    partir de um mergulho profundo na experiência do Ser, de uma nova percepção
    do todo ligado, religado em suas partes e conectado com a Fonte originária
    donde promanam todos os entes.
    ou seja ethos éO conjunto das inspirações, dos valores e dos princípios que
    orientarão as relações humanas para com a natureza, para com a
    sociedade, para com as alteridades, para consigo mesmo e para com o
    sentido transcendente da existência: Deus.
    Como veremos ao longo de nossas reflexões, esse éthos não nasce
    límpido da vontade, como Atena nasceu toda armada da cabeça de Júpiter.
    Mas toda ética nasce de uma nova ótica. E toda nova ótica irrompe a
    partir de um mergulho profundo na experiência do Ser, de uma nova percepção
    do todo ligado, religado em suas partes e conectado com a Fonte originária
    donde promanam todos os entes.

    NOMES: EDUARDA E VIVIANE
    N°45,50
    1°E
    NOTURNO
    E.E. MANOEL FERREIRA DE LIMA

    ResponderExcluir
  168. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  169. URGÊNCIA DE UM ÉTHOS MUNDIAL: O ÉTHOS MUNDIAL DE QUE PRECISAMOS.
    Em primeiro lugar, a crise social. Os indicadores são notórios e não
    precisamos aduzilos. A mudança da natureza da operação tecnológica,
    mediante a robotização e a informatização, propiciou uma produção
    fantástica de riqueza. Ela vem apropriada, de forma altamente desigual,
    por grandes corporações transnacionais e mundiais que aprofundam ainda
    mais o fosso existente entre ricos e pobres. Essa acumulação é
    injusta, porque pessimamente distribuída. Os níveis de solidariedade
    entre os humanos decaíram aos tempos da barbárie mais cruel.
    Em segundo lugar, a crise do sistema de trabalho: as novas formas de
    produção cada vez mais automatizadas dispensam o trabalho humano; em
    seu lugar, entra a máquina inteligente. Com isso, destroem-se postos de
    trabalho e tornam-se os trabalhadores descartáveis, criando um imenso
    exército de excluídos em todas as sociedades mundiais.
    Em terceiro lugar, emerge a crise ecológica. Os cenários também são
    de amplo conhecimento, divulgados não apenas por reconhecidos
    institutos de pesquisa que se preocupam com o estado global da Terra,
    mas também pela própria Cruz Vermelha Internacional e por vários
    organismos da ONU. Nas últimas décadas, temos construído o princípio da
    autodestruição.
    A sustentabilidade do planeta, urdida em bilhões de anos de trabalho
    cósmico, poderá desfazer-se. A Terra buscará um novo equilíbrio que,
    seguramente, acarretará uma devastação fantástica de vidas. Tal princípio
    de autodestruição convoca urgentemente outro: o princípio de
    co-responsabilidade por nossa existência como espécie e como
    planeta. Se queremos continuar a aventura terrenal e cósmica, temos de
    tomar decisões coletivas que se ordenam à salvaguarda do criado e à
    manutenção das condições gerais que permitam a evolução seguir seu curso
    ainda aberto.
    Escola:Manoel Ferreira de Lima
    Nome: Alexandra ,Mateus
    Numero: 04,27
    Série: 1 Ano “C”

    ResponderExcluir